A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

01/11/2016 09:33

Outubro termina com chuva abaixo da média na Capital e 182 mil raios em MS

Mês de outubro fechou abaixo de média em relação as chuvas

Yarima Mecchi
Última tarde de outubro na Afonso Pena; chuva fraca marca fim do mês. (Foto: Guilherme Henri)Última tarde de outubro na Afonso Pena; chuva fraca marca fim do mês. (Foto: Guilherme Henri)

A previsão é de muita chuva para o próximo trimestre em Mato Grosso do Sul, mas outubro terminou com volume abaixo da média histórica. Por outro lado, alguns temporais marcaram o mês, colocando o Estado, por exemplo, em segundo lugar no Centro-Oeste no que se refere à incidência de raios.

Veja Mais
Terça-feira com previsão de chuvas e máxima de 37ºC em MS
Chuva fraca aumenta a umidade do ar para 85%, sem causar estragos

Os números do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) mostram que outubro teve chuva abaixo da média. A Capital registrou 74,6 milímetros, enquanto o registro histórico recente, que considera de 2001 a 2015, é de 118,7 mm.

Foram 9 dias de chuva ao longo do mês, sendo que o dia mais chuvoso, no dia 26, quarta-feira da semana passada, teve 21,2 mm.

As temperaturas mínimas também ficaram abaixo da média, enquanto as máximas ficam próximas das médias do histórico. A mínima média de outubro de 2016 ficou em 19,9° C sendo que o histórico é de 20,5° C. A máxima média foi de 31,4° C, próximo da média, de 31,5° C.

A tendência para o próximo trimestre indica o aumento do volume de chuvas no Estado, com previsão de chuvas de normal a acima do normal, especialmente no norte e noroeste do Estado.

Nova Lima, na quarta-feira, 26, dia da maior chuva em Campo Grande no mês de outubro (Foto: Marcos Ermínio)Nova Lima, na quarta-feira, 26, dia da maior chuva em Campo Grande no mês de outubro (Foto: Marcos Ermínio)

Raios – De acordo com o meteorologista da Uniderp, Natálio Abrahão Filho, ao todo foram 182.375 descargas elétricas em outubro no Estado, 26% do registrado nos estados do Centro-Oeste. Mato Grosso teve mais que o dobro distro, fechando o período com 390.264, o que representa 55% do total da região.

Em Goiás foram registrados 9% do total, o que representa 138.382 raios e Brasília (DF) registrou 1.643 o que representa 0,05%. Campo Grande acumulou 6.419 descargas no mês, enquanto em Corumbá foram 28.285.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions