A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

11/07/2012 18:21

Pecuarista é autuado em R$ 25,5 mil por exploração ilegal de madeira

Gabriel Neris

Proprietário da fazenda, de 66 anos, responderá por crime ambiental. Em caso de condenação, ele poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Árvores foram isoladas em área remanescente de cerrado e transformadas em madeira (Foto: Divulgação)Árvores foram isoladas em área remanescente de cerrado e transformadas em madeira (Foto: Divulgação)

Policiais militares ambientais de Campo Grande localizaram no final da tarde desta terça-feira (10) a derrubada de 85 árvores das espécies “angico”, “cumbaru”, “sucupira” e de outras espécies, para a exploração da madeira sem autorização ambiental. A fiscalização ocorreu na fazenda Boa Vista, em Ribas do Rio Pardo, e o proprietário foi autuado administrativamente e multado em R$ 25,5 mil.

As árvores foram derrubadas e isoladas em área remanescente de cerrado, e foram transformadas em madeira de cercas. De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), a madeira foi apreendida e as atividades interditadas.

O proprietário da fazenda, de 66 anos, responderá por crime ambiental. Em caso de condenação, ele poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção.




Infelizmente o ser humano não entende que uma floresta é composta por 'seres vivos', que eles também tem uma função! Tanta área já desmatada! Pq não há um planejamento e plantio para suprir as necessidades de uma fazenda, sem ter que derrubar o que resta do cerrado? O cerrado apesar de tudo é guerreiro, nos mostra que tá fazendo sua parte, mas insistimos em impedir que nos ajude! :(
 
Cyntia Santos em 12/07/2012 03:07:39
Todo dia leio aqui no CGNEWS uma autuação deste tipo. até Quando?

Parabéns à PMA!!! Meus pesames aos produtores sem consciência....
 
Bruno Baque em 11/07/2012 07:47:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions