A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

12/10/2013 12:51

PMA autua 7 pessoas por pesca ilegal nos rios de MS; multas somam R$ 5 mil

Bruno Chaves
Lambaris encontrados com catarinenses foram soltos pela PMA (Foto: Divulgação/PMA)Lambaris encontrados com catarinenses foram soltos pela PMA (Foto: Divulgação/PMA)

Sete pescadores que praticavam pesca ilegal nos rios de Mato Grosso do Sul foram autuados pela PMA (Polícia Militar Ambiental) nesta sexta-feira (11), feriado de divisão do Estado. Somadas, as multas chegam a R$ 5 mil.

Veja Mais
Domingo amanhece chuvoso e com previsão de máxima de 31°C na Capital
Domingo será de calor e chuvas com trovoadas em todo o MS, alerta instituto

Conforme informações da polícia, um pescador de Campo Grande foi autuado por pesca predatória ao capturar peixe fora da medida estabelecida em lei. Com ele, foram apreendidos 6kg de pescado, um barco, um motor de popa e dois molinetes. O campo-grandense foi multado em R$ 2.060,00 e responderá por crime ambiental, que prevê pena de um a três anos de detenção.

Outros três homens foram autuados no Rio Aquidauana. Eles pescavam sem licença ambiental. Com eles, a polícia apreendeu três motores de popa, três barcos e quatro molinetes. Cada um foi multado em R$ 300. Dos infratores, dois moram em Campo Grande e um em Aquidauana.

Já no lago da Usina Sérgio Motta, no município de Anaurilândia, um pescador profissional foi multado por pesca predatória. Ele tem 43 anos e reside em Rosana (SP). Segundo a PMA, o paulista foi preso por pescar com redes maiores do que a permitida – quatro redes emendadas, com total de 600 metros. A polícia apreendeu 40 kg de pescado, além de um barco e um motor. Ele recebeu auto de infração de R$ 1,5 mil e responderá por crime ambiental de pesca predatória, podendo pegar até três anos de detenção.

Outros dois pescadores, ambos de Canoinhas (SC), foram multados por pescar sem licença. Os homens, 44 e 32 anos, estavam com quatro molinetes, um motor de popa, um barco e 50 lambaris, que eram utilizados como isca. Cada um foi multado em R$ 300,00.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions