A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

13/07/2012 13:48

PMA autua criador em R$ 2,5 mil por manter 5 aves em cativeiro

Francisco Júnior

Um homem foi multado em R$ 2,5 mil por criar em cativeiro cinco aves sem autorização ambiental. O flagrante feito no bairro Paranapungá, em Três Lagoas.

Veja Mais
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados
Corpo de bombeiros trabalha em alerta para chuva e novos estragos

Os pássaros foram apreendidos. Além da multa, o proprietário foi conduzido à delegacia de Polícia Civil e responderá por crime ambiental.

O crime prevê pena de 6 meses a 1 ano de detenção. Os animais serão encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais silvestres, na Capital.

Conforme a PMA, apesar de ter melhorado muito a sensibilidade da população com relação à criação de animais silvestres em cativeiro, várias pessoas ainda insistem em adquiri-los, o que alimenta o tráfico de animais silvestres, que é considerada a terceira atividade mais rentável do mundo, perdendo apenas para o tráfico de drogas e armas.

Segundo a Polícia, muitos, dizem que tem os animais há muito tempo, porém, antes na nova lei de crimes ambiental (9605/98) a manutenção de animais silvestres em cativeiro era crime inafiançável, desde 1967, com previsão dada pela lei federal 5197/67, com pena de 02 a 05 anos de reclusão. Ou seja, a punição era maior do que hoje.

A manutenção de animais em cativeiro, além do risco à fauna, coloca em risco a população humana, pois, 75% das doenças inseridas nas populações humanas são de origem zoonótica. Ou seja, advinda de animais.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions