A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

18/04/2013 10:40

PMA autua fazendeiro em R$ 3 mil por transporte de carga de lenha ilegal

Francisco Júnior

Um fazendeiro de Selvíria foi multado em R$ 3,3 mil por transporte de lenha sem autorização ambiental. O flagrante aconteceu na rodovia BR-158 na noite de ontem (17).

Veja Mais
Domingo será de calor e chuvas com trovoadas em todo o MS, alerta instituto
Temporal com chuva de 30 milímetros e vento forte alaga ruas de Dourados

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), amadeira ilegal das espécies angico, faveiro e pequi, esta última que não pode ser cortada, totalizou 11 m³. O motorista do caminhão Chevrolet D60 afirmou ter retirado a lenha de uma fazenda localizada à rodovia MS 112, no km 68.

A PMA foi à fazenda e autuou o proprietário. Ele responderá por crime ambiental. Se condenado, poderá pegar pena de um a dois anos de reclusão. A pena é mais grave em virtude do corte da madeira da espécie pequi, que é imune de corte pela legislação.

No caminhão, a PMA encontrou uma motosserra que era transportada sem documentação (LPU – Licença de Porte e Uso). A máquina, que pertencia ao motorista do caminhão, residente em Selvíria, foi apreendida e ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.000,00.

O uso de motosserra ilegal é crime ambiental, porém, só o transporte, ou a posse, não é crime. Por isto, o responsável responderá somente na esfera administrativa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions