A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

14/04/2011 11:40

PMA faz a maior apreensão de lenha ilegal em MS e aplica multa de R$ 195 mil

Ricardo Campos Jr.

Foram 325 metros cúbicos, suficiente para carregar 20 caminhões

Dono da propriedade foi indiciado por crime ambiental. (Foto: divulgação/PMA)Dono da propriedade foi indiciado por crime ambiental. (Foto: divulgação/PMA)

Quantidade de lenha suficiente para lotar 20 caminhões foi apreendida ontem pela PMA (Polícia Militar Ambiental), ocorrência que é tratada como a maior apreensão de madeira ilegal em Mato Grosso do Sul. O flagrante aconteceu em uma fazenda na cidade de Naviraí, localizada a 366 quilômetros de Campo Grande.

Segundo informações da Polícia Ambiental, o dono da propriedade recebeu multa de R$ 195 mil reais, foi indiciado por crime ambiental e, se for condenado, poderá pegar de 6 meses a 1 ano de prisão.

Foram contabilizados 650 estéreos (medida utilizada para quantificar a madeira), o que corresponde a 325 metros cúbicos do material, que estava todo empilhado na propriedade.

De acordo com a PMA é bastante incomum fazer apreensões de grande porte de lenha. A última que se tem conhecimento aconteceu na cidade de Figueirão, onde foram encontrados 102 estéreos, o que correspondeu a 51 metros cúbicos.

As apreensões mais comuns, feitas durante operações de fiscalização, giram em torno de 15 metros cúbicos, como aconteceu ontem em um assentamento na cidade de Bataguassu, onde foram localizados 6 m³ já carregados em um caminhão e outros 7 armazenados na propriedade.

O responsável foi um carvoeiro morador da cidade que recebeu R$ 7.800 de multa de pode pegar até 1 ano de prisão se for condenado.




Pessoas que cometem esse tipo de crime deveriam ter a propriedade (fazenda) confiscada pelo Estado.
 
jose alfredo de melo em 15/04/2011 10:14:53
Tá! Blz! e ai?

o que vai ser feito com toda essa madeira? vai ser vendida? por quem? ou vai ficar apodrecendo? nos população que trabalha, ja estamos cansado de ouvir falar de apreensões... por exemplo: vivem apreendendo peixes por ai, e o que e feito com eles? ninguém fala, creio que poderia sair uma noticia imediatamente apos a apreensão do tipo, "Peixes apreendidos ontem, sao doados para o hospital.... creche.... centro de macumba... igreja.... qualquer coisa, mas o fim e sempre o mesmo, peixe apreendido estraga em deposito da policia, madeira apreendida apodecre e justiça nao define o que fazer.... tenham paciencia...

quero ver resultados efetivos...

 
Marcio Barbosa em 15/04/2011 09:50:11
O problema é que fazendeiros sempre são amigos de "poderosos". E a possibilidade de a multa ser paga é inversamente proporcional ao seu valor.
Mas o que esperar se a classe(fazendeiros) são, em sua maioria, favoráveis, ao projeto do novo código ambiental, onde todo mundo vai ficar liberado pra desmatar à vontade.
Alguém tem dúvida que vai passar no congresso? Será uma votação tendenciosa, uma vez que quase todo deputado é também fazendeiro.
 
ricardo griao em 14/04/2011 09:52:12
Infelizmente o Maximiliano tem razão em relação às multas, porém eu acho que deve ser divulgado sim e com louvor, porque a PMA cumpre à risca seu papel. Só ela, porém...
Mais uma vez eu parabenizo a PMA pelo dever cumprido! Já tive oportunidade de acompanhar de perto esses policiais nas diligências e para eles eu tiro o chapéu. Se os demais agentes públicos fizessem 1/3 do que eles fazem, esse Estado estaria muito melhor. PARABÉNS, PARABÉNS, PARABÉNS! Agora é esperar que as demais autoridades cumpram a parte que lhes cabe!
 
Ana Almeida em 14/04/2011 06:30:01
O DIA QUE UMA MADEIREIRA ILEGAL PAGAR ALGUMA MULTA ME AVISEM, ALIAS NÃO DEVIAM NEM DAR A NOTICIA, DEVIAM FALAR DA MULTA SÓ QUANDO ELA É PAGA, O TITULO PODERIA SER: " FATO INEDITO, MADEIREIRA PAGA MULTA DE XXXXX REAIS"
 
MAXIMILIANO NAHAS em 14/04/2011 05:38:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions