A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

08/02/2011 12:37

PMA inicia atividades do projeto Florestinha em Campo Grande

Ricardo Campos Jr.

Solenidade de abertura será realizada amanhã (9)

Projeto oferece atividades de educação ambiental, reforço escolar, acompanhamentos psicológicos, odontológicos, reforço alimentar e orientação profissional. (Foto: Divulgação/PMA)Projeto oferece atividades de educação ambiental, reforço escolar, acompanhamentos psicológicos, odontológicos, reforço alimentar e orientação profissional. (Foto: Divulgação/PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) realiza amanhã, dia 9, a solenidade de abertura do ano de atividades do projeto Florestinha, que trabalha com crianças carentes entre 7 e 15 anos oferecendo aulas de educação ambiental, reforço escolar, acompanhamentos psicológicos, odontológicos, reforço alimentar e orientação profissional.

São 55 alunos que estarão com as fardas do projeto e desfilarão diante do comando da Polícia Ambiental. O projeto em Campo Grande funciona no Parque Assaf Trad, na Avenida Assaf Trad, perto do Condômino Alphaville.

De acordo com informações da PMA, o projeto visa enfrentar o problema da marginalidade e da criminalidade crescente entre os jovens de bairros periféricos. Além da Capital, o Florestinha é aplicado também em Coxim, Corumbá, Três Lagoas, Bataguassu, Jardim, Guia Lopes da Laguna, Aquidauana, Anastácio e Bonito. Nessa última a foi, inclusive, fundada a “Praça Florestinha”, que tem uma estátua de bronze de uma criança fardada.

História - O projeto começou no dia 23 de março de 1996, inicialmente denominado Guarda Florestal Mirim, passando a ser chamada Patrulha Florestinha tempos depois. Em 2009 foram municipalizadas as ações sociais por meio da parceria entre a PMA e a SAS (Secretaria Municipal de Ação Social).

A meta da Polícia Ambiental é atender pelo menos mil crianças em todo o Estado e, além de tirá-las das ruas, dar formação social e ambiental, também poder encaminhá-las profissionalmente.

Segundo a PMA, o projeto é reconhecido pela UNICEF e já recebeu várias homenagens, entre elas, o prêmio “Ecologia e Ambientalismo” na Câmara Municipal de Campo Grande.

As crianças participantes do projeto desenvolvem trabalhos educativos em escolas desde 2001, por meio de atividades como teatro de fantoches, que estimulam a educação ambiental. Atualmente estão sendo atendidas 500 crianças em 06 municípios.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions