A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

17/02/2011 14:20

PMA multa em R$ 4 mil homem por construir casa em área de preservação

Paula Vitorino

Flagrante aconteceu durante Operação da PMA no rio Paraguai

Construção de casa foi feita em área de preservação permanente. (Foto: Divulgação)Construção de casa foi feita em área de preservação permanente. (Foto: Divulgação)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) multou Carlos Moura de Arruda, de 47 anos, por construir uma casa em área de vegetação permanente - a 20 metros de distância do rio Paraguai. O flagrante foi feito durante fiscalização fluvial a 12km do município de Corumbá.

Carlos cortou a vegetação nativa da área. O local está localizado ao redor das RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Nacional) Santa Teresa e Reserva Eliezer Batista.

Ele também foi autuado por utilizar moto serra e cortar árvores sem autorização do órgão ambiental competente na área de vegetação permanente.

Pelos crimes ambientais cometidos, Carlos recebeu multa de R$ 4 mil e ainda poderá ser condenado a detenção de um a três anos.

Todas as atividades no local foram interditadas pelos policiais.

Pescado - Ainda na mesma região, José Oliveira Amorim, de 45 anos, foi autuado por realizar pesca superior a permitida em período de Piracema. Foram apreendidos 8 quilos de pescado com tamanho inferior ao permitido.

José recebeu multa de R$ 1 mil e também poderá ser processado pelo crime ambiental.

Os flagrantes aconteceram durante Operação realizada pela PMA entre os dias 14 e 16, com o objetivo de fiscalizar a aplicação da modalidade pesque-solte na calha do rio Paraguai, que foi liberada desde o dia 1° de fevereiro.

Durante os quatro dias de fiscalização, a PMA percorreu 350 km no rio e adjacências.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions