A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

14/10/2011 21:20

PMA multa homens que criavam gado à margem do rio Paraguai

Paulo Fernandes
Proprietários têm dez dias para retirar gado que está à margem do Rio Paraguai (Foto: PMA)Proprietários têm dez dias para retirar gado que está à margem do Rio Paraguai (Foto: PMA)

A PMA (Policia Militar Ambiental) de Corumbá autuou na tarde desta sexta-feira dois homens que criavam gado dentro de uma área de uma APP (Área de Preservação Permanente). O gado ficava em uma das margens do rio Paraguai e os animais pisoteavam e prejudicavam a vegetação ciliar.

Veja Mais
Jiboia de 1,5 metro é encontrada dentro de armário no Monte Líbano
Sucuri de 4 metros é encontrada em hotel, enrolada a filhote de cachorro

Os criadores, que moram em Corumbá, receberam, cada um, multa no valor de R$ 5 mil. Eles têm dez dias para retirar os animais da área.

Além disso, os dois responderão pelo crime ambiental de destruir uma área de preservação permanente. Se condenados, poderão pegar pena de 1 a 3 anos de detenção.

A criação de animais às margens de rios, lagos, lagoas e nascentes é proibida, já que esses locais são áreas de vegetação permanente.




O brasileiro que tem endereço, cpf, é fácil de ser encontrado para ser intimado, cobrado dos vários impostos, e por aí afora.
Concordo com os comentários acima.
Isto aqui é a vergonha escancarada sem freios e sem porteiras.
Esta conta ainda vai ficar mais cara para nós.
 
elio micheloni jr em 17/10/2011 04:07:31
isso é um absurdo!!! com tanta gente desmatando sem licença, matando por diversão fazendo tiro ao alvo, pescando peixinhos fora da medida muitas vezes para vender (ainda se fosse para comer) a PMA vai autuar um coitado que cria seu pequeno rebanho na beira do rio? Será que isso realmente é prejudicial ao meio ambiente? Será que não bastaria uma orientação e definição de prazo para regularização?
 
Gustavo Cazeto em 16/10/2011 07:29:46
Quando se tem um rol muito grande fiscalizações a ser feitas, há que se eleger as prioritárias ou as mais relevantes. Nada justifica a prática dessas pessoas, entretanto, a polícia ambiental deveria direcionar suas ações a grandes produtores que atuam na região e destroem a natureza, porém isso atinge interesses de gente grande, ai .......
 
Carme Sinad Bustamante em 16/10/2011 01:32:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions