A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

22/12/2013 13:49

Projeto resgata em Aquidauana lontras em processo de extinção no Brasil

Zana Zaidan
Lontras foram resgatas feridas próximo à Piraputanga (Foto: Divulgação)Lontras foram resgatas feridas próximo à Piraputanga (Foto: Divulgação)

Três lontras feridas foram resgatadas por um projeto de preservação ambiental em Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande. Os animais estão em processo de extinção no Brasil, e já não existem mais nas regiões Sul e Sudeste. Em Mato Grosso do Sul, foram encontrados por uma equipe do Instituto Ekko Brasil.

Veja Mais
Segunda-feira de tempo claro e com possibilidades de chuvas à tarde, em MS
Previsão é de semana chuvosa em Campo Grande e na maior parte de MS

Desenvolvido desde 1986 em Santa Catarina, uma base do projeto foi inaugurada em abril em Aquidauana e, pela primeira vez, precisou agir no Estado. Agora, os animais recebem o tratamento adequado no local.

Conforme a equipe do IEB, as três lontras estavam no distrito de Piraputanga, em uma chácara à beira do rio Aquidauana, local habitado pela espécie. A primeira foi encontrada há pouco mais de um mês, enganchada entre raízes e folhagens. As demais foram farejadas por cães, há cerca de 15 dias, e estavam fracas e debilitadas.


Hoje, recebem tratamento na base do Instituto em Aquidauana (Foto: Divulgação)Hoje, recebem tratamento na base do Instituto em Aquidauana (Foto: Divulgação)


Esta unidade do Instituto é resultado de um patrocínio conquistado em 2010, via edital, através do Programa Petrobras Ambiental, desenvolvido desde 2003. No local são desenvolvidas atividades que incluem levantamento do número de lontras e ariranhas na região, a função de ambas sobre o bioma, além de mobilização social com as autoridades, parceiros e universidades locais, e educação ambiental junto às escolas e população da região.

Além de proporcionar o estudo também das ariranhas, espécie da mesma família das lontras, a parceria do IEB com a Petrobras ampliou as ações do Refúgio Animal - Centro de Recuperação e Conservação, localizado no Sul da Ilha de Santa Catarina, em Florianópolis. O Refúgio é um criadouro científico administrado com fins de pesquisa e conservação que, desde novembro de 2007, realiza operações de busca e salvamento, recuperação e manutenção de lontras e outras espécies como iraras, furões, coatis e mão-peladas.




Quando era garoto sempre víamos lontras nas épocas de enchente no córrego João Dias, em Aquidauana, onde hoje em dia só corre um filetinho dágua, lastimável.
 
Eustáquio Freuder em 23/12/2013 10:34:13
Parabéns pelo trabalho, sempre duro mas sei que dá uma satisfação indescritível!!!
 
Elizabete Marques de Jesus Costa em 23/12/2013 08:43:54
Um dos mais belos animais dos rios brasileiros, e sabem por que está sendo extinto? Não dá para acreditar, mas na região da várzea do Rio Ivinhema foram caçadas com armas e armadilhas por malditos pescadores profissionais, e a justificativa, pasmem, segundo os pescadores, é que "a lontra come peixe".
 
Adriano Roberto dos Santos em 22/12/2013 19:39:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions