A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

24/12/2010 16:33

Tenente do exército morreu com mais de mil picadas de abelhas em Miranda

Ângela Kempfer

Redação

Tenente do exército morre depois de acidente e ser atacado por abelhas em Miranda

Veja Mais
Previsão é de semana chuvosa em Campo Grande e na maior parte de MS
Dia amanhece garoando e previsão é de chuva na maioria das cidades do Estado

Tenente havia saído de Corumbá na terça-feira, mas em Miranda perdeu o controle do veículo. Tenente havia saído de Corumbá na terça-feira, mas em Miranda perdeu o controle do veículo.

O tenente do exército Lucas de Assunção, de 23 anos, foi enterrado ontem em São Carlos (SP) depois de sofrer acidente em Miranda (MS). Ele capotou o carro, teve traumatismo craniano, ficou desacordado e foi atacado por enxame de abelhas.

Segundo a perícia, no corpo de Lucas havia sinais de mais de mil picadas de abelhas. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

O tenente havia saído de Corumbá na terça-feira, mas em Miranda perdeu o controle do veículo e acabou vítima do acidente. Não se sabe se ele foi atacado antes ou depois de capotar o veículo.

Segundo o portal G1, Lucas iria passar o Natal com a família, em São Carlos.

No dia 18 de dezembro, caminhão Mercedes Benz, com placas de Rancharia (SP), tombou, depois que o motorista foi atacado por abelhas.

O veículo caiu de num barranco de altura de dois metros. O acidente aconteceu no quilômetro 402 da BR-163, entre Nova Alvorada e Campo Grande Apesar do susto, o motorista Edson Pires, de 46 anos, não teve ferimentos. Ele contou que as abelhas invadiram a cabine do caminhão.

Na tentativa de se livrar do enxame, o caminhoneiro perdeu a direção e tombou, com 27 toneladas de carne.




Referente ao acidente ocorrido na BR 262, tendo como vítima o oficial do exército, gostaria de esclarecer que ele perdeu a direção do veículo após uma ultrapassagem, segundo informação de uma outra oficial do exército que seguia em um outro automóvel logo após o veículo do tenente, ela e o marido também foram vítimas do enxame de abelhas, ao tentar prestar socorro ao tenente e a esposa dele; eles foram socorridos por nós policias ambientais aqui de Miranda.
O oficial teve a má sorte de cair com o veículo sobre o enxame de abelhas. Estas estavam muito agressivas, poucas vezes nós aqui havíamos vistos abelhas naquela situação.
Fomos auxiliados por pescodores profissionais que também são apicultores no período de defeso, estes haviam dito, entre uma conversa e outra, que segundo especialistas, uma pessoa que é vitima de mais de quinhentas picadas de abelha, corre risco de morte.
Marcilio Dias.
 
Marcílio Dias em 24/12/2010 07:44:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions