A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

20/10/2016 17:20

Aécio completa agenda sob chuva e deixa cidade após visita de 2h

Ricardo Campos Jr. e Mayara Bueno
Aécio falou com eleitores e deu entrevista coletiva no Centro de Campo Grande antes de ir embora da cidade (Foto: Marcos Ermínio)Aécio falou com eleitores e deu entrevista coletiva no Centro de Campo Grande antes de ir embora da cidade (Foto: Marcos Ermínio)
Senador foi recebido no aeroporto por integrantes do partido em MS (Foto: Marcos Ermínio)Senador foi recebido no aeroporto por integrantes do partido em MS (Foto: Marcos Ermínio)

Mesmo debaixo de chuva e de forma rápida, o senador Aécio Neves (PSDB) completou a programação da visita a Campo Grande, nesta quinta-feira (20), tendo conversado com eleitores e com a imprensa no Centro da cidade. Ele ficou cerca de 15 minutos na Rua Barão do Rio Branco e retornou ao aeroporto, onde embarcou em um jatinho particular.

Veja Mais
Rose fará em Campo Grande o que Reinaldo faz pelo Estado, diz Aécio
Citação em delações não indica culpa, diz Reinaldo sobre Aécio

Ao todo, a passagem dele pela Capital durou cerca de duas horas. O pouso da aeronave em que ele estava foi às 15h30. Ele cumprimentou a comitiva do partido que o aguardava e deu entrevistas. Em seguida, foi até uma produtora onde gravou programa eleitoral para a candidata tucana.

O carro em que o presidente nacional da legenda estava parou em um estacionamento perto da esquina com a Rua 13 de Maio às 16h40. Aécio foi até um bar onde falou com algumas pessoas que ali estavam.

No Centro, ele comentou a respeito da prisão do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB) no âmbito da Operação Lava Jato. “O PSDB dá todo o apoio à operação, mas a agenda política não pode se sobressair à econômica. Dia 9 o Congresso volta a reforma que pode reduzir o número de partidos. Ele acredita que é um dos passos para melhorar a situação evidenciada na Lava Jato e o momento agora é de se pensar em tirar o país da recessão”, ressalta.

Ele então voltou a falar sobre o segundo turno em Campo Grande e criticou o adversário. “Não é com bravatas que se ganha uma eleição e sim com propostas sérias e embasadas no que a população precisa. A política pede coerência, ainda mais pelo momento em que o país atravessa”.

Aécio foi acompanhado por um grupo de cem pessoas, entre dirigentes e membros do partido. Reinaldo Azambuja o aguardava no aeroporto e o seguiu até a produtora, tendo se despedido para atender a outros compromissos que tem na cidade.

 

Aécio veio a Campo Grande em jatinho particular (Foto: Marcos Ermínio)Aécio veio a Campo Grande em jatinho particular (Foto: Marcos Ermínio)

Parcerias - O presidente nacional da legenda não economizou elogios ao governo estadual. Disse que a candidata ao segundo turno, caso eleita, “já tem o privilégio e a solidariedade da parceria com um dos governadores mais respeitados do Brasil”.

Além disso, acrescenta que a bancada tucana é a mais influente no Congresso Nacional. “Acho que ela [Rose] vai construir essa aliança, que se inicia com a população, mas também com o governo. Ninguém administra nada sozinho, ainda mais em momentos de dificuldades pelos quais passa o Brasil, sem parceria e sem gestão de qualidade e eficiência”, pontua.

Mato Grosso do Sul, conforme Aécio, foi o estado onde o PSDB mais cresceu proporcionalmente em número de prefeitos eleitos e diz que isso também é reflexo da administração de Azambuja.

“Isso consolida a vitória do governo. É uma consequência da respeitada e bem avaliada administração do estado, daquilo que ele vem fazendo para a sociedade, que aprova a sua conduta também pela sensibilidade que ele tem para estabelecer as suas prioridades”, afirmou o tucano.

O senador lembrou ainda o resultado positivo que obteve em Mato Grosso do Sul nas eleições de 2014, onde obteve 56,33% dos votos válidos. Para Aécio, vir à Capital é uma oportunidade de agradecer a confiança da população local.

Além do senador, visitam Campo Grande os líderes da bancada tucana no Senado, Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e na Câmara, Antônio Imbassahy (PSDB-BA).




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions