A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

01/11/2016 13:52

Câmara aprova suplementação de R$ 35 milhões a pedido do Executivo

Richelieu de Carlo
Em regime de urgência, quatro projetos foram aprovados nesta terça-feira (1º). (Foto: Richelieu de Carlo)Em regime de urgência, quatro projetos foram aprovados nesta terça-feira (1º). (Foto: Richelieu de Carlo)

Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram cinco projetos nesta terça-feira (1º), entre eles, suplementação de R$ 35 milhões a pedido do Executivo e autorização de abertura de crédito adicional especial no valor de R$ 173 mil.

Veja Mais
Marquinhos descarta participação de vereadores na sua administração
A pedido de Marquinhos, Câmara cria grupo para acompanhar transição

Quatro projetos foram aprovados em regime de urgência. O Projeto de Lei, de autoria do Poder Executivo Municipal, que autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 35 milhões. E, também de autoria do Executivo, o projeto que autoriza abertura de crédito adicional especial no valor de R$ 173 mil.

As duas outras propostas em urgência foram o Projeto de Decreto Legislativo, de autoria do vereador Jamal Salem (PR), que concede o título de “Visitante Ilustre” da cidade de Campo Grande ao Sr. Mor Ignátius Efrem II Karim.

Também o projeto, de autoria dos vereadores Mario Cesar (PMDB) e João Rocha (PSDB), que denomina de Dr. Carlos Vinícius Pistóia a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Leblon.

Por fim, como constava na pauta do dia, em primeira discussão e votação foi aprovado em Projeto de Lei que dispõe sobre a nova denominação da Avenida do Poeta, localizada no Parque dos Poderes. A proposta é de autoria dos vereadores Carla Stephanini (PMDB) e João Rocha (PSDB).

Visita - Os projetos foram votados em sessão que começou após reunião dos vereadores com o prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD), em que foram discutidas propostas para Lei Orçamentária Anual de 2017 e o PPA (Plano Plurianual) do Município.

Ficou definido que parlamentares da Casa de Leis participarão da transição na administração do município. Além da comissão montada por Marquinhos, a Comissão de Orçamento da Câmara e uma Comissão especial formada por três vereadores trabalharão na mudança dos chefes do Executivo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions