A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

31/10/2016 12:18

Com Reinaldo, Marquinhos cita parceria em saúde e infraestrutura

Governador teve primeiro encontro com Marquinhos após eleição

Ricardo Campos Jr. e Leonardo Rocha
Marquinhos e Reinaldo se reuniram e definiram apoio para o crescimento da Capital (Foto: Alcides Neto)Marquinhos e Reinaldo se reuniram e definiram apoio para o crescimento da Capital (Foto: Alcides Neto)

O prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), reuniu-se durante meia hora com o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), em busca de parceria para comandar a Capital, já que estiveram em lados opostos durante a disputa. Terminado o encontro, o governador afirmou que os dois irão trabalhar juntos pela cidade.

Veja Mais
Marquinhos pede reunião com os 15 vereadores eleitos na coligação tucana
Marquinhos quer radiografia da prefeitura e conselhos de Azambuja

“Existem projetos importantes para o governo em Campo Grande, principalmente nas áreas de saúde, habitação e infraestrutura, como nas obras da Euler de Azevedo e na construção do Centro Empresarial Miguel Leterielo”, afirmou o novo chefe do Executivo Estadual.

O governador acrescentou que sua gestão não é partidarizada e trabalha igualmente por todos os 79 municípios.

“Campo Grande perdeu 34 mil vagas de emprego e uma das obras que eu quero fazer em parceria com a prefeitura é o anel rodoviário, onde deve ser feito um acesso e uma rotatória para a construção do primeiro outlet da cidade, que vai gerar 1,5 mil postos de trabalho”, revelou Azambuja.

O governador disse também que está conversando com outros prefeitos eleitos, como em Dourados, onde Délia Razuk (PR) venceu Geraldo Rezende (PSDB) com 39,82% dos votos válidos. “Na Capital, não vai ser diferente”.

Reinaldo considerou positiva a atitude de Marquinhos ao procurá-lo e aproveitou para pedir que ele invista em atenção básica para desafogar os hospitais de grande porte. “Isso mostra que vamos poder trabalhar juntos pela cidade”.

O prefeito eleito acredita que a conversa mostra maturidade política, pois na opinião dele, ambos são funcionários públicos momentâneos e devem pensar em Campo Grande. “Devemos pensar nos projetos em comum. A disputa foi acirrada no segundo turno, mas agora é hora de trabalhar em favor da cidade”, pontua.

Para ele, “ninguém mais tolera a política de raiva e rancor e todos querem trabalho coletivo”. Trad finalizou que a saúde é a principal reclamação das pessoas e que o setor será prioridade em seu governo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions