A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

23/11/2016 12:55

Deputados vão se reunir com secretário para discutir orçamento de 2017

Eduardo Riedel vai esclarecer as dúvidas dos parlamentares

Leonardo Rocha
Relator do Orçamento, Renato Câmara, diz que reunião deve ser semana que vem (Foto: Assessoria/ALMS)Relator do Orçamento, Renato Câmara, diz que reunião deve ser semana que vem (Foto: Assessoria/ALMS)

Os deputados devem realizar, na semana que vem, uma reunião com o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, para detalhar e esclarecer dúvidas sobre o projeto do orçamento de 2017. Depois deste encontro, a proposta será discutida em conjunto pelas comissões, para depois ser votada na Assembleia.

Veja Mais
Crescimento pequeno do orçamento reflete cautela com a crise, diz Reinaldo
Sem repasses, orçamento estadual prevê crescimento de 0,46% em 2017

"Esta reunião deve ocorrer na próxima quarta-feira (30), com o objetivo de tirar todas as dúvidas com o (Eduardo) Riedel, depois a intenção é que as comissões possam analisar juntas, o conteúdo do projeto e as emendas apresentadas", explicou o deputado Renato Câmara (PMDB), que será o relator da matéria, na Comissão de Orçamento.

Ele espera que tanto a LOA (Lei Orçamentária Anual), como o PPA (Plano Plurianual), sejam aprovados até o dia 20 de dezembro. "Estamos dentro do prazo, poderemos analisar com calma o projeto, votando as matérias antes do recesso parlamentar", pontuou.

O deputado João Grandão (PT) sugeriu que a peça orçamentária seja analisada de forma setorial, com cada área emitindo um relatório. "Esta analisa mais detalhada já é feita pela Câmara Federal e outros legislativos estaduais, podemos realizar aqui, para tornar a administração mais democrática".

O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (PMDB), já solicitou nesta semana, que as comissões comecem a definir o cronograma de trabalho, para a análise do orçamento e desta forma, o projeto ser apreciado dentro do prazo.

Orçamento - O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) enviou a peça orçamentária, com a previsão de receita de R$ 13,991 bilhões, para o ano de 2017, o que significa um crescimento de apenas 0,46%, em relação a este ano.

Reinaldo ressaltou que o projeto reflete a "cautela" do governo estadual, em relação a crise econômica que abala todo o País, que tem previsão de baixo crescimento para os próximos anos.

Não houve alteração no repasse do duodécimo aos poderes, sendo 7,30% da receita líquida para o Tribunal de Justiça, 3,90% ao Ministério Público Estadual, 2,20% do Tribunal de Contas Estadual, 1,80% à Defensoria Pública e 2,90% para Assembleia Legislativa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions