A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

30/10/2016 10:18

Em duas horas, 13 urnas apresentam problemas; duas foram substituídas

Suspeita de crime eleitoral não foi registrada hoje, pelo menos pelo TRE

Mayara Bueno
Eleitores chegaram cedo para votar neste domingo (30). (Foto: Fernando Antunes)Eleitores chegaram cedo para votar neste domingo (30). (Foto: Fernando Antunes)

Até por volta das 10h, 13 urnas eletrônicas apresentaram problemas, das quais duas precisaram ser substituídas, neste domingo (30). As informações foram levantadas pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), em duas horas de votação.

Veja Mais
Aos 95, dona Estela acorda cedo e faz questão de votar 'em nome do poeta'
Eleitora aproveita votação para lucrar o dobro com comércio informal

Os problemas foram ajustes que foram resolvidos nas próprias seções, conforme a Justiça Eleitoral. Um exemplo é uma escola que estava sem disjuntor, em uma das salas.

Dos aparelhos que foram substituídos, uma urna foi em virtude de problema no software, na faculdade Unigran, e a segunda na Escola Estadual Maria Rita de Cássia, cujo problema apresentado foi no teclado do terminal.

Em relação à ocorrência de crimes eleitorais, como boca de urna e compra de votos, o TRE não registrou, até agora. A votação começou às 8 horas e seguirá até às 17 horas, na Capital. Em Mato Grosso do Sul, a cidade é única com disputado do segundo turno.

Canais de denúncias - Os eleitores de Campo Grande podem fazer denúncias por diversos canais, entre eles está o mais tradicional, que é acionar pessoalmente policiais, promotores e juízes eleitorais, no entanto também pode utilizar outras ferramentas, como aplicativos para celular e tablet ou ligar para telefones do MPF (Ministério Público Federal) e OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil).

Como foi feito no 1° turno, o sistema Web Denúncias não vai funcionar hoje, mas poderá ser utilizado o aplicativo chamado "Pardal", onde os eleitores podem fazer denúncias pelo celular e tablets. Todos estes casos seguem para análise do Ministério Público Eleitoral.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions