A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

27/10/2011 12:21

Jerson Domingos diz querer Delcídio no governo e Puccinelli no Senado

Edmir Conceição e Wendell Reis
Deputado Jerson Domingos (PMDB), presidente da Assembleia LegislativaDeputado Jerson Domingos (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jerson Domingos (PMDB), afirmou há pouco que gostaria de ver Delcídio do Amaral (PT) no governo e André Puccinelli no Senado a partir das eleições de 2014. Para Jerson Domingos, o momento é propício ao entendimento e aproximação entre PMDB e PT no Estado, mas o cenário sugerido é uma posição ‘pessoal’ e não partidária. “Desejo como cidadão, não como deputado e presidente da Assembleia, ver Delcídio no governo e André no Senado”, afirmou.

Nesse cenário, Domingos opina que o prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), é um nome forte para compor eventual chapa PT-PMDB em 2014. Ele terá papel estratégico, segundo Jerson Domingos, para quem ‘as diferenças ideológicas devem ficar no papel’, uma tendência que já se percebe nas articulações para as eleições municipais de 2012.

O deputado disse que hoje vê o quadro político com outra ótica, onde se busca na pessoa o perfil do melhor administrador e nos interesses maiores do Estado o objetivo das decisões em nível partidário. Ou seja, deveria se votar na pessoa e os partidos devem se unir em torno de projetos comuns, visando o interesse coletivo e não de segmentos.

Jerson Domingos comentou ainda a hipótese da segunda sucessão no governo do Estado, na eventualidade de o governador e sua vice, Simone Tebet, se desincompatibilizarem no mesmo ano eleitoral para concorrer o Senado e a Prefeitura de Campo Grande. Segundo o deputado, em 2014 a Assembleia terá outra Mesa diretora e quem estiver na presidência pode virar governador por 10 meses.




Quem ti viu quem te vê hem! PT do lado do PMDB. Ingrid parabéns pelo comentário, eu concordo com vc...
 
gloria aparecida em 30/10/2011 04:44:02
Meu Caro Presidente Jerson Domingos. Desculpe-me mas nao entendi direito o que o Senhor quis dizer, pois se hoje prefere no governo uma pessoa que já demonstrou capacidade administrativa, a sua escolha deveria recair em cima de seu colega de partido Nelsinho Trad não Acha? Um abraço.
 
Alicio Mendes em 28/10/2011 09:56:28
Para acertar difinitivamente a situação política do nosso Brasil. É só acabar com a reeleição. Tem muita gente mamando o nosso dinheiro, fazenda da politica um emprego. Esse negocio de programar mandatos antecipados é o fim da moralidade.
 
Ricardo Thibes Cardoso em 27/10/2011 12:45:00
tambem góstaria jersom é isso ai delcidio governador nelsinho vice ,andré senador,estou com voce.
 
ronaldo bicalho em 27/10/2011 09:38:01
Não concordo como o comentário do ricardo. É só as pessoas não votarem mais nessa turma ai de ficha suja, o cidadãotem uma memória muito curta e sequer se lembra em quem votou, o voto é algo sério e não é para se votar em humoristas, não precisamos de pessoas com esse curriculum, é preciso selecionar pessoas certas sem a sifra de partidos, é precido ser impessoal nesse momento, o voto é a unica...
 
jose carlos em 27/10/2011 06:11:06
ah era só o que faltava mesmo! se eu nao estiver enganada, os cargos de senador e presidente da rep. devem ser ocupados so por brasileiros natos, nao é o caso do Puccineli, alias, tal exigencia deveria ser para qualquer cargo, mas se isso for possível aí eu acredito q chegou mesmo o fim dos tempos!!!! Porque um representante q sequer se preocupa com prob.sociais e so pensa em obras, dá dó né?
 
ingrid vianna em 27/10/2011 05:35:00
particularmente aprovo a sugestão.
 
isabnel almeida em 27/10/2011 03:07:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions