A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

23/11/2016 11:25

Marquinhos segue passos de Reinaldo na montagem de estrutura de gestão

Mayara Bueno e Waldemar Gonçalves
Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). (Foto: Alcides Neto)Prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD). (Foto: Alcides Neto)

O prefeito eleito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), está nesta quarta-feira (23) em São Paulo, onde participa com sua equipe de transição de seminário do MBC (Movimento Brasil Competitivo). Ele segue os passos do governador de Mato Grosso o Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), que contou com trabalho da instituição para definir seu modelo de governo.

Veja Mais
Governo amplia uso de tecnologia contra burocracia na gestão pública
Comerciante abre tabacaria e por sugestão de hippie batiza de "Boca de Fumo"

Destinado a prefeitos das 100 maiores cidades do Brasil, o evento tem objetivo de oferecer um serviço de consultoria já na transição de governo, fase atual em Campo Grande, e aumentar a eficiência da gestão pública.

Segundo a assessoria do prefeito eleito, Marquinhos e a equipe de transição vão analisar a proposta e ver se é adequada ao modelo de gestão que querem colocar em Campo Grande.

O MBC acompanha Reinaldo desde o início de seu governo e, em 2015, foi formalmente contratato pela administração estadual, por R$ 1,4 milhão, para “prestação de serviços de desenvolvimento de atividade e conceitos relacionados a implementação do modelo de gestão por resultados para o Estado do Mato Grosso do Sul".

O MBC atua em 18 estados, trabalhando no começo das administrações com o planejamento, metodologia e controle de indicadores para as finanças públicas. A ideia do grupo é fazer que o País, a partir dos estados e municípios, se torne um dos 30 mais competitivos do mundo até 2030.

Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB). (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB). (Foto: Marina Pacheco/Arquivo)

No início de seu governo, Reinaldo também assinou acordo com o MBC e, antes mesmo de assumir o cargo, participou de processo de elaboração de diagnóstico da máquina pública estadual. A ideia dele foi tornar o governo enxuto e eficiente, com mais resultados positivos.

Entre as funções do MBC estão a coordenação e promoção de ações estruturantes de conteúdo inovador, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico por meio da implementação de projetos, programas e planos de ações para elevar a competitividade da economia.

O MBC se autodenomina associação civil de direito privado sem fins lucrativos ou econômicos. Cirou o chamado “pacto da reforma do Estado”, com objetivo de ter “soluções de curto prazo que contribuam para um estado mais eficiente”, segundo informações disponíveis em seu site na internet.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions