A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

31/10/2016 10:48

No campo da pesquisa, teve instituto passando longe da verdade das urnas

Aline dos Santos
Resultado das urnas: Marquinhos foi eleito com 58,77% dos votos válidos. Resultado das urnas: Marquinhos foi eleito com 58,77% dos votos válidos.

Da candidata Rose Modesto (PSDB) na liderança à vitória de Marquinhos Trad (PSD) com 62% dos votos válidos. Os cenários foram mostrados por pesquisas eleitorais na reta final do segundo turno, mas com resultado distante da vontade do eleitorado de Campo Grande. Com o fim da apuração dos votos, Marquinhos foi eleito com 58,77% dos votos válidos e Rose obteve 41,23%.

Veja Mais
Na véspera de eleição, pesquisa põe Rose pela 1ª vez na frente de Marquinhos
Ibope confirma 2º turno, com empate técnico entre Rose e Marquinhos

Num comparativo das últimas cinco pesquisas registradas na Justiça Eleitoral, a Vale Consultoria e Assessoria Ltda foi o instituto que passou mais longe da vontade do eleitor. No sábado (dia 29), véspera da eleição, pesquisa divulgada no SBT, mostrava Rose à frente de Marquinhos pela primeira vez.

A candidata apareceu com 38% das intenções de votos, seguida por Marquinhos (37%). O levantamento, registrado na Justiça Eleitoral sob o número MS-05769/2016, foi na modalidade estimulada, quando os nomes dos candidatos são apresentados ao eleitor. O documento não trouxe cenário de votos válidos. A pesquisa ouviu 700 pessoas e teve custo de R$ 8 mil.

Já uma vitória de Marquinhos com números mais expressivos foi projetada pela pesquisa do A.J.Ueno Instituto de Pesquisas (Instituto Valle Pesquisas). O levantamento foi registrado com número MS-01644/2016 na Justiça Eleitoral e mostrou o candidato do PSD com 62,75% dos votos válidos. A candidata tucana aparecia com 37,25%. A pesquisa ouviu 850 pessoas e custou R$ 13 mil, conforme registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O melhor desempenho no levantamento do voto do eleitorado foi da Conpar - Consultoria, Pesquisa e Participações. Divulgada no sábado pelo site Midiamax, a pesquisa mostrou Marquinhos com 58,9% dos votos válidos, contra 41,1% de Rose. Registrado com número MS-03967/2016, o levantamento ouviu 800 pessoas, ao custo de R$ 8 mil.

Na reta final, o Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul) e Ibope também divulgaram pesquisas. O primeiro instituto mostrou Marquinhos com 60,17% dos votos válidos. Rose aparecia com 39,83%. A pesquisa, registrada sob número MS-00643/2016, foi publicada no jornal Correio do Estado. O custo da consulta foi de R$ 9 mil, com 600 entrevistados.

Pelo Ibope, cujo resultado foi divulgado na TV Morena, o candidato do PSD teria 55% dos votos válidos e Rose, 45%. A pesquisa teve custo de R$ 45.150, ouviu 602 pessoas e foi registrada na Justiça Eleitoral sob número MS-03635/2016.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions