A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

18/11/2016 19:35

Processada por furto, ex-vereadora vai chefiar gabinete de prefeito

Paulo Nonato de Souza e Waldemar Gonçalves
Herico e Terezinha em imagem feita em 2010 (Foto: Reprodução / Internet)Herico e Terezinha em imagem feita em 2010 (Foto: Reprodução / Internet)

Acusada de furto em processo em que o marido, advogado, é réu pelo mesmo crime e também estelionato, a ex-vereadora Terezinha Della Pace Braga está agora no centro de uma polêmica política em Bonito, a 257 km de Campo Grande. É que, mesmo com os problemas na Justiça, ela foi escolhida para ser chefe de gabinete do prefeito eleito, Odilson Soares (PSDB).

Veja Mais
Advogado acusado de golpe contra o INSS é indiciado por fraudar Pronaf
Justiça decreta de novo prisão de advogado de Bonito

O processo contra Terezinha e o marido dela, Hérico Monteiro Braga, foi instaurado em 2009, após investigação policial e com base em denúncia formalizada pelo MPE (Ministério Público Estadual). Em síntese, ela e o advogado teriam se aproveitado de clientes dele, de pouca instrução, para ficar com parte de valores correspondentes a bens e aposentadorias deles.

Uma das últimas movimentações no processo, que corre na 1ª Vara de Bonito, data de 22 de junho deste ano. Na ocasião, o MPE se manifesta informando que até hoje os réus não foram interrogados. Desde setembro, o caso está aguardando uma decisão.

Mantém nomeação – Em entrevista na tarde desta sexta-feira (18) ao Campo Grande News, por telefone, o prefeito eleito defendeu sua futura chefe de gabinete. Negou a veracidade das acusações contra ela e confirmou a decisão de nomeá-la para o cargo.

O prefeito eleito, pelo jeito, não consultou o passado de sua indicada. “Isso é intriga da oposição. Não existe processo contra ela e, se houvesse, ela não estaria comigo. As denúncias são contra o marido dela, não contra ela. A Terezinha é uma pessoa idônea, é uma pessoa da minha inteira confiança, que vive em Bonito desde 1970 e aqui todo mundo conhece a vida dela”, declarou Odilson.

“Não tem nada disso. Na época isso foi uma denúncia de uma cliente do marido dela. Ele tinha honorários para receber e cobrou pelo que tinha direito. Deu muito bafafá aqui em Bonito, que ele estava pegando dinheiro de aposentado, mas não foi o que aconteceu. Isso foi uma cliente só”, afirmou o prefeito eleito.

Terezinha não foi encontrada, nesta tarde, para comentar o assunto. 

Advogado acusado de golpe contra o INSS é indiciado por fraudar Pronaf
Profissional atua na cidade turística de Bonito A PF (Polícia Federal) indiciou o advogado de Bonito, Hérico Monteiro Braga, desta vez por crime con...
Justiça decreta de novo prisão de advogado de Bonito
A justiça voltou a decretar a prisão do advogado Hérico Monteiro Braga, réu em pelo menos três ações por estelionato, sob a acusação de ficar com o d...
Advogado ficou com 94% de R$ 124 mil pago para idosa
Réu em três ações penais por estelionato, o advogado Hérico Monteiro Braga conseguiu embolsar R$ 131,8 mil de apenas seis idosos. Conforme levantamen...
TJ nega habeas corpus a advogado acusado de lesar idosos
O desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte negou o habeas corpus ao advogado Hérico Monteiro Braga, acusado de estelionato pela Polícia Civil de B...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions