A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

23/11/2016 16:30

Vídeos mostram indígenas tentando invadir Câmara dos Deputados

Ricardo Campos Jr.
Policiais legislativos tentam controlar tumulto na Câmara dos Deputados (Foto: reprodução)Policiais legislativos tentam controlar tumulto na Câmara dos Deputados (Foto: reprodução)

Grupo de indígenas tentou invadir, na manhã desta quarta-feira (23), um dos anexos da Câmara dos Deputados, em Brasília. Um dos assessores do deputado federal Elizeu Dionízio (PSDB-MS) registrou em vídeo parte do tumulto.

Veja Mais
Parlamentar de MS narra em tempo real invasão ao plenário da Câmara Federal
Assessor de Marquinhos vai assumir IMTI e tem desafio de melhorar transparência

Segundo Clodoaldo Silva, as imagens mostram a polícia legislativa fechando as portas de aço que vedam o acesso entre os prédios e as grades que protegem as vidraças na fachada. Neste segundo vídeo, é possível notar a confusão e a reação dos servidores tentando impedir a entrada dos manifestantes.

O portal G1 informou que, segundo a Polícia Militar, havia cerca de 400 pessoas no local. Nenhum deles quis conversar com a imprensa.

Para conter a confusão, foi necessário o uso de spray de pimenta. Os indígenas protestavam contra a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 55, antiga PEC 241, que limita os gastos do poder público nos próximos 20 anos.

Conforme o funcionário parlamentar, o mesmo grupo estava reunido em frente ao Palácio do Planalto em manifestação semelhante e decidiu ir até a Câmara dos Deputados para continuar com o ato.

“Eles estavam chegando. As portas foram fechadas rapidamente e eles foram barrados antes”, conta o assessor. Como as passagens entre os anexos foram fechadas, os servidores não conseguiam transitar entre os prédios e ficaram por quase uma hora acompanhando a situação.

“Houve confronto, jogaram gás para dispersar. Depois de um tempo, foram embora”, conta. Não há informação sobre feridos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions