A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

30/10/2016 08:47

Votação paralela do segundo turno começa na Justiça Eleitoral

Auditoria tem objetivo de atestar segurança das urnas eletrônicas

Mayara Bueno e Julia Kaifanny
Votação paralela começou às 8 horas. (Foto: Simão Nogueira)Votação paralela começou às 8 horas. (Foto: Simão Nogueira)
Juiz eleitoral Vitor Guibo, presidente da auditoria. (Foto: Simão Nogueira)Juiz eleitoral Vitor Guibo, presidente da auditoria. (Foto: Simão Nogueira)

Começou às 8 horas, mesmo horário das eleições, a votação paralela no Fórum Eleitoral. Trata-se de uma auditoria para atestar a segurança das urnas eletrônicas. Assim como a votação real, a paralela só poderá ser aberta no fim do pleito, às 17 horas.

Veja Mais
Justiça Eleitoral sorteia urnas para votação paralela amanhã na Capital
Votação paralela tem a participação de estudantes e partidos na Capital

Segundo o juiz eleitoral Vitor Guibo, presidente da auditoria, hoje são utilizadas duas urnas que foram retiradas de seções eleitorais da Capital, mas substituídas por outras.

Assim como no primeiro turno, membros de partidos políticos e estudantes preencheram fichas com votos – que não serão computados na votação real. Os votos constantes no papel serão depositados nas urnas e, ao fim da eleição, serão comparados com os dados nos aparelhos.

“É tudo filmado e acompanhado por membro do MPE (Ministério Público Estadual), para provar que é seguro. No final, é feito a contagem e conferir se bate”. O juiz eleitoral explicou que os horários da votação paralela seguem os mesmos da eleição, porque as urnas eletrônicas já tem seu período definido para funcionamento e checagem dos votos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions