A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

28/02/2013 16:10

Vizinhos a casa noturna reclamaram de som alto e algazarra na rua

Gabriel Neris
Morador filmou som em volume alto na rua 14 de Julho durante madrugada (Foto: Repórter News)Morador filmou som em volume alto na rua 14 de Julho durante madrugada (Foto: Repórter News)

Moradores da rua 14 de julho, na Vila Glória, em Campo Grande, reclamam do volume do som alto de carros e da algazarra nas proximidades de uma casa noturna. Eles afirmam que a bagunça é frequente e acontece sempre de quarta-feira a sábado até às 5 horas da manhã.

Veja Mais
Falta de táxis provoca tumulto no Aeroporto de Campo Grande
Veículo dos Correios é flagrado, de novo, parado em local irregular

“Baderneiros com som no último volume ficam atrapalhando o descanso de famílias e trabalhadores. Sem contar as brigas, garrafas que são atiradas na rua, uso de drogas e sexo na rua Professora Severino Ramos de Queiroz”, reclama Edson Clair, vizinho da casa noturna.

Para comprovar, o rapaz registrou em vídeo o que aconteceu no último final de semana. Ele diz que a Polícia é acionada, mas nenhuma atitude foi tomada.

O dono do estabelecimento, Claudemir Bambokian dos Santos, afirmou que o barulho acontece somente fora da casa noturna e a Polícia Militar e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) foram avisadas para conter a bagunça. “Não posso fazer nada. Estou até surpreso com a reclamação, os seguranças da casa não podem fazer nada do lado de fora”, ressaltou.

Assista abaixo o vídeo feito pelo morador Edson Clair às 3h30 da madrugada.



Muita gente pensa que é só a partir das 22:00hs, mas perturbação do sossego não tem hora para começar.

O estabelecimento é responsável pela algazarra na rua, pois criou a situação aoa trair aquelas "pessoas".

Filmem a algazarra. Se os estabelecimentos tiverem facebook ou twitter, imprimam as páginas em que eles anunciam os shows, vejam se eles postam fotos. Procurem notícias em sites também. Às vezes tem site anunciando que tal dia, tal boate vai tocar com música ao vivo, banda fulana, etc.

B.O. é para uma ocorrência. Se o sujeito fizer bagunça novamente, então faça outro B.O.

Além da polícia, reclame no órgão da prefeitura (acho que é o SEMADUR).

Com o protocolo do SEMADUR, o B.O. e as provas coletadas, procure o Ministério Público.
 
Guilherme Arakaki em 11/05/2013 09:53:33
Realmente o som da casa não imcomoda e nas vezes que incomodava entrava em contato com o proprietário e ele baixava o volume na mesma hora, mas o problema são as pessoas na rua que não respeitam, uma ocasião acordei as 5:00 h da manhã de uma 5ª feira, pois havia um sujeito sem noção que ao sair dessa casa, teve a capacidade de manobrar seu carro até a frente de minha casa, parou na entrada da minha garagem, abriu o porta malas do carro e colocou o som nas alturas, mesmo com meu carro na garagem e o cara não se toca que ali é uma residencia , ai tenho que sair no portão para a pessoa se tocar, todas as 4ª e sábados não dormia, morei mais de 30 anos ali e era muito tranquilo até essa casa abrir, tive que me mudar.

Agora é muito fácil dizer "chama a policia" ou "liga no 190", não resolve.
 
Isaac Pegaz em 02/03/2013 07:48:19
Fazer um abaixo assinado com todos os moradores que se sentem perturbados ,conseguir umas 20 assinaturas(quanto mais melhor) tirar algumas fotos, alguns videos, e encaminhar a um advogado. Ele saberá os procedimentos a ser tomados e sem sombra de duvidas a "baderna" sera resolvida.
 
Douglas Maroni em 01/03/2013 09:51:23
ta chegando o momento das autoridades criarem a (zona, praça, cidade) seja lá o nome que for, para os eventos barulhentos, nem todo mundo gosta de silêncio, de dormir cedo ou de ficar em casa, as pessoas também tem direito de se divertirem. Ai sim as pessoas que gostam de ambientes silenciosos poderão ficar tranquilos, não adianta apenas reclamar, temos que ser solidários, somos seres humanos e todos temos direitos. Cada um no seu quadrado.
 
Wilson Galeano em 01/03/2013 09:28:59
Esta algazarra , tambem esta complicado aqui na Cel antonino; sexta e sábado de 23:00HS em diante pra você passar com uma ambulancia, os lixeiros, é uma merda. pra quem transita de a pé ta complicado é sujeito apanhar dos maloqueiros é o tal do funk , isto de dá em frente a uma conveniencia próximo ao terminal Gal Ozório, e mais acima ao lado de um clube de bailes. Autoridades tem que tomar uma providencia.
 
Ado Filho em 01/03/2013 09:17:56
Fica ai uma ideia bem Radical, vcs sabem fazer coquetel molotov? entao junte os vizinhos facam e jogue no carro que esta com o som auto vcs vao ver como funciona. Nunca mais esses animais vao encomodar ninguem, vao a casa desses vagabundos ao meio dia e vejam se nao estao dormindo, a maioria e filhinho de papai que nao trabalha e a noite sai pra encomodar quem trabalha o dia inteiro.
 
Antonio Garcia em 01/03/2013 09:08:19
Essa casa está parecendo ser uma zona.
 
sebastião dos reis em 01/03/2013 08:45:04
Nem adianta chamar a polícia. Primeiro porque ela não vai mesmo. ASegundo, por que se por milagre ela for, eles abaixam o som e assim que a polícia for embora eles aumentam novamente.
O certo é anotar placa, horário, local e fazer um BO de pertubação. pois um policial me disse que eles não vão nesse tipo de ocorrencia pois na hora abaixam o som e depois voltam a erguer de novo. Se o policial apreende o som ele pode ser procesado por abuso de autoridade e tem juiz que limpa a barra dos "tira" mas tem juiz que prefere "ferá-los" (palavras do policial dentro de uma delegacia).
 
Nadia Santos em 01/03/2013 08:18:20
Mania de brasileiro. Reclamar e nãoprocura seus direitos. Perturbação do sossego e contravenção penal. El se dá qualquer dia e horário. Não se deve confundir com Lei do Silêncio. A pessoa que se senti prejudicada tem duas medidas. Primeira registrar um BO na DEOPS. Ai sim a polícia vai documentada e age. Segunda, organiza um abaixo assinado entre todos os moradores e que se sentirem prejudicados. Ai não importa se barulho é interno ou externo. Os órgãos públicos terão que dar uma resposta. Essa bosta de funk é coisa de maloqueiros desocupados. Eles não respeitam ninguém. E a mídia também é uma arma poderosa. Aciona os órgãos responsáveis pela fiscalização e conjuntamente os órgãos de imprensa.
 
jose maria santos em 01/03/2013 08:09:59
o crime de perturbação do sossego, não precisa de representação meu caro claudinei braz, o fato da policia chegar ao local e deparar com tal situação não a impede de levar a delegacia, caso não tenha comunicante. é só a policia querer atender de madrugada neh, por que a delegacia ta lá...só levar...agora quem é que vai acordar de madrugada?
 
alex oliveira em 01/03/2013 07:58:27
Esse barulho são dos carros, sou frequentadora e não dá pra ouvir nessa altura o som da Casa Noturna, meu amigo chame a polícia por causa dos carros com som alto.
 
Fatima de Oliveria em 28/02/2013 17:22:38
sempre é culpa da policia porque quando denunciam no 190 ninguem quer aparecer la para irem para a delegacia querem que resolva mais nao querem se envolver com medo de repesarias
 
claudinei braz em 28/02/2013 17:07:52
imagem transparente

Desenvolvido por Idalus Internet Solutions