A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

11/04/2014 06:37

Aparelho criado em Campo Grande garante carga para celulares na mesa de bar

Anny Malagolini
Carregador portátil chega as mesas dos bares da Capital (Foto: Divulgação)Carregador portátil chega as mesas dos bares da Capital (Foto: Divulgação)

Para o desespero de quem não consegue desgrudar do celular, por conta do acesso à internet, as baterias dos smartphones costumam durar pouco. Mas há um mês o carregador portátil começou a aparecer nas mesas de bares da cidade, para o bem dos conectados. 

Veja Mais
Atualização permite curtir e até desativar comentários no Instagram
Após 36 horas, maratona tecnológica escolhe os projetos vencedores

Em Campo Grande, o “Full Charge” é invenção do engenheiro elétrico Edson de Souza Lima Junior, de 25 anos, projeto de faculdade"Foi produto de pesquisa", lembra. Em dezembro do ano passado, ele se formou e decidiu investir na ideia e colocar a peça no mercado, oferecendo de bar em bar.

Em março, cinco casas já tinham o equipamento para disponibilizar aos clientes: o Maracutaia, Barrica, Mercearia, 21 Bar, Cachaçaria Brasil e a cafeteria Fran’s Café.

O carregador tem três entradas de cabos, para Iphone 5 e 4, e a que serve para a maioria dos smartphones. Já os celulares mais antigos, esses não têm vez.

O aparelho só tem contato com a energia elétrica uma vez ao dia, para receber a carga total que depois é transferida aos aparelhos celulares. O Full Charger precisa ser carregado por 10 horas e assim haverá energia para carregar os aparelhos por até 15 horas, explica o engenheiro.

Segundo Edson, os aparelhos ainda não têm um valor de mercado. A negociação entre os bares acontece como uma espécie de comodato, com contrato e tempo determinado de uso. “Está em teste pra ver a recepção dos clientes”, explica.

Além de salvar quem está sem bateria, de quebra o aparelho tem em um painel “backlight” para anúncios.

O empresário Rafael Cabrelli, de 22 anos, proprietário do Barrica Bar, de tanto ouvir dos clientes pedidos por uma tomada, decidiu colocar o aparelho no local. “Quando o garçom ouve alguém reclamando, já oferece”, comenta.

O bar tem internet gratuita para os clientes, o que exige ainda mais das baterias. Antes, o jeito era oferecer a tomada que fica ao lado do caixa. "Mas viviam esquecendo o aparelho”, comenta.

Proprietário do bar Mercearia, João Marcelo, de 38 anos, também apelou ao aparelho para ajudar os clientes. “Sempre iam até o caixa pedir para carregar, mas assim fica confortável pra eles”, justifica.

Por ser novidade, o equipamento estará em fase de teste até o dia 24 de abril, mas João diz que pretende continuar oferecendo o carregador aos clientes, sem cobrar nada pelo uso. “Hoje as pessoas ficam sem comer, mas não conseguem ficar sem o celular”, observa.

Para saber mais informações sobre a empresa que produz o aparelho clique aqui




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions