A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

24/10/2014 12:37

Presidente da Fenaj se surpreende com "potência" do jornalismo online em MS

Aliny Mary Dias
Presidente da Fenaj, Celso Schröder visitou a redação do jornal em companhia do presidente do Sindjor-MS, Geraldo Ferreira (Foto: Fernando R. Ientzsch)Presidente da Fenaj, Celso Schröder visitou a redação do jornal em companhia do presidente do Sindjor-MS, Geraldo Ferreira (Foto: Fernando R. Ientzsch)

Durante visita à redação do Campo Grande News na manhã desta sexta-feira (24), o presidente da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e vice-presidente da FIJ (Federação Internacional dos Jornalistas), Celso Schröder, avaliou como “surpreendente” a importância do jornalismo online em Campo Grande.

Veja Mais
Atualização permite curtir e até desativar comentários no Instagram
Após 36 horas, maratona tecnológica escolhe os projetos vencedores

Celso está na Capital desde ontem (24) e veio à cidade para participar da Semana de Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Na noite desta sexta-feira (24), o presidente da Fenaj fará uma palestra sobre a profissionalização do mercado jornalístico.

Acompanhado do presidente do Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul), Geraldo Ferreira, Schröder visitou redações de alguns veículos de comunicação da Capital e, segundo ele, uma das principais características da cidade é o potencial do jornalismo digital.

“Eu vim a Campo Grande há alguns anos e hoje, visitando às redações, me surpreendi com a potência da mídia digital na região. A estrutura das redações é interessante e pude ver o quanto o jornalismo é ativo na participação, principalmente no setor político”, explica.

A supresa do presidente da Fenaj em relação à potência do jornalismo online em Mato Grosso do Sul pode ser expressa em números. Segundo levantamento do IVC (Instituto Verificados de Circulação), do último dia 23 de setembro até ontem, o Campo Grande News teve 19,7 milhões de visualizações de página.

Em Mato Grosso do Sul, é o portal de notícias mais acessado, ficando a frente de portais nacionais como o M de Mulher e Estadão. No ranking nacional, o Campo Grande News é o 16º mais acessado pelos brasileiros.

Violência - Celso está em Campo Grande para falar de temas relacionados ao exercício da profissão, Uma das preocupações da Fenaj com relação ao mercado profissional sul-mato-grossense é a violência sofrida por profissionais de comunicação. No Estado, em razão da situação fronteiriça, a preocupação é ainda maior.

“Os casos aqui são muitos e em sua maioria atingem jornalistas que atuam no meio político, a Fenaj tomou atitudes para que esse cenário mude e para que principalmente a punição aos envolvidos seja severa”, diz.

Em março desse ano, a Secretaria dos Direitos Humanos reconheceu a violência contra os profissionais como uma problema de Estado. De 2009 a 2014, conforme levantamento da secretaria, 321 jornalistas foram atingidos por agressão ou atentado à liberdade de expressão.

Para mudar a realidade, a Fenaj propõe ao Governo Federal a criação de um observatório público para receber denúncias de agressão contra jornalistas e conseguir a aprovação de uma medida que coloque a Polícia Federal atuando em investigação de casos em que profissionais de comunicação sejam vítimas.

Filiação - Ainda de acordo com o presidente da Fenaj, além de visitar as redações e ter um contato mais direto com os jornalistas, a filiação dos profissionais ao sindicato local e posteriormente à federação nacional também é um dos objetivos da vinda à Capital.

O último levantamento do Ministério do Trabalho revelou que em todo o Brasil existem pelo menos 150 mil profissionais com registros de jornalistas. Desse total, de 20 a 30 mil são filiados à Federação Nacional dos Jornalistas.

“Nós vemos muitas ações coletivas, nos últimos anos, se transformarem em individuais e os sindicatos acabam passando por uma crise. No Brasil, sabemos que 25% dos trabalhadores são sindicalizados e trabalhamos para que os profissionais olhem para os sindicatos de forma diferente e participativa”, completa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions