A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017

24/10/2014 12:37

Presidente da Fenaj se surpreende com "potência" do jornalismo online em MS

Aliny Mary Dias
Presidente da Fenaj, Celso Schröder visitou a redação do jornal em companhia do presidente do Sindjor-MS, Geraldo Ferreira (Foto: Fernando R. Ientzsch)Presidente da Fenaj, Celso Schröder visitou a redação do jornal em companhia do presidente do Sindjor-MS, Geraldo Ferreira (Foto: Fernando R. Ientzsch)

Durante visita à redação do Campo Grande News na manhã desta sexta-feira (24), o presidente da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) e vice-presidente da FIJ (Federação Internacional dos Jornalistas), Celso Schröder, avaliou como “surpreendente” a importância do jornalismo online em Campo Grande.

Veja Mais
Messenger libera vídeochamadas em grupos de até 50 pessoas
Treze milhões de domicílios no Brasil só têm TV analógica aberta, diz IBGE

Celso está na Capital desde ontem (24) e veio à cidade para participar da Semana de Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Na noite desta sexta-feira (24), o presidente da Fenaj fará uma palestra sobre a profissionalização do mercado jornalístico.

Acompanhado do presidente do Sindjor-MS (Sindicato dos Jornalistas de Mato Grosso do Sul), Geraldo Ferreira, Schröder visitou redações de alguns veículos de comunicação da Capital e, segundo ele, uma das principais características da cidade é o potencial do jornalismo digital.

“Eu vim a Campo Grande há alguns anos e hoje, visitando às redações, me surpreendi com a potência da mídia digital na região. A estrutura das redações é interessante e pude ver o quanto o jornalismo é ativo na participação, principalmente no setor político”, explica.

A supresa do presidente da Fenaj em relação à potência do jornalismo online em Mato Grosso do Sul pode ser expressa em números. Segundo levantamento do IVC (Instituto Verificados de Circulação), do último dia 23 de setembro até ontem, o Campo Grande News teve 19,7 milhões de visualizações de página.

Em Mato Grosso do Sul, é o portal de notícias mais acessado, ficando a frente de portais nacionais como o M de Mulher e Estadão. No ranking nacional, o Campo Grande News é o 16º mais acessado pelos brasileiros.

Violência - Celso está em Campo Grande para falar de temas relacionados ao exercício da profissão, Uma das preocupações da Fenaj com relação ao mercado profissional sul-mato-grossense é a violência sofrida por profissionais de comunicação. No Estado, em razão da situação fronteiriça, a preocupação é ainda maior.

“Os casos aqui são muitos e em sua maioria atingem jornalistas que atuam no meio político, a Fenaj tomou atitudes para que esse cenário mude e para que principalmente a punição aos envolvidos seja severa”, diz.

Em março desse ano, a Secretaria dos Direitos Humanos reconheceu a violência contra os profissionais como uma problema de Estado. De 2009 a 2014, conforme levantamento da secretaria, 321 jornalistas foram atingidos por agressão ou atentado à liberdade de expressão.

Para mudar a realidade, a Fenaj propõe ao Governo Federal a criação de um observatório público para receber denúncias de agressão contra jornalistas e conseguir a aprovação de uma medida que coloque a Polícia Federal atuando em investigação de casos em que profissionais de comunicação sejam vítimas.

Filiação - Ainda de acordo com o presidente da Fenaj, além de visitar as redações e ter um contato mais direto com os jornalistas, a filiação dos profissionais ao sindicato local e posteriormente à federação nacional também é um dos objetivos da vinda à Capital.

O último levantamento do Ministério do Trabalho revelou que em todo o Brasil existem pelo menos 150 mil profissionais com registros de jornalistas. Desse total, de 20 a 30 mil são filiados à Federação Nacional dos Jornalistas.

“Nós vemos muitas ações coletivas, nos últimos anos, se transformarem em individuais e os sindicatos acabam passando por uma crise. No Brasil, sabemos que 25% dos trabalhadores são sindicalizados e trabalhamos para que os profissionais olhem para os sindicatos de forma diferente e participativa”, completa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions