A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

31/08/2014 15:51

Vine permite usuários a compartilhar vídeos de somente seis segundos

Filipe Prado
Em seis segundo, app Vine permite gravar e compartilhar vídeos (Foto: Marcelo Calazans)Em seis segundo, app Vine permite gravar e compartilhar vídeos (Foto: Marcelo Calazans)

Para quem achava que 140 caracteres eram poucos para se expressar nas redes sociais, o aplicativo Vine mudou a visão dos usuários em apenas seis segundos. O app consiste em constar histórias através de vídeos de até seis segundos. O programa, que é sucesso nos Estados Unidos, foi criado em 2013 pelo twitter, já soma mais de 40 milhões de usuários.

Veja Mais
Após 36 horas, maratona tecnológica escolhe os projetos vencedores
Competidores ficam sem dormir para solucionar desafios em saneamento

O Vine, compatível com os sistemas Android, iOS e Windows Phone, permite com que os usuários compartilhem vídeos, de no máximo seis segundos, em modo cíclico, como se fosse em formato .gif, ou seja, que reproduzem e repetem automaticamente.

No Brasil o aplicativo ainda não tomou a mesma proporção que no exterior, onde os Viners, como são chamados os usuários, fazem superproduções. Em Campo Grande, poucos são conhecidos por ser um Viner. Na verdade, somente um campo-grandense é realmente reconhecido pela rede social, o ator e modelo Carlos Santana Carneiro Filho, 18 anos, mais conhecido por @WhoIsCarlos.

Depois de ter participado do Colírios da Capricho, Carlos começou a ganhar maior visibilidade nas redes sociais, principalmente no Twitter. Então há três meses começou a gravar os vídeos, acumulando cerca de 31mil no Vine.

“Eu gravo o meu cotidiano. Faço algo e penso que pode virar um vine, então gravo. Ou se leio alguma coisa que pode virar”, afirmou. Os revines, nome dos compartilhamentos, de Carlos chegaram há oito mil, porém são números inferiores se comparados a viners de São Paulo e Rio de Janeiro, alegou Carlos.

Carlos grava os vídeos há três meses e já conseguiu 31 mil seguidores (Foto: Marcelo Calazans)Carlos grava os vídeos há três meses e já conseguiu 31 mil seguidores (Foto: Marcelo Calazans)

É claro, que em seis segundos, não é simples estruturar um vídeo. “Tem gente que acha fácil, mas tem que ser muito teatro, muita interpretação”, revelou Carlos.

Kenneth Corrêa, 31, especialista em aplicativos, apontou que o app não caiu no gosto dos brasileiros, somente dos mais “viciados”, principalmente pelas novas funcionalidades do Instagram.

“O Instagram adotou funcionalidades bem parecidas com a do Vine, isso deixou mais difícil do aplicativo se expandir”, afirmou o especialista.

De acordo com o site Mashable, cinco vines são "tuítados" a cada segundo. Se um usuários resolver assistir todos os vídeos do Vine, ele poderia levar até oito anos para "zerar" o app, sem contar com as novas publicações. O site também calculou que entre 2011 e 2016 o aplicativo tenha um crescimento de 1800%.

“Com o Vine as pessoas puderam me conhecer melhor, não só pelas palavras. Agora sabem o que eu gosto de fazer e o que eu acho engraçado”, finalizou o Viner. O vídeos de Carlos podem ser encontrados no app ou pelo site do Vine https://vine.co/WhoIsCarlos.

WhatsApp deixará de funcionar em alguns modelos de smartphone
O aplicativo WhatsApp anunciou hoje (3) que irá parar de funcionar em alguns modelos de celulares a partir do dia 31 de dezembro deste ano. Os modelo...
Em MS, drone é usado em festas e mapeamento ambiental
Apesar de não possuir regulamentação nem fiscalização, o uso do drone é cada vez mais comum no Estado. Os valores variam de R$ 500 para casamentos a ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions