A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

13/11/2012 19:45

“Campanha Pedestre Eu Cuido” completa um ano neste mês

Viviane Oliveira
Campanha completa um ano com resultados positivos.  (Foto: João Garrigó)Campanha completa um ano com resultados positivos. (Foto: João Garrigó)

No mês de novembro a “Campanha Pedestre Eu Cuido” completa um ano com resultados positivos. Apoiada na ideia do respeito ao pedestre, a implantação em Campo Grande foi espelhada em cidades como Brasília e Goiânia, onde o pedestre tem preferência para atravessar na faixa de segurança. O programa está na 4ª etapa.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

Durante a primeira fase houve a conscientização dos condutores e após 15 dias os motoristas começaram a ser autuados pelo desrespeito à faixa de pedestre. No primeiro mês de fiscalização 437 condutores foram autuados.

Neste ano foram autuados até agora 373 condutores, número bem menor se comparado ao primeiro mês de campanha. Para o diretor do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), Carlos Henrique Santos Pereira, é uma grande conquista. “Nós percebemos a mudança de comportamento dos motoristas de Campo Grande, onde houve uma redução da velocidade desenvolvida na via e um maior respeito ao pedestre”, disse.

O atropelamento de pedestre também diminuiu. No ano passado foram 330 atropelados, neste ano até agora foram 275, uma redução de 17%. “Durante todas as fases da campanha, nós pedimos o respeito dos motoristas com os pedestres e a atenção dos pedestres ao atravessar a via”, lembrou a diretora de Habilitação e Educação de Trânsito do Detran, Elizabeth Félix.

De acordo com dados do Projeto Vida no Trânsito, 17 pessoas morreram atropeladas este ano. Nenhuma delas estava atravessando na faixa de pedestre. De acordo com o psicólogo do Detran, Renan Cunha Junior, o comportamento dos campo-grandenses está mudando. “Nós não mudados de comportamento do dia para a noite, isso leva tempo”, finaliza.

 




Eu sou pedestre e procuro ao máximo fazer minha parte, só atravesso na faixa, não abuso, presto atenção ao sinal e só atravesso se o sinal estiver verde para mim, independentemente de estar na faixa, afinal, devo me cuidar, pois como pedestre sou a parte mais vulnerável. O que eu tenho percebido não é o desrespeito do motorista com relação ao pedestre e sim a falta de atenção e o abuso dos pedestres que acham que podem ir se enfiando no meio da rua sem a mínima atenção. O trânsito é uma "via de mão dupla", se temos nossos direitos também temos obrigações. Não adianta o motorista mudar o comportamento se o pedestre não fizer sua parte, porque quando acontece alguma fatalidade, ainda se dão ao desfrute de agredir o condutor do veículo. A lei é para todos...
 
Ivone Arguelho em 13/11/2012 22:30:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions