A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

03/05/2014 17:16

“É como lidar com crianças”, diz PRF sobre conscientização no trânsito

Caroline Maldonado e Filipe Prado

As mortes por acidente na BR-060 aumentaram significativamente em relação ao ano passado. De janeiro a maio do ano anterior foi registrada ocorrência de apenas uma morte na rodovia. No mesmo período deste ano o número subiu para 19. A informação é da Polícia Rodoviária Federal, que promove ações de conscientização, que não têm sido suficientes para diminuir os casos, de acordo com o chefe da seção de policiamento e fiscalização da PRF, Airton Motti Júnior.

Veja Mais
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular
Motociclista de 16 anos fura sinal vermelho e colide em caminhão

De acordo com Motti, aumentou em 30% o número de autuações por embriaguez. “Hoje temos oito radares fotográficos na rodovia e a fiscalização aumentou, além das campanhas de conscientização. Mas percebemos que é como lidar com crianças”, lamentou. Como parte das ações de conscientização, a PRF exibe vídeos sobre acidentes em ônibus, que circulam nas rodovias.

O número de acidentes saltou de 36 para 106. A maioria deles ocorreu no trecho de Sidrolândia a Nioaque, o mesmo onde houve protesto dos indígenas nos dias 29 e 30 do mês passado. Segundo Motti, o perfil dos envolvidos nos acidentes é de pessoas entre 30 e 40 anos de idade, ou seja, o motivo é a imprudência. “É uma questão de cultura e não de fiscalização. As pessoas não sabem as regras de trânsito”, avalia.

As principais causas de acidentes são as ultrapassagens proibidas e condução em alta velocidade. O fluxo na rodovia também aumentou, pois as pessoas estão preferindo a BR-060, depois de perceber que a BR-163 está se mostrando perigosa.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions