A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

05/04/2014 10:03

Passeata marca início de campanha que quer reduzir mortes no trânsito

Aliny Mary Dias
Passeata começou as 9 horas deste sábado (Foto: Pedro Peralta)Passeata começou as 9 horas deste sábado (Foto: Pedro Peralta)

Para marcar o lançamento da campanha “Se Liga na Vida” órgãos ligados ao trânsito e entidades parceiras fizeram uma passeata na manhã deste sábado (5) no centro de Campo Grande. A arma usada para conscientizar os motoristas e reduzir mortes são nove carros destruídos em acidentes que estão espalhados em pontos estratégicos da cidade.

Veja Mais
Carros destruídos em acidentes são armas para conscientizar motoristas
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber

A concentração da passeata que também contou com carros começou às 8 horas na Rua Padre João Crippa, em frente à Praça do Rádio Clube. Além do BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), que coordena a campanha, outros órgãos também participaram.

Saíram em passeata às 9h30 integrantes do Conselho de Segurança do Centro, alunos de projetos sociais da PMA (Polícia Militar Ambiental), Rotary Clube, Corpo de Bombeiros, Banda da Polícia Militar, Correios, Jacaré Triciclo Clube e PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Representantes do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e do GGIT (Gabinete de Gestão Integrada do Trânsito) também acompanharam a passeata que percorreu a Avenida Afonso Pena, Rua 14 de Julho e terminou na Rua Barão do Rio Branco.

De acordo com o comandante do BPTran, Jonildo Teodoro, a ação educativa tem objetivo de simbolizar o início da campanha. “Nós todos fazemos parte do trânsito e é uma ação muito importante que reflete nas atitudes de cada um nas ruas”, diz.

A campanha também vai contar com as blitze. Outra maneira de reduzir a violência nas ruas, mas dessa vez com foco nos motociclistas, 70% das mortes no trânsito. São em média três ações por semana em várias regiões e horários.

Na maior parte das fiscalizações, os motociclistas são flagrados pilotando sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou com documentos irregulares da moto. De cada 30 veículos apreendidos, 20 são motocicletas.

Viaturas e ambulâncias participaram de carreta que marca início de campanha (Foto: Pedro Peralta)Viaturas e ambulâncias participaram de carreta que marca início de campanha (Foto: Pedro Peralta)



Até quando estes órgãos vão continuar a desperdiçar nosso dinheiro com estas campanhas inúteis, qual a dificuldade em se entender que o que vai fazer com que se diminua a violência no transito é a mesma que diminuirá a violência geral, PUNIÇÃO. em quanto isto
 
Marco Aurélio Alves Queiróz em 05/04/2014 11:29:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions