A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

30/01/2014 14:54

“Pedestre, eu Cuido” é ineficiente e mortes aumentaram 16% em 2013

Aliny Mary Dias
Mortes aumentaram, mas Detran justifica que campanha ficou parada durante 7 meses (Foto: Arquivo)Mortes aumentaram, mas Detran justifica que campanha ficou parada durante 7 meses (Foto: Arquivo)

Criada para reduzir o número de acidentes e mortes envolvendo pedestres e instituir na Capital o respeito aos que circulam a pé e ensiná-los a atravessar na faixa, a Campanha “Pedestre, eu Cuido” não cumpriu seu papel no ano passado e as mortes aumentaram 16% em relação aos números de 2012.

Veja Mais
Agetran diz que só não pintou todas as faixas da campanha “Pedestre, Eu Cuido”
Mortes aumentam, Agetran se omite e "Pedestre, eu Cuido" é suspensa

Conforme os dados do setor de Educação da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), no ano passado 21 pedestres perderam a vida em Campo Grande. Em 2012, o número chegou a 18 óbitos.

A campanha lançada em novembro de 2011 chegou a reduzir as mortes em 2012 quando as ruas da Capital registraram uma morte a menos do que as ocorridas no ano do lançamento da campanha.

Uma das explicações do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de Mato Grosso do Sul para os problemas envolvendo a campanha apareceu no segundo semestre do ano passado. A campanha foi suspensa em julho e até hoje não voltou às ruas.

A justificativa, na época, era de que o trabalho desenvolvido em parceria com a Agetran, o Detran e o BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), não teve atenção da agência municipal no ano passado e isso fez com que a ação precisasse ser paralisada.

Elizabeth Félix, diretora de habilitação e educação de trânsito do Detran, explica que os problemas surgiram porque não houve respaldo da Agetran nas ruas. “De nada adianta a gente fazer as palestras e os trabalhos internos se as faixas e pontos estratégicos não estão pintados e sinalizados, este trabalho é da Agetran”, completa a diretora.

Para mudar o cenário que resultou no aumento de mortes, o novo diretor-presidente da Agetran, Jean Saliba, procurou o Detran há dois dias para retomar a campanha. A informação é de Elizabeth Félix que afirma que a retomada deve ocorrer em breve.

“Uma equipe do Detran se reuniu com a Agetran na manhã de hoje e já estamos definindo os pontos e conversando sobre a campanha. Nós esperamos que ela possa ser lançada já no mês que vem junto de outras campanhas educativas de volta às aulas”, completa Elizabeth.

Dados – Os dados da Agetran apontam ainda que em 2010 foram registradas 26 mortes de pedestres de Campo Grande.

Há também um levantamento feito mês a mês pelo Detran, no entanto, os números só levam em conta mortes que ocorrem na hora. O balanço da Agetran aponta mortes ocorridas em até 30 dias nos hospitais.

Sobre o número de acidentes, o número registrado no ano passado é menor do que em 2012. Foram 345 acidentes envolvendo pedestre que ficaram feridos contra 377 em 2012. Os números fazem parte do levantamento do Detran.

Agetran diz que só não pintou todas as faixas da campanha “Pedestre, Eu Cuido”
A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) não abandonou o campanha “Pedestre, Eu Cuido”, em parceria com o Detran (Departamento Estadual...
Detran lança hoje mais uma etapa da campanha “Pedestre, Eu Cuido”
O Detran ( Departamento Estadual de Trânsito) lança nesta terça-feira (2), a quarta etapa da Campanha "Pedestre, Eu Cuido!". Desta vez, o órgão conta...
Campanha “Pedestre, eu cuido!” começa hoje em 60 escolas da Capital
A partir desta segunda-feira (13) a campanha “Pedestre, eu cuido!” inicia nova etapa e vai para dentro de escolas particulares e públicas de Campo Gr...



Luiz Pereira a lei divina é mais clara, ela diz que se voce for atropelado por um carro, é possivel que voce MORRA, então eu acho que o pedestre tem que ser mais atento, o motorista que atropela tem a vida destruida por matar uma pessoa, mas o que é atropelado não tem mais vida, então acho que temos que ter cuidado dos dois lados, e duvido que a sua lei clara diga que o pedestre pode atravessar na faixa mesmo com o sinal para pedestres vermelho, se fosse assim não tinha necessidade de gastar dinheiro com sinal pra pedestres voce não acha?
 
MAXIMILIANO NAHAS em 31/01/2014 08:29:00
É necessário de uma conscientização dos pedestre também, pois tem gente que acha que tem uma faixa dá o direito de se jogar em frente de um veiculo, um carro pode até parar de uma vez mais uma moto não para derrepente, e outra quando para vem um veiculo atrás disperso e bate na traseira.
 
larissa silva em 31/01/2014 08:13:38
Obviamente muitos motoristas são culpados, pois todo dia vejo motoristas varando sinais e preferenciais. Porém, o pedestre também tem de ter cuidado.
Tem gente que atravessa a rua e nem olha para os lados, outros andam na rua ou avenida ao invés de irem pela calçada. Alguns chegam ao extremo de querer atravessar mesmo com o semáforo aberto para os carros, alguns adolescentes ainda o fazem devagar e sorridente.
O pedestre é a parte mais frágil no trânsito e, por isso mesmo, é ele quem tem de ter mais cuidado ao transitar nas ruas. E antes que alguém sem capacidade de interpretação de texto apareça, não, não estou isentando os motoristas de culpa e responsabilidade, mas afirmando que o pedestre também deve ter consciência de sua fragilidade e não se expor desnecessariamente.
 
Guilherme Arakaki em 31/01/2014 00:54:12
Acho ingenuidade acreditar em educar a respeitar as faixas, onde não se respeita nem sequer os semáforos. Sai mais barato pintar o asfalto e levar os alunos da rede de ensino pra fazer campanhas nas ruas, do que instalar mais semáforos, de pedestres inclusive, com radar e câmeras. Assim que se educa o trânsito.
 
Alexandre Alonso em 30/01/2014 23:03:49
Esses dias atrás em uma emissora de TV passou uma reportagem onde uma senhora anda com uma pequenina faixa com a palavra PARE. Ao atravessar a rua, ela mostra a faixa aos motoristas. Se essa moda pega.
 
Carlos José em 30/01/2014 22:38:33
isso mesmo fizeram a lei e esqueceram de avisar as pessoas dar a orientaçao necessaria ja tive que freiar e quase bati em um pedestre por que o mesmo atravessou na faixa do quebra mola derepente ,achando que era faixa de pedestre no quebra mola .e a questao das faixas so acho que exageraram nas faixas ,tem faixa demais e onde nao a necessidade so que o problema e ao parar recebe a cacetada na trazeira.o que muito aconteceu ali perto do camelo na zaram. tem que conscientizar o povo sobra a faixa senao vai continuar morrendo gente,ate parece que e isso que eles querem.
 
adriano xavier em 30/01/2014 20:53:47
Na verdade, as pessoas que andam motorizadas aqui acham que estão no quintal das suas casas e que podem fazer o que quiserem no trânsito. A sra. Ionara Salete, por exemplo, diz que não tem bola de cristal para adivinhar se o pedestre vai ou não atravessar. Mas bons motoristas não se utilizam de bolas de cristal! Usam sua visão acurada, seu censo de responsabilidade e sua gentileza, ao aproximaram-se de faixas de pedestres e diminuírem suas velocidades, por precaução. Respeito e gentileza no trânsito são essenciais, embora os motoristas em geral não utilizem estas duas opções, por acharem que, estando sentados em seus poderosos veículos, são donos do trânsito! Lamentável! Enquanto a mentalidade dos campograndenses não mudar em relação a isso, mortes e acidentes vão continuar a ocorrer!!!!!
 
Icaro Sen em 30/01/2014 20:39:40
Gente, Vocês prestarão atenção, no número de vitimas feridas no ano 2011,"345 acidentes de trânsito"; Com pessoas Feridas,se fosse você?....., ou alguém da sua família?......, em 2012 "377 acidentes de trânsito COM VITIMAS","PESSOAS FERIDAS". CONFORME ESTE NOTICIÁRIO EM 2 ANOS SÓ ACIDENTES ENVOLVENDO PEDESTRES,(345 +377=722),SETECENTOS E VINTE DOIS ACIDENTES COM VITIMAS,..... ESTAMOS NUMA GUERRA,........"CARROS" VEZES "PEDESTRE",.....QUEM SERÁ QUE VAI SAIR VENCEDOR?..........................................
 
Selma Maria Do Canto em 30/01/2014 20:00:16
O problema, penso, é que no mundo todo os pedestres têm a sua disposição o semáforo de demanda, aquele que a gente aperta o botão e o sinal fica vermelho para os carros. Muito mais seguro do que uma plaquinha, porém a Agetran não está afim de investir REALMENTE na segurança do pedestre...
 
Maria Ester Lopes em 30/01/2014 18:32:37
A lei é clara: pedestre tem preferência na faixa, sem necessidade de fazer qualquer sinal para atravessar. Se o motorista não conseguiu parar é porque estava acima da velocidade permitida ou desatento, e é por isso que faixas de pedestre sem semáforos não são instaladas em vias rápidas. A campanha não deu certo porque a fiscalização não existe!
 
Luiz Pereira em 30/01/2014 17:12:55
O que falta campanha que enfatiza, mais informações ao pedestre. Por exemplo, no local onde há faixa de travessia de pedestres, o mesmo deve sinalizar com a mão, a intenção de travessia, como respeitar locais, onde locais com sinal luminoso tem a preferência.
 
Rodrigo Alves em 30/01/2014 16:52:57
Como caminho muito perto do Belmar, teve vezes que fiquei um tempão com o braço estendido para atravessar e passavam voando os pés de cavalo para pegar lá na frente um sinal vermelho e nem pararam na faixa do "Pedestre Eu Cuido"! Tive que muitas vezes ir aos poucos com o braço estendido atravessando para alguma boa alma parar e olha que ainda assim tinha gente que passava na minha frente voando enquanto o outro carro estava parado! Um absurdo! E AOS PEDESTRES: TEM TRAVESSIAS QUE POSSUI O BOTÃO QUE DEVE SER APERTADO PARA QUE POSSAMOS ATRAVESSAR EM SEGURANÇA, PARA ISSO TEM QUE ESPERAR FICAR VERDE O NOSSO SINAL DE PEDESTRE!!!! é tão difícil assim ter educação?
 
Jucilene Saraiba em 30/01/2014 16:42:59
Como caminho muito perto do Belmar, teve vezes que fiquei um tempão com o braço estendido para atravessar e passavam voando os pés de cavalo para pegar lá na frente um sinal vermelho e nem pararam na faixa do "Pedestre Eu Cuido"! Tive que muitas vezes ir aos poucos com o braço estendido atravessando para alguma boa alma parar e olha que ainda assim tinha gente que passava na minha frente voando enquanto o outro carro estava parado! Um absurdo! E AOS PEDESTRES: TEM TRAVESSIAS QUE POSSUI O BOTÃO QUE DEVE SER APERTADO PARA QUE POSSAMOS ATRAVESSAR EM SEGURANÇA, PARA ISSO TEM QUE ESPERAR FICAR VERDE O NOSSO SINAL DE PEDESTRE!!!! é tão difícil assim ter educação?
 
Jucilene Saraiba em 30/01/2014 16:40:48
Mas é claro, a campanha tem que ter um acompanhamento, foi tudo abandonado, a prefeitura e a policia não estao nem aí, fora que realmente foi um perigo pois fizeram a campanha como se os pedestres fossem os donos da razão e não é bem assim, eles abusam, em lugar que tem sinal de pedestre eles não querem esperar o sinal ficar verde para eles, eles simplesmente atravessam e pronto, não pode, tem que ter alguem pra cuidar e alguem para ensina-los que onde tem sinal, o que vale é o sinal e não o pé do beleza na frente do carro.
 
MAXIMILIANO NAHAS em 30/01/2014 16:06:14
Pois é "pedestre eu cuido" deveria ter um curso do Detran para que os pedestres soubessem como utilizar a faixa, motorista não tem bola de cristal pra adivinhar quando vão atravessar, assim como carro não para do nada, precisa de um espaço pra parar, não é só colocar o pé na faixa que os carros simplesmente paralisam no ar, ou o motorista vai adivinhar que o bendito que tá parado, fazendo tipo vai não vai, vai atravessar naquele momento.

O que tenho visto é que a grande maioria dos pedestres não dão sinal que vão atravessar, repito: motorista não tem bola de cristal e carro não para do nada, no ar.

 
Ionara Salete Berti em 30/01/2014 15:51:30
A Campanha "Pedrestre eu Cuido" é aceitável pelos motoristas em geral.
O que está errado é o pedestre achar que está sempre na sua razão, e atravessar as faixas, sem tomar os cuidados necessários, comportando-se como que estivesse no quintal da sua casa.
Agindo assim, com certeza será atropelado, porque nem sempre o motorista tem condições de frear ou desviar seu carro.
Outra coisa que acontece de errado, é o ciclista atravessar as faixas montado em sua magrela, exigindo que os motoristas parem para ele passar.
A campanha é clara e diz "Pedestre eu Cuido", ciclista não é pedestre, e os motoristas não estão obrigados à parar, mas param em respeito à vida.
AgetranFica a dica.

Pela justa razão, deveriam descer das suas magrelas, e atravessarem as faixas empurrando as bicicletas.

 
VALDIR VILLA NOVA em 30/01/2014 15:41:05
Esqueceram de avisar os pedestres que eles tem de sinalizar que vão atravessar (Ok avisaram mas ninguém faz isso). Uma vez quase atropelei um Senhor que atravessou na faixa, mas com o semáforo verde para os carros, passei de moto e quase os dois vão pro chão. E várias vezes a pessoa ta parada na beira da faixa e derrepente resolve atravessar, nós não somos advinhas!! Hoje mesmo o sinal nem havia fechado ainda e uma mulher atravessa no sinal verde novamente só ouvi os carros freiando e parando em cima da faixa pra bonita passar.. tem pedestre que abusa também..
 
Maryanna Meins em 30/01/2014 15:06:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions