A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

14/07/2015 16:23

Acidente chama atenção para ausência de cinto de segurança em ônibus

Michel Faustino, Edivaldo Bitencourt e Juliana Brum
Ônibus trafegava sem cinto de segurança: acidente deixou 16 feridos (Foto: Juliana Brum)Ônibus trafegava sem cinto de segurança: acidente deixou 16 feridos (Foto: Juliana Brum)

O acidente envolvendo uma carreta e um ônibus da Viação Andorinha, com 26 passageiros, ocorrido no início da tarde de hoje (14), no Km 523 da BR-163 perto de Jaguari, a 25 quilômetros de Campo Grande, expõe a falta de cinto de segurança nos coletivos. O dispositivo de segurança não é exigido nos ônibus que fazem o transporte entre os municípios, conhecidos como “pinga-pinga”.

Veja Mais
Colisão fere 16 e ocorreu durante pare-e-siga por causa do 1º acidente
Família faz peregrinação em busca de vítima de colisão com ônibus

Nesta terça-feira, 16 dos 26 passageiros ficaram feridos e foram encaminhados aos hospitais pelo Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e CCR MS Via.

Segundo a atendente de supermercado, Ariana Ali de Almeida, 27 anos, ela já colocou o cinto porque o ônibus da Andorinha não contava com o equipamento de segurança. “O grande problema foi não ter cinto”, comentou.

Ariana bateu o queixo. Ela contou que a passageira ao lado fraturou o nariz. Uma gestante quebrou o nariz. “Só não foi pior porque o ônibus estava devagar”, contou a atendente.

A aposentada Maria Aparecida Inácia, 53, contou que estava cochilando quando houve a colisão. Após o susto, ela acordou e viu os colegas de viagem ensangüentados.

Ninguém morreu no acidente e o socorro mobilizou 10 viaturas, sendo que duas, do Samu, quebraram no caminho.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions