A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

01/03/2012 07:28

Acidente entre moto e caminhonete deixa dois em estado grave na Capital

Fernando da Mata e Viviane Oliveira

Colisão aconteceu cruzamento da rua Paulo Machado com a rua das Garças, bairro Autonomista

Pertences das vítimas e destroços ficaram espalhados após colisão com caminhonete (Foto: Viviane Oliveira)Pertences das vítimas e destroços ficaram espalhados após colisão com caminhonete (Foto: Viviane Oliveira)
Moto ficou destruída (Foto: Viviane Oliveira)Moto ficou destruída (Foto: Viviane Oliveira)

Um acidente entre moto e caminhonete deixou duas pesssoas gravemente feridas, por volta das 5 horas desta quinta-feira (1º), no Jardim Autonomista, em Campo Grande.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as duas vítimas estavam na motocicleta. O condutor Wilson Barbosa, 45 anos, e o passageiro Everton da Silva Félix, 18 anos, foram encaminhados para a Santa Casa. Um deles quebrou as pernas.

A colisão com a caminhonete Hilux, placas de Campo Grande, aconteceu no cruzamento da rua das Garças com a Paulo Coelho Machado (antiga Furnas). Da moto, só sobrou a carcaça e a caminhonete ficou com a frente destruída após o acidente.

Segundo a Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito), tudo indica que a moto estava na Paulo Machado e a caminhonete na rua das Garças, que é a preferencial.

Com o impacto, os dois veículos ficaram na rua das Garças. A Hilux parou a 100 metros do local. Na via, havia gasolina que vazou da moto e pertences das vítimas.

Victor Chelatka Fernandes, 22 anos, conduzia a caminhonete e não quis dar entrevista. De acordo com a Ciptran, ele se recusou a fazer teste do bafômetro e assinará termo de constatação de embriaguês, além de ter a CNH recolhida.

O delegado Thiago Macedo, plantonista da Depac Centro, confirmou que a Hilux estava em velocidade incompatível para a via e tudo indica que o condutor estava alcoolizado. Além do forte cheiro de álcool no veículo, um líquido que aparenta ser bebida alcoólica foi encontrado e o porta-copos provavelmente foi utilizado.

Frente da caminhonete destruída (Foto: Viviane Oliveira)Frente da caminhonete destruída (Foto: Viviane Oliveira)

A Polícia Civil ainda não localizou alguma testemunha que viu o acidente. A comerciante Cléo Duarte, 48 anos, mora na esquina onde aconteceu a colisão e contou ao Campo Grande News que acordou com a pancada.

“Foi muito forte, não quis nem ver o que tinha acontecido”. Cléo reclamou que os veículos trafegam em alta velocidade na rua, principalmente de madrugada, e que o cruzamento precisa de um semáforo, pois é mal sinalizado e perigoso.

Familiares das vítimas chegaram posteriormente no local e disseram que Barbosa levava o enteado para o Exército e depois iria trabalhar.

O Corpo de Bombeiros jogou água para fazer a limpeza do local. O condutor da caminhonete foi conduzido para a Depac Centro.




Gente eu acho isso um absurdo o cara alco lisado andando nas ruas de campo grande com a lei seca que temos hoje em dia ........
 
Patrícia Feijó em 07/03/2012 11:19:05
Infelizmente os motoqueiros de Campo Grande abusam de mais da sorte e quando acontece um acidente é sempre eles que acabam se ferrando. Ultrapassam pela direita, cortam entre os carros, cruzam sinal vermelho... eles acabam brincando com a própria vida. Eis o resultado de tal imprudência!!
 
Narely de Assis Santos em 02/03/2012 02:39:16
Não adianta procurar culpados. Sinalização é obrigação das autoridades e atenção é obrigação dos condutores. O motorista da camionete podia sim estar em menos velocidade, mas é fato que a moto invadiu a preferência e agora paga fisicamente pelo próprio erro. E sabemos que não é de hoje que motoqueiros se arriscam se achando donos das ruas. Este ainda teve sorte de não ter pagado com a vida!
 
Sandra Abdelcarim em 01/03/2012 12:23:01
A verdade é que sinalização é obrigação das autoridades e atenção e respeito é obrigação de condutores! Não adianta procurar culpados, é fato que a moto invadiu a preferencial, o condutor poderia sim ter tido mais atenção e estar em menos velocidade, mas estava na preferência, e isso também é fato. E não é de hoje que motos se arriscam e pensam ser os donos da rua, e enfim pagam pelo próprio erro!
 
Sandra Abdelcarim em 01/03/2012 12:11:45
os dois ta errado um pq não respeitou a preferencial do outro e o outro pq estava embriagado, e se ambos tivessem devagar o impacto não seria tão grave assim
 
GREISSIELE GONZALES VILLALBA em 01/03/2012 11:51:27
Bom dia ! não é as autoridades que tem que fazer não! são os motoristas que tem que ter conciência, dignidade, respeito pelo proximo.
 
maria inacia da rocha em 01/03/2012 11:44:34
Moro há 36 anos no bairro nessa mesma rua das garças quase esquina c a rua roncador tres quadras acima da Paulo Machado o bairro está mal sinalizado as faixas ja estao apagadas,e os condutores dos veiculos que passam pelo bairro não respeitam a preferencial e muito menos a faixa de pedestre eles simplesmente igonoram que tem pedestre querendo atravessar a rua a imprudencia dos veiculos é constante
 
roseli soares em 01/03/2012 11:18:35
Falta de sinalização é só desculpa para amarelo, se não tem sinalização precisa passar correndo nos cruzamentos? Andar costurando entre os carros e passando em sinal vermelho é falta de sinalização também? Sou motociclista mas sou totalmente contra os motoqueiros!!
 
Adriana Farias em 01/03/2012 11:09:51
Tá todo mundo errado, mas os motociclistas vão continuar levando o pior até se conscientizarem que o pára-choque são suas pernas!!! A caminhonete estava em alta velocidade mas com certeza a moto não estava a 50 ou 60 por hora.... Tá tudo erradooooo
 
Adriana Farias em 01/03/2012 11:07:06
só sei q campo grande esta cheio de motoqueiros despreparados para pilotar uma moto, nao respeitam sinalisaçao, andam em alta velocidade, ficam costurando entre os carros, achando que sao os donos da rua, infelismente eles esquecem q num acidente quem se dá mal sao eles, e dona ROSANE pelo q eu saiba ninguem morreu nesse acidente, e nem vai.
 
lukas fialho teló em 01/03/2012 10:35:25
Assim, vamos pelos fatos... o rapaz da caminhonete, estava na preferencial; os senhores da moto, cruzaram a preferencial... quem esta errado? os dois por estarem correndo é só um agravante porem não a causa do acidente, campo grande tem vias aonde que os condutores trafegam a 80 km/h, por exemplo Av. Afonso Pena... o rapaz da caminhonete, não fazendo o teste, pode indicar algo, porém...
 
João Soares em 01/03/2012 10:34:12
Concordo com vc Ana Cristina. Enquanto tivermos gente como a Rosane achando que a solução para o problema de trânsito, principalmente de Campo Grande, é de competência das autoridades, muitas mortes ainda ocorrerão. A verdade é que tudo é consequência de berço, de educação, respeito ao outro e "tira vantagens". Ainda há quem diga que a sinalização, quando punitiva (ao bolso) é questão de "máfia".
 
Luiza Kinoshita em 01/03/2012 10:20:41
Exatamenete Sr. Eder , O senhor PASSOU pelo acidente eu parei desci do carro e vi tudo, e não vi nada de EMBRIAGADO la, o Condutor da camionete pode ter bebido, Mais mesmo bebendo ou não bebendo, quem atravessou a preferencial sem parar foi o motoqueiro.
O Problema é esses motoqueiros que acham que são donos da rua, ta ai mais um, que virou vitima por consequências dele próprio.
 
Lidio Bertotto em 01/03/2012 10:18:31
Não adianta ter sinalização perfeita, ha muitas sinalização em ruas da capital que são bem sinalizadas "zarhan " e acontece acidente do mesmo jeito, o Problema não esta nas autoridades e sim nos condutores que andam errado.
 
Odair de Jesus em 01/03/2012 10:15:01
Enquanto o povo não ter educação essas mortes vão continuar. O que adianta as ruas estarem sinalizadas se as pessoas não respeitam, não pensam no próximo??? Vamos aprender a ser mais gentis no transito!
 
HENRIQUE MANOEL RAMOS ALBERTO em 01/03/2012 10:13:21
Olá Éder, vc que está no trânsito dia-a-dia, fiscalizando vê muitas desta barbaridades. Se todo motorista chegar a um cruzamento não sinalizado resolver passar pois acha que pode estar certo,torna trânsito vai ficar mais caótico ainda. Ainda bem que existe uma parcela consciente que ao chegar em uma esquina não sinalizada ou com sinalização apagada, para e observa o fluxo, é esta a obrigação.
 
Fernando Almeida de Lima em 01/03/2012 10:03:33
Realmente o transito esta complicado. Pena que a populacao nao se respeita. Gostaria de deixar aqui minha estima de melhora ao condutor da camionete.
 
Jalim Habei em 01/03/2012 10:02:37
Se não quis fazer o teste de bafómetro, já ha alguma suspeita de embriaguez.
 
fabiano silva em 01/03/2012 09:53:28
Alguns motoqueiros sempre se aventurando, os caras pensam que o transito é aquele trompa/trompa de parquinho, só pode. Mais prejuizo para o cidadão trabalhador porque é o sus quem vai pagar essa conta do hospital. Ou será o carinha da caminhoneta que vai bancar?
 
jose carlos em 01/03/2012 09:43:42
Quando não existe sinalização no local, a preferência é de quem está a direita, outra coisa se o condutor da camionete não havia bebido, por que se recusou ao teste do bafômetro? Muitos motoristas e também motociclistas abusam da velocidade em locais "calmos", é ai que reside o maior perigo, pois numa via movimentada, normalmente a atenção é sempre maior,,,agora numa rua "calma", muitos não ...
 
Tadeu Luiz Rezende Nemir em 01/03/2012 09:36:37
Cara amiga Rosane, educação no trânsito não tem que vir das autoridades e sim dos cidadãos que dirigem como se estivessem em uma corrida de fórmula um, e na maioria das vezes, embrigados.
 
Ana Cristina em 01/03/2012 09:32:57
mais um com suspeita de alcool?
ate quando campo grande?
 
wanessa miguel em 01/03/2012 09:27:48
Eu passei no local, contrario ao que diz o Sr. Lidio, o proprietário do carro estava aparentemente embriagado e ainda ficou claro que pela força e gravidade do impacto... é um absurdo....
 
Julio Martins em 01/03/2012 09:27:34
Bom Dia! É fácil colocar a culpa no poder público, quem estava dirigindo? Supostamente condutores habilitado e que deveria saber e prestar atenção na via que trafegava, a má sinalização ou falta dela PODE contribuir para o acidente, mas quem causa é quem dirige. Se um semáforo tá apagado (falta de energia), quem tem que ter atenção é quem piloto, não o equipamento.
 
Éder Vera Cruz em 01/03/2012 09:13:56
Estive no local do acidente e o motorista da camionete não tinha nenhum sinal de embriaguez ! Se estava não aparentava, e aquela esquina da Paulo machado(furnas) com a rua das Garças é muito mal sinalizada, Direto motos e carros cruzam a Rua das graças que é preferencial sem ver, e acaba ocorrendo esse tipo de acidente! Precisa de um sinaleiro lá ISSO SIM.!
 
Lidio Bertotto em 01/03/2012 08:20:58
Meu Deus até quando vai essa matança no transito de Campo Grande e as nossas autoridades não fazem nada.
 
ROSANE PETERSEN em 01/03/2012 08:10:02
álcool, alta velocidade, imprudência, irresponsabilidade, falta de sinalização, fiscalizaçâo noturna em pontos criticos, em saída de boates e casas noturnas para evitar que motoristas embreagados peguem o volante. De que adianta acharmos tantas soluções agora que a desgraça esta feita. mexer no bolso do motorista irresponsável e de pais negligentes ainda é a melhor maneira de educar o trânsito.
 
Everton valadares em 01/03/2012 06:41:49
Caros, visitantes eu acho que falta competência dos orgãos responsáveis, e dos pais que não se importam com que os filhos estão fazendo , tenho três que se não me obedecem levam a maior surra, tenho certeza que estes não vão me dar trabalho enquanto estiverem dentro da minha casa. Depois que forem de maior vão assumir suas responsábilidades junto a sociedade.
 
Pedro Benites em 01/03/2012 02:17:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions