A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

08/12/2011 19:38

Acidente envolvendo cinco veículos tumultua avenida Costa e Silva

Viviane Oliveira e Paula Maciulevicius

No intervalo de 20 minutos foram registrados três acidentes na avenida. Ninguém ficou ferido

Os motoristas foram orientados a encostar os carros na faixa da esquerda para deixar o trânsito fluir. Os motoristas foram orientados a encostar os carros na faixa da esquerda para deixar o trânsito fluir.
Outro acidente na mesma via, caminhão com carro de passeio. (Foto: Pedro Peralta)Outro acidente na mesma via, caminhão com carro de passeio. (Foto: Pedro Peralta)

Um acidente envolvendo cinco veículos tumultuou na tarde de hoje (8) o trânsito na avenida Costa e Silva, em Campo Grande. No intervalo de 20 minutos foram registrados três acidentes na avenida.

O acidente envolveu um Gol, um Siena, um Voyage, um Palio e um Honda City. De acordo com a passageira do Gol, a vendedora Alexandra Freitas Vieira, 30 anos, estava parada no semáforo fechado sentido Costa e Silva/UFMS, quando veio um carro batendo no outro.

Segundo Alexandra, os dois últimos carros bateram um no outro até chegar ao primeiro. “A distância está normal, só percebi quando senti a pancada”, disse.

O condutor do Siena que não quis se identificar, contou que todos os veículos estavam parados. “Na hora do acidente eu estava com o pé no freio e ainda tentei segurar, mas a porrada foi tão feia que quebrou até o banco do meu carro”, reclama.

Nilton Bezerra, 45 anos, condutor do Voyage não sabe explicar o que aconteceu. “A pancada foi tão forte que eu joguei o carro para cima dos outros”, lamenta.

Já o motorista do Palio disse que estava parando o carro, quando levou a pancada atrás. O carro dele foi o que mais ficou danificado.

A mulher que dirigia o Honda City contou que só parou porque viu o carro da frente freiando bruscamente.

De acordo com o soldado da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), Nilson Gonçalves de Souza, o que houve foi falta de atenção de todos os motoristas.

“Se guarda a distância certa é possível evitar esse tipo de acidente, o famoso engavetamento”, afirmou o militar. Segundo ele, como há divergência entre quem foi o primeiro que causou a batida será feito um boletim de ocorrência e marcada uma audiência no juizado de trânsito.

Outros dois acidentes - Por causa do fluxo de veículos os policiais desviaram o trânsito para a pista da direita e esquerda. Neste desvio uma carreta bateu na traseira de um Corsa Classic. A 100 metros outra carreta bateu em um carro de passeio. Ninguém ficou ferido.

De acordo com o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) para não acontecer esse tipo de acidente é necessário manter entre o seu veículo e o que vai a frente, uma distância que possa parar, mesmo numa emergência, sem colidir com a traseira do outro




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions