A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

14/06/2011 12:41

Acidente na Avenida Mato Grosso provoca engarrafamento nas duas pistas

Paula Vitorino

Dois veículos ficaram danificados com a batida. (Fotos: Marcelo Victor)Dois veículos ficaram danificados com a batida. (Fotos: Marcelo Victor)
Engarrafamento na Avenida Mato Grosso. Engarrafamento na Avenida Mato Grosso.

Um acidente na Avenida Mato Grosso, próximo a rotatória da Via Park, deixou o trânsito no local ainda mais tumultuado nesta manhã. O engarrafamento tomou conta das duas pistas da Avenida, acima da Via Park.

Por volta das 11h, a Brasília de placas HQZ-4828 bateu no veículo Meriva, de placas JPP-0403, no retorno da Mato Grosso em frente a Clinica Carandá Bosque. De acordo com a filha do condutor da Brasília, Cassia dos Santos, de 30 anos, o freio do veículo falhou e por isso desceu e bateu na Meriva.

O motorista Lindolfo dos Santos, de 55 anos, abandou o local do acidente após a colisão. Segundo sua filha, ele ficou com medo de ser “linchado”.

“Ele estava indo me buscar no supermercado, mas como estava demorando resolvi vir descendo e vi o acidente. Vou ficar aqui até meu pai voltar”, conta.

Já a condutora da Meriva, Ariene Malhada, de 28 anos, foi socorrida pelos bombeiros com dores no peito, devido a pressão do cinto de segurança, e levada para o posto de saúde.

A Polícia Militar do Trânsito foi chamada para organizar o trânsito no local.

Engarrafamento - A fila de veículos na Avenida Mato Grosso, sentido centro-bairro, é um problema já freqüente para os motoristas que precisam passar pelo local diariamente.

O engenheiro Nelson Picolini afirma que o engarrafamento é constante no local e diz que “infelizmente tem que passar todos os dias pela via”.

Ele revela que o engarrafamento em alguns dias chega a ultrapassar o Albano Franco e cobra providências.

“É sempre desse jeito e os órgãos de trânsito falam que vão tomar uma providência e só enrolam. Nunca fizeram nada que realmente desse resultado”, frisa.

O cenário de engarrafamento também é confirmado pelo motorista João dos Santos. “Passo por aqui geralmente e várias vezes por semana é assim”, diz.

Ele conta que a fila é intensa nos horários de pico, entrada e saída do trabalho, além do horário de almoço.




Xenon é proibído, agora um veículo em péssimas condições, se estiverem com os documentos em dia, pode. Olha o que acontece.
 
ÉRISTON S. DE BARROS em 14/06/2011 04:54:18
Outro trecho da Mato Grosso caótico e perigoso (acidentes diariamente) é o da Eduardo Metelo até a Ceará, são oito quadras sem sinalização, redutor ou semáforo! Um absurdo a Agetran ignorar um corredor deste tão importante no trajeto de pedestres, idosos, cidadãos, autoridades e demais contribuintes. Até quando?
 
josé roberto amin em 14/06/2011 02:41:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions