A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/06/2013 11:31

Acidente no Aero Rancho deixa 4 feridos; moradores cobram sinalização

Francisco Júnior
Mulher sendo socorrida pelo Samu. (Foto: Aliny Mary Dias)Mulher sendo socorrida pelo Samu. (Foto: Aliny Mary Dias)
Acidente deixou criança de 9 anos ferida. (Foto: Marcos Ermínio)Acidente deixou criança de 9 anos ferida. (Foto: Marcos Ermínio)

Mais um acidente foi registrado no bairro Aero Rancho, em Campo Grande, nesta manhã de sábado (29). Desta vez a colisão entre duas motos deixou quatro feridos, entre eles uma menina de nove anos.

Veja Mais
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco
Motorista escapa de capotamento com ferimentos leves

De acordo com testemunhas, uma moto YBR preta ocupada por dois rapazes seguia pela Avenida Raquel de Queiroz e, ao chegar ao cruzamento com a Rua Carlos Drumond de Andrade, invadiu a preferencial e colidiu com outra motocicleta modelo Factor, pilotada pelo pedreiro Ademir da Silva, 44 anos. A criança, que é enteada dele, estava na garupa.

Os quatro sofreram ferimentos graves e tiveram que ser encaminhados para a Santa Casa, segundo o Corpo de Bombeiros.

Outro acidente foi registrado na mesma região hoje pela manhã. Um casal ficou ferido após a moto em que estava colidir em um veículo Gol no cruzamento da Rua Carlos Drumond de Andrade com a Rua Generoso de Albuquerque.

Testemunhas relatam que o piloto da moto não respeitou a preferencial. Ficaram feridos João de Jesus Santos, 45 anos, e Joyce da Silva Julio, de 33 anos. Os dois também tiveram que ser levados para a Santa Casa.

O condutor do Gol, Thiago de Souza Torres, de 23 anos, não se machucou.

No início da manhã, moradores fizeram um protesto pedindo sinalização no bairro. O presidente do bairro, Iris Resende, diz que já protocolou diversos ofícios na Prefeitura solicitando um quebra-molas na esquina da Rua Carlos Drumond de Andrade com a Rua Generoso de Albuquerque. “Até agora não fomos atendido”, reclama.




Bem que uns redutores de velocidade ajudavam a diminuir o risco de acidentes no local na avenida Thirson de Almeida não tem nada para inibir o excesso de velocidade.
 
Higor Almeida em 29/06/2013 19:01:18
E fica a pergunta, "Quando a população vai aprender que não adianta ter sinalização se não tiver educação?" Tem muita gente ai que nem sabe como é uma placa de PARE.
 
Edieverson Dias em 29/06/2013 12:28:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions