A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

09/02/2011 11:58

Acidentes e caminhão quebrado tumultuam trânsito na Ceará

Ítalo Milhomen
Trecho da Ceará ficou tumultuado devido a acidentes e veículo quebrado. (Foto: João Garrigó)Trecho da Ceará ficou tumultuado devido a acidentes e veículo quebrado. (Foto: João Garrigó)

Um acidente envolvendo dois veículos tumultua o trânsito na rua Ceará, após o pontilhão da Avenida Afonso Pena, no sentido de avenida Mato Grosso/ Uniderp.

O administrador Geraldo Augusto, condutor do veiculo Gol, placa AOS-1477 disse ter se atrapalhado com a confusão do trânsito e acabou colidindo com veículo Honda Civic, placa HSJ-0530, de Maurício Ferreira.

Um pouco mais adiante, próximo a semáforo, um caminhão F-350 apresentou problemas mecânicos e enguiçou prejudicando ainda mais o trânsito na Ceará.

O condutor do caminhão, o chacareiro Doacir Belei disse que estava a mais de 40 minutos esperando o guincho para retirar o veiculo.

A equipe de reportagem do Campo Grande News flagrou o momento em que um motociclista colidiu com a traseira de um carro por conta do tumulto.

O acidente envolvendo os carros, o caminhão estragado e semáforo fazem com que o congestionamento chegue a cerca de 100 metros no sentido à Uniderp.




Ola.. Meu nome é Sidney Martins de Souza, Vice presidente da cooperativa de transporte de passageiros complementar do Ceara. ( COOPERTEC).
Lido com o transito de Fortaleza no ramo de transporte há, 22 anos. Tenho acompanhado o crescimento do transito de Fortaleza e pelo ritmo assim como as vendas facilitadas das revendedoras de veículos aliado ao despreparo na estrutura das cidades, estamos testemunhando um futuro de grande caos no transito de Fortaleza e do Brasil.
As diretrizes citadas nessa matéria apontando soluções significativas, mas o caminho vai bem mais alem disso.
Um dos problemas que vejo e o numero de veículos que ficam estacionados nas vias de rolamento onde atrapalham o fluxo que corre nas vias principalmente nos horários de pique.
Por exemplo: Na Avenida Bezerra de Menezes os motoristas estacionam os carros na faixa onde e proibido e aí não aparece um fiscal para desobstruir a via, causando assim um estreitamento na circulação do transito e conseqüentemente um engarrafamento.
E o que acontece quando as vias de grande movimento de veículos são obstruídas.
Portanto e preciso que haja empenho e ação e não apenas palavras. Para se ter um trânsito livre e necessário de direito de todos (§2º do art. 1º da CTB). Portanto e preciso que os agentes botem moral ou a coisa vai ficar cada vez pior por falta de repressão.
Outra sugestão e criar propagandas de educação no trânsito, mais freqüentes na TV como: respeitar a velocidade determinada; não estacionar nas vias de alto fluxo de transito por exemplo: a Mentor de Alencar e muitas outras, outro problema são os grandes buracos, ruas mal sinalizadas sinalizadas, e preciso criar mais vias expresso; E como disse a matéria: aumentar o numero de agentes mais que, realmente trabalhem, pois o problema é grande, mais com uma ação imediata voltada para essa realidade conseguiremos ter um quadro satisfatório em nossas avenidas. Para isso deve ser semeada a semente que germina a felicidade ou colheremos
apenas tristeza em um futuro bem próximo.
Att. Sidney Martins de Souza


 
Sidney Martins de Souza em 17/02/2011 07:10:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions