A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

18/06/2012 10:34

Acidentes nas ruas já mataram seis pessoas no mês de junho

Francisco Júnior
Marca de sangue próximo a caminhão, no local onde motociclista morreu no fim de semana (Foto: Minamar Junior)Marca de sangue próximo a caminhão, no local onde motociclista morreu no fim de semana (Foto: Minamar Junior)

O mês de junho mal chegou na metade e já contabiliza seis mortes no trânsito de Campo Grande, número superior ao registrado em todo o mês de maio, quando morreram cinco pessoas.

Veja Mais
Motociclista bate em muro de loja ao tentar ultrapassar veículo no Centro
Para polícia, motorista ainda 'não se tocou' sobre multas mais caras

Só ontem foram registradas duas mortes. Fabiano Teruyoshi de Oliveira Tachibana, 28 anos, morreu após bater na traseira de uma carreta estacionada em frente ao Ginásio Guanandizão, na avenida Ernesto Geisel, na Vila Jacy, em Campo Grande.

Ele conduzia uma motocicleta Honda Bros, de cor azul, com placa de Terenos, quando colidiu na traseira da carreta que estava estacionada. Tachibana morreu antes da chegada do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Ainda segundo registro policial, ele não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Na madrugada de sábado para domingo, Gabriel Domingues de Santana, 26 anos, se envolveu em um acidente com outro veículo, na região da Orla Morena. Ele sofreu traumatismo craniano e chegou a ser levado para a Santa Casa, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Números - A Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) registrou 47 acidentes, destes 34 com vítimas, só neste de fim se semana, quando foi realizada a operação “Trânsito Seguro” no Centro e nos bairros de Capital.

A ação teve como objetivo de reduzir os índices de infrações e acidentes de trânsito relacionados à Lei Seca. As fiscalizações resultaram em 118 notificações, na apreensão de quatro Carteiras Nacionais de Habilitação e 33 certificados de licenciamento anual, na remoção de 25 veículos para o pátio do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), sendo que 13 foram motos.

Foram realizados dois testes de alcoolemia e emitidos dois termos de constatação de embriaguez.

“Os condutores precisam ter mais atenção e zelo pelo bem maior que é a vida. A Ciptran vem fazendo trabalhos ostensivos de fiscalização e campanhas educativas para conscientizar o condutor, mas é necessário que cada um tenha a responsabilidade que ao dirigir deve ter consciência de preservar a sua vida e a dos outros usuários da via”, enfatiza o comandante da Ciptran, tenente-coronel Alírio Villasante.

A Companhia alerta que denúncias de irregularidades devem ser feitas por meio do 190 ou na sede da Companhia, localizada na avenida Afonso Pena.




a ciptran vem fazendo sim um bom trabalho..
porém eu vejo que a necessidade de fazer mais..
estamos vivendo uma epidemia de acidentes de transito em nossa capital..
devido a isso deveria-se dobrar triplicar a atuação das autoridades em fiscalização nas noites e mais ainda nos finais de semana...
mostrar mais presença pois quando saiu e ando pelos locais de mais badalação e festas vejo pouca fiscalização
 
Edson Fontoura em 18/06/2012 12:35:00
Bom já posso até imaginar alguns comentários aqui, "a carreta não deveria estar ali", as autoridades tem que proibir carretas de estacionarem em via pública" e por ai vai, o bom senso e inteligência andam mesmo em baixa, a falta dela e a velocidade desses motoqueiros sim anda em alta!
 
Oswaldo Benites Junior em 18/06/2012 12:32:09
As autoridades de trânsito não fiscalizam, e a AGETRAN diz que desliga os radares depois das 8:00h , esse horario é que tinha que estar ligado. Quando acontecem os acidentes? Campo Grande só perde em mortos no trânsito para Rio Branco/AC que morrem mais pessoas antre as capitais brasileiras. Certidão de incompetência !!!
 
Juarez Goncalves em 18/06/2012 06:13:13
... enquanto isso o Detran investe em atores vestidos de anjinhos para coibir a violência no trânsito da Capital...
... enquanto isso o Detran iveste na Campanha Pedestre eu Cuido, priorizando o pedestre sendo que as principais vítimas são motoristas e motociclistas...
... enquanto isso o Detran distribui kits de tereré com mensagens de paz no trânsito...
ENQUANTO O DETRAN BRINCA PESSOAS MORREM
 
Glauciene Lima em 18/06/2012 05:54:09
Acredito que um dos principais fatores de risco é a impunidade, sou instrutor de trânsito e me indigna quando meus alunos falam que só estão interessados na CNH para não levar multas, poucos são os interessados em aprender as regras de circulação, um verdadeiro problema cultural, por favor eduquem seus filhos, façamos nossa parte.
 
GIVALDO VALERIO DE LIMA em 18/06/2012 04:12:16
Só vemos sangue nas ruas de Campo Grande!!!
 
Vanessa Olimpio em 18/06/2012 04:04:47
Gostaria de saber porque ainda não foram instaladas lombadas eletronicas nos altos da Afonso Pena. É um lugar famoso pelos "rachas" e exibições de direção perigosa!!!!!!
 
Paulo Calderan em 18/06/2012 03:19:00
Está ficando insuportável a situação, de tantos acidentes e na maioria jovens que tem suas vidas ceifadas, andar à noite pela cidade está muito arriscado principalmente para quem tem motocicleta, é preciso uma ação conjunta para mudar essa situação, mais fiscalização à noite, mais conscientização e principalmente a ação de nossos nobres deputados para que criem leis mais severas ao alcool-direção.
 
André Lima em 18/06/2012 01:43:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions