A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

18/05/2014 07:07

Agetran estuda "soluções" para velhos e novos problemas no trânsito

Aliny Mary Dias
Construção de terminal no bairro Parati está entre as novidades (Foto: Cleber Gellio)Construção de terminal no bairro Parati está entre as novidades (Foto: Cleber Gellio)

Uma série de mudanças. Assim são consideradas as intervenções que irão reordenar o trânsito em vários pontos de Campo Grande. Entre as novidades há semáforos em rotatórias, vias que se tornarão mão única, corredores de ônibus e até construção de terminais de passageiros.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Jean Saliba, explica que não há prazo para a conclusão da maioria das intervenções, já que em muitos casos as mudanças dependem de projetos aprovados pelo Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano) e executados pela Seintrha (Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação).

Locais com grande aglomeração de novos motoristas em razão de condomínios habitacionais também são o foco das ações da agência. No bairro Monte Castelo, na Rua 14 de Julho e Avenida Mascarenhas de Moraes, centenas de novos apartamentos já motivaram planejamento de mudanças.

No trecho, a Rua 14 de Julho será mão única e os motoristas que seguirem pela Rachid Neder precisarão acessar a Avenida Ernesto Geisel para depois seguir até a Mascarenhas de Moraes. No bairro Parati, na Rua da Divisão, a construção de 2,5 mil casas e a inauguração de um supermercado da rede Comper também deve tumultuar o trânsito.

Para resolver o problema, que deve ter início nos próximos meses, a Agetran pretende fazer um “alargamento” da via, colocar semáforos na rotatória e também utilizar uma rua lateral ao prédio do supermercado para facilitar o tráfego.

Saliba ressalta consciência de motoristas como agente de mudança do trânsito (Foto: Cleber Gellio)Saliba ressalta consciência de motoristas como agente de mudança do trânsito (Foto: Cleber Gellio)

Pontos críticos e recorrentes em críticas de motoristas também serão alterados. Na rotatória da Avenida Ceará com a Joaquim Murtinho, na Joaquim Murtinho com a Marquês de Lavradio e na Tamandaré com a Euler de Azevedo, a colocação de semáforos também pretende trazer fluidez ao trânsito.

Transporte público - Outro projeto antigo que a agência quer retirar do papel e que deve causar grande impacto na rotina dos campo-grandenses é a construção de quatro novos terminais de passageiros. Um deles será na Rua da Divisão, na esquina com a Rua Oranges em um terreno amplo que hoje abriga campos de futebol e um espaço onde funciona uma empresa especializada em paintball. A desapropriação da área já está em andamento, segundo o diretor da Agetran.

Os outros terminais serão construídos na Avenida dos Cafezais, situada no bairro Centro Oeste, outro no bairro Tiradentes e o último na Avenida Tamandaré. 

Ainda em relação aos ônibus, novidades devem aparecer esse ano em várias ruas movimentadas da cidade. A agência quer instalar corredores de ônibus com estruturas físicas que deixem a faixa totalmente exclusiva para o transporte público. Os corredores devem ser implantados na Avenida Afonso Pena, Bandeirantes, Brilhante e Calógeras.

Apesar de todas as mudanças, Saliba lembra que os congestionamentos e dificuldades no trânsito da Capital só poderão ter um fim diante da conscientização dos motoristas e uso do transporte público.

“Nós somos uma cidade grande com 450 mil carros e as coisas mudaram, as pessoas precisam se conscientizar que usar o transporte público, embora não seja de primeira qualidade, é a saída para um futuro melhor”, completa.




Senhor Jean Saliba peço que veja na Duque de Caxias Com Ludio M.Coelho que tem um sinal que se fecha para atravessar para rua dos Andradas, mais mantém livre pra adentrar a Duque sendo que isso causa um transtorno sem dizer que transitam na faixa exclusiva de ônibus, um perigo e ainda podem ser notificados.A rua Salgado Filho como a Pres Vargas já podem ser mão dupla e com isso desafoga a Julio de Castilho e Av Afonso Pena podendo chegar no forte ou Costa Silva sem precisar ir lá no centro, isso para nós que estamos aqui na região do Caiçara Taveiropolis União e mais.Na via parque retire a rotatória e coloque sinal de cruzamento, e uma rua antes adentrar para o parque quem esta na via parque no sentido Afonso pena para Mato grosso, pela A.M. Coelho.cabo pm MESSIAS do trânsito,falei.
 
Luiz Carlos Santos Messias em 18/05/2014 15:57:39
VOU APROVEITAR AQUI E MANDAR MAIS UNS RECADOS PRO SR.SALIBA POIS ELE PROVAVELMENTE VAI LER A REPORTAGEM ONDE TEM SUA FOTO, CLARO, E TALVEZ LEIA OS COMENTÁRIOS.
A GENTE NÃO TEM COMO RECLAMAR NADA. NINGUÉM DÁ BOLA PRA OPINIÃO DO POVO. TUDO É DIFÍCIL, TUDO É MOROSO. QUEM ESTÁ NO PODER, "EVACUA" E ANDA PELO BEM COMUM.
CURITIBA TEM MAIS DE 2 MILHÕES DE HABITANTES. LA DA CONFUSÃO NOS HORARIOS DE PICO? MUITO POUCO. SABE POR QUE? O COMERCIO FOI DIVIDIDO EM TRES HORARIOS DISTINTOS DE ABRIR. PARTE ABRE AS 7, PARTE AS 8 E PARTE AS 9. ISSO É PARA QUE AS PESSOAS NÃO SE ATRAQUEM NO TRANSITO TODOS JUNTOS, FEITO AQUI EM CAMPO GRANDE. É UM COISA HORRÍVEL ANDAR DE MANHA CEDO E FIM DE TARDE. É UM CAOS.POR FIM SR.SALIBA, CASO ESTEJA LENDO, A INDUSTRIA DA MULTA CONTINUA SIM. PRA QUE AMARELINHOS?SÓ SABEM MULTAR
 
IVONEI SCHULTZ em 18/05/2014 13:02:03
Concordo do o Ivonei, sabe onde ficam os amarelinhos??? de manha cedo, no primeiro semafaro, apos a rua do Piano, na rua da Divisao. um lindo casal, um amarelinho e uma amarelinha, com o bloco na mao, passo todo dia por ali. na rua do Piano, com a Divisao, bairro Parati, daria uma sacola de multas, pois os motoqueiros e motoristas nao respeitam as sinalizações. Pedestres passam correndo em sua faixas. COM AS DESCULPAS DO PORQUE NAO NA RUA DO PIANO, COM SUA EXCELÊNCIA MAIOR DA AGETRAN. ODEIO DESCULPAS ESFARRAPADAS. UM BOM DIA A TODOS
 
adao teotonio da silva em 18/05/2014 09:09:18
Sr. Jean, quando é que a AGETRAN pretende solucionar o problema do cruzamento da Av. Lúdio Martins Coelho X Rua Petrópolis, acesso ao Conjunto União, pois é sabido que por conta do mal posicionamento dos semáforos e sinalização do local, os condutores "furam" o sinal e não existe nenhuma fiscalização? Dê uma passada lá para conferir!
 
Hugo Alves em 18/05/2014 08:51:48
Quando que a AGETRAN vai resolver o problema daquela confusão da Costa e Silva com a via Morena, próximo ao Atacadão? Ali, os motoristas não sabem o que fazer. O semáforo larga tudo junto e ninguém se entende. Os amarelinhos, em vez de ficarem nestes locais dando orientação, ficam multando veículos no centro que não põe tempo nos parquímetros.
 
IVONEI SCHULTZ em 18/05/2014 08:27:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions