A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

22/06/2011 10:05

Agetran troca volta de rotatória por semáforo e novo acesso próximo ao Extra

Aline dos Santos
Rotatória foi trocada por semáforos em 2009(Foto: João Garrigó)Rotatória foi trocada por semáforos em 2009(Foto: João Garrigó)

Anunciado há seis meses, o retorno da rotatória em frente ao supermercado Extra, região do Tiradentes, em Campo Grande, foi descartado hoje pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

De acordo com o diretor-presidente da agência, Rudel Trindade, moradores do entorno e frequentadores do CCI (Centro de Convivência do Idoso) Vovó Ziza reclamaram da retirada dos semáforos. “Foi uma reação muito grande das pessoas do entorno e reexaminamos o projeto. Além disso, as rotatórias já estão congestionadas e não favorecem o pedestre”, justifica.

A nova proposta inclui duas alterações viárias: abertura de um acesso da Afonso Arinos para a avenida Marquês de Pombal e a instalação de um semáforo na Marquês de Lavradio.

A abertura de um acesso antes do supermercado, para quem vem da saída para Três Lagoas em direção a rua Joaquim Murtinho, vai permitir que os condutores cheguem aos bairros da região do Tiradentes.

“É um projeto alternativo, que melhora a sinalização. Vamos investir e resolver o problema”, afirma o diretor da Agetran.

Conforme Rudel, a licitação para a volta da rotatória chegou a ser publicada no Diário Oficial do município. Com a mudança de planos, a Agetran vai pleitear alteração do objeto do processo licitatório. Caso a assessoria jurídica não permita a alteração, o procedimento será cancelado.

Após acidente com morte no cruzamento da rua Cândida Barros com a Marquês de Pombal, moradores cobraram a volta da rotatória. Segundo eles, apesar da certa distância, o trânsito no local foi afetado pela mudança em frente ao supermercado Extra.

Localizado na confluência das ruas Joaquim Murtinho, Marquês de Pombal e avenida Marquês de Lavradio. O trecho também dá acesso à BR-262, na saída para Três Lagoas.

Culpados – Conforme moradores, os condutores cortam caminho por dento do bairro porque perderam a opção de retorno, propiciado pela rotatória, que foi retirada em 2009.

Diretor da Agetran, Rudel Trindade não vê relação entre o acidente e a retirada da rotatória.

“Sempre que tem acidente com morte a culpa é da sinalização. Mas tem o excesso de velocidade, os que dirigem sem CNH [Carteira Nacional de Habilitação], os que pilotam sem capacete. Tentam desviar o foco para outro lado”.

Vítima – Ivacir Coutinho dos Santos Queiroz, de 49 anos, morreu nesta quarta-feira em acidente no cruzamento da avenida Marquês de Pombal e a rua Cândida Barros. O local é sinalizado com placas de Pare.

Ivacir e a filha Adriane dos Santos Queiroz, de 17 anos, estavam em uma moto Biz (placa HTH-7477), que foi atingida por uma caminhonete (placas HRC-4218), conduzida por João Vasconcelos.

Ele relata que seguia pela rua Cândida Barros, parou no cruzamento e esperou para cruzar a Marquês de Pombal. “Não vi a moto”, contou, em pranto.




Infelizmente nem tudo acontece como imaginamos, mas Deus sabe o que faz.

FICA COM DEUS QUERIDA AMIGA IVACIR....SÃO OS SENTIMENTOS DA FAMILIA SOARES BRANDÃO.
 
eva aparecida dos santos soares brandão em 22/06/2011 12:52:15
Normal, eles já tiram a rotatória sabendo da necessidade de colocar-la novamente no futuro. Isso é um jogo normal para arrecadar dinheiro, mesma coisa aconteçe com ruas e estradas. Contratam uma empresa para fazer o asfalto de boa qualidade mas colocam um asfalto de má qualidade para que no futuro, a empresa ganha um extra dividido entre os (...) para recapiar.
 
Paulo Antonio em 22/06/2011 11:05:45
QUERIDA AMIGA IVACIR....VAI SER MAIS UMA ESTRELA NO ASFALTO, QUE DEUS ESTEJA COM TODOS OS SEUS FAMILIARES, MARIDO E FILHOS...VAI COM DEUS MINHA AMIGA GUERREIRA....
 
eva aparecida dos santos soares brandão em 22/06/2011 10:56:08
Gostaria que, se possível, fosse questionado na Agetran a respeito do trecho da Marques de Pombal que está ocupado por particulares e que vai até uma quadra além do centro do idoso. Por que a prefeitura não prolonga a Marques de Pombal, fazendo duas interseções, a primeira com a Marques de Lavradio e outra com a Joaquim Murtinho? Esse trecho,ocupado por imóveis particulares, de duas quadras, é realmente pertencente à Marques de Pombal ou não?
 
Deoclério Lübe Filho em 22/06/2011 10:55:40
Essa realmente é a melhor opção a ser tomada, porque com o semaforo já é dificil atravesar naquele local, sem ele seria impossível, por falta de respeito dos condutores.
 
MARIA QUINHONES em 22/06/2011 10:47:50
Concordo com o Rudel que a culpa não é só da sinalização. Contudo, o que podemos fazer? Somos reféns desse trânsito violento, que se não forem multas, blitzes e cia a situação é sempre essa = morte.

Esse cruzamento desse acidente e o outro que dá acesso do Tiradentes/Flamboyant ao Chácara Cachoeira/Shopping deveriam a muito terem semáforos.

Eu pessoalmente protocolei um requerimento na AGETRAN há 4 MESES solicitando implantação de semáforos no cruzamento da Afonso Lino Barbosa c/ Joaquim Murtinho.
E nada!

Mas não seremos injustos, reconheço o trabalho que vem sendo realizado pelo Sr. Rudel e não quero generalizar que nada vem sendo feito em Campo Grande. Simplesmente apelo para que providenciem o semáforo, aproveitando que vão mexer nessa área do Extra.

Está realmente perigoso, é ver pra crer! Filas de carros e excesso de velocidade...
 
Philipp Ernesto em 22/06/2011 10:41:15
Só uma pergunta,ISSO NÃO DEVERIA TER UMA ELABORAÇÃO PELOS "ENGENHEIROS DE TRÂNSITO"ANTES DESTAS OBRAS????
DEPOIS QUE O PREFEITO COMEÇA A PEDIR "GENTILMENTE" AS DEMISSÕES,RECLAMAM DELE.,AFINAL OS SECRETARIOS E ADEMAIS,SÃO PARA VEREM ISTO ANTES DE JOGAREM O DINHEIRO DO CONTRIBUINTE FORA,COMO NA LOMBADA DA EULER,TIRA AQUI,COLOCA ALI,E LA SE VAI "$$$$$$$$$$$$".UM ABSURDO ISSO,SEM TIRAR É CLARO A CULPA DOS "PÉSSIMOS E IMPRUDENTES" MOTORISTAS QUE TRANSITAM PELO LOCAL.
 
cristina mendes em 22/06/2011 10:20:49
Passo por aquele local diairamente, e aquele sistema instalado favorece apenas ao Super mercado Extra e mais ninguem. Eu passava por ali quando havia a rotatoria e o transito fluia normalmente e com segurança, hoje os acessos la sao insuportaveis, e quem vem da saida para Tres Lagoas e precisa acessar a esquerda so consegue fazer a conversão corretamente percorrendo mais de 01 km passando pela rotatoria do terminal do onibus e retornando. Ao inves de privilegiar o comercio a AGETRAN precisa favorecer a população e reformular o transito ali.
 
FRANCISCO LIMA em 22/06/2011 02:51:49
Rudel, a culpa é da sinalização SIM, sinalização horizontel,vertical, falta de lombada,falta de olho vivo p/ quem fira o sinal vermelho, falta de fiscalizaçao intensiva no trânsito pelos policiais, falta de poda de arvores que tapam o semaforo, falta de orientaçao dizendo aos motoristas qual a velocidade certa p cada faixa da pista. Sinto mto, vc pode falar e falar, mais falta mta coisa, mta mesmo!
 
Mario Jr em 22/06/2011 02:07:11
Moro na região e sei do transtorno que aqueles semáforos causam. Não necessitava de tirar a rotatória por causa do Supermercado. Agora que sai do mercado não tem acesso ao Tiradentes, por isso muitas pessoa foram obrigadas pela Agetran a fazer conversões irregulares, pois eles simplesmente cortaram o acesso ao bairro mais populoso da região. Ou eles voltam com a rotatória ou bolam uma forma dos motoristas adentrarem a Marques de Lavradio. O que não dá é ter que fazer um percurso de quase 1 km só para entrar nesta rua. Este paliativo que estão querendo fazer só vai mudar o trânsito pesado de uma rua para outra que também não aguenta o fluxo. O que é absurdo é a demora (mais de 6 meses) para começar uma obra e com certeza depois mais alguns anos para terminar, como acontece em todas as obras de Campo Grande. Vamos esperar morrer mais uns 10 na região para os governantes começarem a agir.
 
Watson Ranieri em 22/06/2011 01:45:26
Pois é a Rua Marques de Lavradio está um caos, é uma rua que dá acesso a vários condomínios, é uma rua estreita, as calçadas algumas são largas mas não dá pra passar porque existem estacionamentos de carros, buracos, matos, e tem estabelecimento tipo lanchonete que coloca cadeiras nas calçadas e o proprietário não gosta que transite animais, a calçada é pública. E o mais perigoso ainda é que a Rua é duas mãos, caminhões pesados e carros de passeio que transitam em alta velocidade, existe um desrespeito e um esquecimento das autoridades, não temos semáforo e o único quebra mola que existe nem faz diferença porque é baixo.
 
Elizabeth Ferreira em 22/06/2011 01:32:19
Morreu mais uma pessoa no Bairro Tiradentes. Mas aparentemente ninguém se importa. Pode ser pelo simples fato de morrer um pobre. É, provavelmente seja isso. Se houvesse morrido alguém importante, bem relacionado, o diretor da AGETRAN, o prefeito já haveria se manifestado...implantado semáfaros ou redutores de velocidade, mas morreu mais um pobre!
Nesse cruzamento é extremamente perigoso. O condutor não tem visão para cruzar a avenida, além da avenida ser larga e sem quebra-molas ou radares.
Não adianta o Rudel Trindade dizer que os motoristas não respeitam o limite de velocidade, vale lembrá-lo que o motorista é fruto dessa sociedade corrupta e desleal em que as pessoas têm o preço de uma estrela pintada no chão. Mas quero sinalização porque meu IPVA, IPTU e tantos outros paga isso, inclusive pela estrela que será pintada em seguida!!
 
Eli Narciso da Silva Torres em 22/06/2011 01:21:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions