A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

13/06/2011 14:45

Além de morte, racha deixou prejuízo de 100 mil a comerciante; veja o vídeo

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira

Polícia procura por segundo veículo

Além da morte da merendeira Seila Maria Oliveira Alfonso, 55 anos, e de três feridos, o racha entre dois veículos na avenida Interlagos, em Campo Grande, na noite de sábado, causou também prejuízos ao comerciante Jorge Caldas Feitosa Filho. No asfalto ficaram marcas de freada.

Para quem sempre passa pela avenida é preciso mais sinalização, redutores de velocidade e estar sempre atento ao movimento.

Jorge é dono da loja de baterias onde a Caravan colidiu. Para consertar os danos ele terá que desembolsar pelo menos R$ 100 mil.

Enquanto o comerciante busca alternativas para reduzir suas perdas, a Polícia procura pelo Chevete, e seus ocupantes, que fazia o racha com a Caravan. A investigação sobre o caso, que ainda está com a Depac/Piratininga, será de responsabilidade da 4ª Delegacia de Polícia Civil, que fica nas Moreninhas.

Na disputa com o Chevete, a Caravan conduzida por Emerson Gonçalves Bureman, 22 anos, bateu na motocicleta pilotada por Tony Vilmar dos Santos Oliveira, de 47 anos, namorado de Seila, e foi parar na revenda de baterias para veículos.

Com o impacto, o alarme do comércio disparou e o proprietário foi chamado para ir ao local pela empresa de segurança. Ao chegar, se deparou com a cena que imaginou que nunca iria ver. “Foi muito feio. Nunca pensei que iria presenciar uma situação dessa. Estava o corpo da mulher no asfalto”, conta.

Enquanto danos não são consertados, comerciante coloca troncos de madeira. (Foto: Marcelo Victor)Enquanto danos não são consertados, comerciante coloca troncos de madeira. (Foto: Marcelo Victor)
Impacto com a loja deixou rachaduras nas paredes, conforme Jorge mostra. (Foto: Marcelo Victor)Impacto com a loja deixou rachaduras nas paredes, conforme Jorge mostra. (Foto: Marcelo Victor)

Jorge registrou em vídeo as cenas que testemunhou e também como ficou seu imóvel. Para consertar todo o estrago Jorge terá que gastar pelo menos R$ 100 mil, conforme avaliação feita por um engenheiro a pedido dele.

Devido à batida, a estrutura do sobrado foi danificada, há rachaduras pelo lado de dentro do imóvel e será preciso trocar tubulações, laje, piso e cobertura.

“Agora, vendo isso, você imagina a velocidade. Para ter acontecido isso deveria estar correndo muito”, diz Jorge ao mostrar os danos. De acordo com ele, um amigo do motorista da Caravan foi à loja nesse domingo e afirmou que Emerson fazia racha com o Chevete.

Para manter o prédio em pé até que a reforma seja concluída, Jorge e o engenheiro colocaram estrutura metálica e troncos de madeira na vertical. “Se não colocasse iria desabar”, desabafa. E para continuar com as vendas ele irá abrir uma porta na rua lateral. “Quem passa por aqui vai achar que não estamos funcionando”.

Sinalização - Professor de tênis no Rádio Clube Campo, Ilton Costa, 36 anos, diz que é preciso mais sinalização e redutores de velocidade na avenida pela qual ele testemunha veículos trafegarem em alta velocidade. “De manhã não passam a menos de 90Km/h”, diz.

Professor de tênis mostra avenida onde veículos trafegam em alta velocidade. (Foto: Marcelo Victor)Professor de tênis mostra avenida onde veículos trafegam em alta velocidade. (Foto: Marcelo Victor)

Ele lembra que o único redutor de velocidade é um radar que fica próximo à rotatória, por onde a Caravan passou e poucos metros depois colidiu na moto e no imóvel. Segundo Ilton, este não é o primeiro acidente grave na avenida. “Teve motoqueiro que perdeu as duas pernas, carro que passou por cima de pedestre”, conta.

Atenção - Alivia Souza Costa, 65 anos, passa todos os dias pela avenida conduzindo sua bicicleta. Ela fala que trafega por lá porque é “obrigada”.

Para evitar acidente, ela segue algumas ‘regras’. “Ando sempre pertinho do meio-fio e com muito receio”.

O acidente- Seila morreu no local do acidente. O namorado dela ficou em estado grave, assim como o motorista do carro de passeio. Eles estão na Santa Casa.




olha, enquanto a população ficar culpando o poder publico por tudo que acontece a vida de nos brasileiros só vai piorar; já passou da hora de entender-mos que educação é uma obrigação dos pais e não dos governantes; é público e notório que é contra a lei praticar racha, roubar, matar etc. porém parece que as pessoas se esquecem de ensinar isso aos filhos, por aí está cheio de pais e mães que não sabem com quem seus filhos adolecentes andam, onde vão, o que fazem e ainda os defendem quando aprontam na escola ou em festas; é comum nossos jovens não respeitarem filas, não respeitarem professores, não respeitarem casa de amigos etc. porém esses mesmos indivíduos são fortes candidatos para se tornarem adultos criminosos pois se acostumaram a praticarem pequenos delitos até mesmo dentro de casa, por ex. passam a noite na internet depois dormem na aula, não lavam nem o prato que comem como se a mãe fosse obrigada a fazer isso por eles em vez de ensina-los a ter obrigações; e quando aparece alguem que pensa como eu é considerado errado.
 
joão paniago em 15/06/2011 08:39:42
Até quando estes motoristas vão ficar tirando vida de pessoas inocentes ...
 
Anderson Pimentel Alpires em 14/06/2011 12:55:00
Olha sinceramente tem que ser preso, uma vez por mês existe rachão no autódramo justamente para não ter pegas nas ruas, e mesmo tendo racha uma vez por mês essas pessoas que gostam de correr nas ruas não vão la para se divertir prefere ir na 5º feira nos altos da avenida Afonso Pena conhecida como 5ª Verde. para tirar pegas e colocar a vidas de pessoas em risco. Agora fica a pergunta, Policia Civil, a Militar junto com a Ciptran não sabem que tem rachas nessas ruas, principalmente na avenida Afonso Pena, e por que não fazem nada, eu nunca presenciei uma blitz até hoje la com fabometro, nunca e olha que existe um consumo muito grande de bebida alcoolica, menores bebendo também. Eu adoro corridas, temos um autódramo para isso e as pessoas tiram rachas nas ruas ainda. Agora fica a pergunta no ar, quantas vidas terão que morrer para os orgão copetentes fazerem alguma coisa ... Pessoal racha somente la no autódramo.
 
wellington luxemburgo em 14/06/2011 10:14:46
Isto não foi um acidente, foi um crime, uma irresponsabilidade. A questão da velocidade em Campo Grande, deveria ser adotado o mesmo sistema que em Curitiba, radares espalhados nas avenidas de toda a cidade, com velocidade de 70 km/h, nesta velocidade ninguém reclamaria, porque seria punido quem realmente abusa. O que não pode é encher de radares de 30 km/h e 50 km/h que acaba travando mais ainda o transito, a não ser as lombadas eletrônicas em frente as escolas.
 
jose antonio em 14/06/2011 09:15:07
o que esta acontecendo e essa juventude idiota que so sabe bebêr e fumar droga e acabar com a vida dos inocentes, si a policia fizesse mais fiscalização, e tomasse a carteira desses idotas acabava com isso, esses mostro que não penssa na dor de quem fica. por que ao invez de fazer racha não pula de um precipicio, dai morre sozinho e não tira a vida dos inocentes. quem fuma droga e não sabe beber são uns merda.
 
ROBERTA FLORES em 14/06/2011 09:06:27
não podem deixar empune os culpados, assassinos seila maria era minha tia, eles nem imaginam a pessoa que eles mataram, vai sempre ficar uma buraco na nossa familia, ela havia acabado de sair da igraja onde era diaconiza, cantou no coral e assim que saiu pra cumpri com uma obrigação vem os irresponsaveis e a matam. isso não pode ficar em pune, não iremos deixar....
 
Jessica Macedo em 14/06/2011 08:48:08
Agora posso agradecer ao Campo Grande News por permitir de vez que nós como cidadãos possamos dar nossa opinião e acredito assim contribuir com uma melhor formação na opinião de todas os campograndenses.
 
Oswaldo Benites em 14/06/2011 06:28:44
Concordo plenamente com a opinião anterior. Num crime como este o individuo deveria mesmo prestar serviço na santa casa para valorizar a vida do ser humano. Agora taí a família desestruturada por causa de um grande irresponsavel. Que Deus de o conforto a familia
 
Regiane Maciel em 14/06/2011 03:02:02
falta de responsabilidade!!!
 
ana carolina em 13/06/2011 08:48:39
Não é o primeiro e muito menos o último acidente nessa av.
Campo Grande sofre a tempo com os maus administradores públicos.
A agetran não está servindo para coibir acidente e muito menos para educar os condutores apenas para arrecardar mais dinheiro para fazer não sei o que? alguém sabe? Já passou do tempo da população Campograndesse enfrente esses politicos que não estão realizando um trabalho competente. Problema no trânsito, nas ruas esburacadas e corregos de obras interminaveis. Até quando o povo será omisso, para como esse politicos que fazem o que bem quer!
 
Paulo Cândido Rangel em 13/06/2011 08:00:12

Eu gostaria de dar uma contribuiçao para isso. Sempre acontecem rachas no local do acidente, eu caminho todos os dias no local, ja cheguei a ligar para a policia ir ao local no momento em que os rachas estavam acontecendo. ali proximo na rua Bom Pastor tem um loja de acessorios para veiculos. Lá eles turbinam os carros e fazem os testes na Av Inerlagos, sempre vai mais de um carro. Um carro seguro o movimento para os demais carros partirem em desparada. Tem muitos pedestres fazendo caminhanda no fim de tarde e que podem confirmar o que estou dizendo. Sei que o efetivo da policia é pequeno e que no fim de tarde ha muitas ocorrencia, mas esta ficando insuportavel. colocaram um redutor de velocidade proximo da li, mas isso tambem nao vai dar certo. Pq náo colocam uns quebras molas pela avenida, creio que poderam reduzir os acidentes, porerm os quebras molas é menos rentavél para os cofres publicos não acham?????
 
Daniela Fialho em 13/06/2011 07:39:47
é campo grande + 1 estrela ! Q DEUS conforte a família da vitíma.


 
elizete vicente em 13/06/2011 07:32:31
que me perdoe os tecnicos da agetran, entre uma rotatoria e outra é a pista de velocidade, o radar esta oroximo a rotatoria, seria prudente colocar um quebram mola proximo a rotatoria e o rada entre as duas rotatorias, pois frequento o radio clube a 35 anos, com a modernidade a coisa mudou, ha necessidade de houvir as pessoas antes de colocar um radar ou uma lombada eletronica.
tfa
marcondes
 
antonio ramao marcondes em 13/06/2011 07:02:13
o que me impressiona e me revolta é a naturalidade com que esses muleques fazem isso pelas ruas da cidade, racha deveria ser crime inafiançavel e com penas durissimas para quem pratica e quem mata num racha deve ser enquadrado por homicidio doloso, infelizmente o comerciante fica no prejuízo e os familiares da vítma com a dor da perda.
Quem sabe o condutor da Caravan aprenda andar na linha ao sair do hospital com sua namorada.
 
Oswaldo Benites em 13/06/2011 06:57:08
Eu moro ali perto, acabou de inaugurar essa loja "que sacanagem"...depois que esse motorista ficar baum ele deve ir pra cadeia ou melhor prestar serviço comunitario..
 
Jean Luiz em 13/06/2011 06:55:29
Francamente!!! a gente fica até sem palavras, diante de um absurdo desse.
Sinto muito, pela senhora que veio a óbito,por conta de dois DESGRAÇADOS...que com certeza são dois DOENTES...que estavam com a cara cheia, de algum tipo de DROGA.
O proprietário da loja, também deve ter passado um péssimo final de semana, por conta desses IMBECIS...Um trabalhador,que está com um problemão e uma família, que teve a vida de um ente querido, ceifada de maneira tão BRUTAL.Tudo por conta desses VERMES...
Elementos que arrebentam vidas e danificam bens de trabalhadores,não PODEM circular no meio da sociedade,principalmente dirigindo ou pilotando.
Espero que as autoridades tomem com URGÊNCIA, uma atitude drástica com esses ASSASSINOS,que circulam livremente pelas ruas.
 
neyde de oliveira em 13/06/2011 06:16:52
Lombada eletrônica não resolve. Tem muito muleque que compra carro velho e só anda a noite. Uma multa a mais para o carro não vai fazer diferença nenhuma pra ele, então ele vai passar em alta velocidade de qualquer jeito. Tem que ser quebra molas mesmo, assim, o motorista vai ser obrigado a para ou quebra seu carro.
 
Cleberson Silva em 13/06/2011 04:20:09
CIDADÃOS COM ESSE PERFIL DE MOTORISTA QUE FICA DANDO RACHAS TEM QUE SER EXCLUIDOS DO TRÂNSITO E PRESTAR SERVIÇOS NA SANTA CASA TODOS OS SABADOS A NOITE SÓ ASSIM QUEM SABE APRENDE A DAR VALOR NA VIDA DOS OUTROS.JÁ ESTAMOS CHEIOS DE MOTORISTAS TIRANDO VIDAS DE INOCÊNTES E DANDO PREJUIZOS.
 
ANDRE GARCIA em 13/06/2011 04:07:05
Esse jovem de 22 anos, se comprovado estar participando de racha deve sair do hospital e ir direto pra cadeia, pois se estava cometendo crime de trânsito e matou uma pessoa que nada tinha haver com a prática de racha o mesmo é um criminoso!
Espero que a polícia encontre o outro veículo e seu condutor e passageiros, se houver. Assim como a passageira da caravan, que a partir do momento que não interfere na condução perigosa passa a ser cúmplice do crime!
 
Wellingtom sampaio em 13/06/2011 03:32:47
Agora eu pergunto: algum dos assassinos, apesar do flagrante, está preso? A CNH no Brasil virou PERMISSÃO LEGAL PARA MATAR SEM PUNIÇÃO. A continuar como está, a CNH deveria se chamar Concessão Nacional para Homicídios.
 
Adriano Roberto dos Santos em 13/06/2011 03:01:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions