A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

25/05/2013 10:02

Após tumulto, clientes reclamam de desorganização no Dia Sem Imposto

Mariana Lopes e Viviane Oliveira
Motoristas reclamam da falta de organização em alguns postos. No posto em frente à Feira Central, o trânsito chegou a ficar comprometido.  (Foto: Vanderlei Aparecido)Motoristas reclamam da falta de organização em alguns postos. No posto em frente à Feira Central, o trânsito chegou a ficar comprometido. (Foto: Vanderlei Aparecido)

A campanha do “Dia nacional Sem Impostos” acabou ganhando também um tom promocional e lotou ruas na manhã de hoje em Campo Grande. As filas, que começaram a ser formadas ainda na noite de ontem, geraram tumulto no trânsito assim que as senhas começaram a ser distribuídas, por volta das 6h.

Veja Mais
Clientes dormiram na fila para garantir gasolina a R$ 1,35 neste sábado
Carro capota após colisão no cruzamento da Bahia com a Barão do Rio Branco

Cada posto destinou apenas uma bomba de gasolina para atender os veículos que receberam senha, um dos erros apontados por quem até dormiu na fila para abastecer mais barato. No total, foram 30 mil litros de gasolina vendidos a R$ 1,35, distribuídos para 900 carro e 380 motos.

No posto Metrópole, localizado na rua 14 de Julho, em frente à Feira Central, no total 220 carros e 90 de motos foram contemplados, e às 8h as senhas já estavam esgotadas.

“A fila tomou uma dimensão muito grande, perto da avenida Mato Grosso não tinha mais como coordenar a organização, mesmo com policiamento, e isso gerou um pouco de tumulto”, conta o encarregado administrativo do Metrópole, João Carlos da Silva Pinto.

Mas para o professor Hebert Correa, 54 anos, houve também uma falha da organização da campanha que não orientou direito os motoristas. “Faltou comunicação de onde era para formar a fila corretamente”, critica.

Ele diz que no início da manhã de hoje, assim que as senhas começaram a ser distribuídas, a fila de veículos dava a volta na quadra do posto Metrópole, passando pelas ruas 13 de Maio, General Mello e 14 de Julho.

Porém, segundo o professor, a organização disse que só receberia senha quem estivesse com o veículo estacionado na rua 14 de Julho, e isso levou à confusão. Alguns condutores, no desespero, correram para a via indicada.

“Em seguida a organização entrou em um acordo e resolvemos deixar como estava, e quem foi para a 14, acabou perdendo o lugar na fila, e isso deu outra confusão”, relata Herbet.

Agora, o controle do fluxo de veículos no entorno do posto Metrópole conta com cinco agentes da Agetran (Agência Municipal de Trânsito).  “Com tudo isso ainda vale a pena participar, pela economia e pelo manifesto, que é de grande valia”, comentou Hebert, que madrugou na fila do posto e conseguiu pegar a senha número 156.

Todo o movimento dos veículos que participavam do “dia sem impostos” teve que ser conciliado com o atendimento normal dos postos de combustíveis.

No posto VIP, localizado na rua Marechal Cândido Mariano Rondon, esquina com rua Almirante Barroso, foram destinados dois funcionários somente para atender os veículos que receberam senha.

“Tinha uma pessoa só para abastecer e outra para receber o pagamento”, conta a operadora de caixa Suziane de Carvalho. Mesmo assim, a fila chegou a dar volta no quarteirão e teve tumulto de motoristas querendo entrar na frente, desrespeitando as regras. O trânsito no local só foi controlado depois que o policiamento chegou.

O posto com menos problemas foi o Metrópole, localizado na rua 26 de Agosto com a Cológeras, onde as senhas começaram a ser distribuídas às 6h. Os carros estavam estacionados ao longo da 26 de Agosto, enquanto as motos estavam dispostas em frente ao posto.

“Vale muito ficar na fila, porque é um absurdo o que a gente gasta com gasolina. As pessoas têm de ficar atentas”, lembra o estudante de Engenharia Gabriel Franco, de 20 anos, que chegou na madrugada para garantir lugar. “Estou aqui desde 1h30”, garante.

No posto Albatroz Modelo, que fica na avenida Costa e Silva, o fluxo de veículos foi um dos maiores e o tumulto foi proporcional. "Tinham mais de 2 mil pessoas para só 320 senhas. Tinham que ter falado quantas senhas seriam por cada posto. Quando começaram a distribuir, o povo ficou revoltado”, conta Júnior Dias, que estava no local hoje cedo.

Ele conta que tinha carro e moto em todo o quarteirão e que o gerente do posto precisou chamar a polícia para controlar os ânimos dos motoristas, que queriam partir para a briga. “Só de confusão foram umas 2 horas até acertar tudo e a fila ser organizada", comenta Júnior, que chegou ao posto na noite de ontem e conseguiu abastecer somente às 9h de hoje.

Participam os postos Albatroz Modelo (avenida Costa e Silva, 811), Posto Metrópole (rua 26 de Agosto, esquina com a Calógeras), Mediterrâneo (Rua 14 de Julho, em frente à Feira) e VIP (Cândido Mariano, esquina com Almirante Barroso).




Meu carro tem capacidade para 45 litros de gasolina hoje eu gasto para completar R$132,75 com o valor cobrado de R$2,95 com a promoção eu gastaria R$60,75 economizando R$72,00, então acho valido ficar na fila para ganhar o desconto, claro que é ruim, chato,mais não é somente R$30,00 que iriamos economizar como alguns falaram nos comentários acima,enfim somos Brasileiros e não desistimos nunca rsrsrs
 
José Roberto Sobral em 26/05/2013 13:17:13
UM ABSURDO PERDER UMA NOITE SE SONO POR UMA ECONOMIA DESSA!
pOIS SE VOCE PASSA A NOITE SEM DORMIR, E PARA TODA A SUA ROTINA PRA ECONOMIZAR 30,00, SE TRABALHANDO VOCE GANHA MUITO MAIS QUE ISSO....RSRSRS , E AINDA CORRE O RISCO DE COLOCAR GASOLINA ADULTERADA, COMO CITOU O OUTRO COLEGA...................PURA ENGANAÇÃO.
 
vania maria de queiroz em 26/05/2013 10:14:38
Deveria ser o dia todo e em todos os postos de combustíveis, pois apenas algumas pessoas são contempladas com a gasolina, visto que a fila é enorme e as senhas acabam muito rápido. "Trata-se de horas sem impostos e não do dia sem imposto".
 
Patricia Oliveira em 25/05/2013 18:29:27
Dormir numa fila para economizar R$ 30,00 reais...é cada um viu...
Esse dia sem imposto é levado mais como uma super promoção do que como uma manifestação, enquanto não mudarem o modo de como esse dia é organizado, ele não chamará atenção para o problema: Os impostos escorchantes que pagamos em tudo...
 
Luis Pontes em 25/05/2013 11:18:16
isso não resolve nada,não atinge em nada o governo e politicos.... agora fica 7 dias sem ninguem rodar e abastecer .... se eles nao abaixam os impostos....


porque quando os policiais, servidores etc entram em greve rapidinho eles entram em acordo.

problema que todos nós aceitamos , apenas questionamos e não fazemos nada. governo nacional e estaduais tem um grande fortuna nas mãos e usam sempre a favor da classe mais alta. e a si mesmos....
exemplo salário de um vereador, r$ 15.000,00 sem diploma , faculdade e muito mesmo o ensino médio. para que todo este salário.

 
paulo vicene em 25/05/2013 11:01:07
Famosa promoção "Engana-trouxa". Sabem por que uma só bomba? Porque é a única de gasolina com mais álcool....
 
Junior Silva em 25/05/2013 10:49:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions