A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2017

16/01/2011 16:15

Aquaplanagem foi causa de capotamento que deixou criança em estado grave

Viviane Oliveira e Ana Maria Assis

Acidente ocorreu na MS-080, cerca de 30 quilômetros depois do Detran

Antes de capotar, o veículo atropelou uma criança de 11 anos que está em estado grave na Santa Casa. (Foto: Ana Maria Assis)Antes de capotar, o veículo atropelou uma criança de 11 anos que está em estado grave na Santa Casa. (Foto: Ana Maria Assis)

Aquaplanagem foi a causa do capotamento do veículo Uno de placas HSI-3125 de Rochedo, que atingiu Waldilene Machado de Arruda e Eric Mairon Machado Areválo, 11, durante acidente na MS-080, cerca de 30 quilômetros depois do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), na tarde de hoje.

Segundo informado pela PRE (Polícia Rodoviária Estadual), devido à chuva forte o veículo aquaplanou, invadiu a pista contrária e capotou em um matagal às margens da rodovia.

No momento em que o carro invadiu a pista contrária, Waldilene estava com seus dois filhos caminhado, a menina de dois anos nada sofreu. Já Eric foi atropelado antes do carro capotar.

O menino foi levado em estado grave pelo Corpo de Bombeiros até a Santa Casa de Campo Grande. A mãe e a outra criança não sofreram ferimentos.

O condutor e proprietário do Uno, Eder de Souza Resende, estava com mais dois passageiros. O irmão Edgar de Souza Resende, 31 anos e Larrisa Lacerda de Azevedo, 22 anos. Eder e Larrisa foram encaminhados para o posto de saúde reclamando de dores, mas o estado de saúde não é grave.

Alerta - O advogado João Ferraz, 32 anos, que mora e trabalha em Campo Grande, mas tem família em Corguinho, e frequentemente faz o trajeto pela rodovia, ressalta que os motoristas precisam tomar mais cuidados.

“O problema deste trecho é que a estrada está ótima e os motoristas aproveitam para arrebentar na velocidade. Como dá pra ver com as placas e as faixas, a estrada está bem sinalizada”, avalia o motorista.

Edgar de Souza Resende, irmão do motorista, saiu sem ferimentos e foi ouvido pelos policiais. (Foto: Ana Maria Assis)Edgar de Souza Resende, irmão do motorista, saiu sem ferimentos e foi ouvido pelos policiais. (Foto: Ana Maria Assis)
Uno capota, atropela mãe e deixa criança em estado grave na MS-080
Menina está sendo transportada pelos Bombeiros para a CapitalMãe e filha ficaram feridas durante o capotamento de um veículo Uno ocorrido há pouco n...
Motociclista fica ferido em colisão com carro na avenida das Bandeiras
Um motociclista ficou gravemente ferido em um acidente de trânsito na noite desta terça-feira (17) na Vila Carvalho - região sul de Campo Grande. No ...
Jovem bêbado discute com mulher, perde controle de carro e bate em muro
Heber Luiz de Figueiredo Souto, 26, foi preso por embriaguez após perder o controle de direção do carro durante uma discussão com a mulher e colidir ...



Concordo com o Fernando, só tenho a acrescentar que a irresponsabilidade e a falta de cuidado com a propria e a vida dos outros no transito de Campo Grande tá ficando de um jeito que a gente sai pra dar uma volta e não sabe o que vai acontecer, acho que as autoridades responsáveis, deveriam pegar pesado na fiscalização e multas , só quando estas pessoas que passam com sinal fechado, não respeitam as rotatorias e muitos outros absurdos que a gente passa no transito , sentirem o peso destes abusos no bolso é que o transito em Campo Grande vai matar e ferir menos. Vamos lá autoridades, trabalhar em prol da nossa segurança é dever de voceis, afinal a proxima vitima pode ser um parente seu!!!!
 
Lizeti Aparecida Zanineli em 17/01/2011 09:38:30
Sr. Fernando, acredito que pelo horario que foi postado o seu comentario, vc estava com sono. O que o sr. João Ferraz disse sobre a rodovia, não era que o problema era pista em ótimo estado de conservação, mas o problema é que motorista irresponsáveis aproveitam essas pista boas, para abusarem da velocidade. A declaração do sr. João Ferraz, esta correta, a sua nem tanto.
 
Christian Silva em 17/01/2011 09:08:42
Tenho 52 anos de idade e sou habilitado desde meus 18anos, felizmente graças da Deus nunca sofri nenhum tipo de acidadente nas rodovias por onde andei até hj,espero nunca sofrer,mas a aquaplanagem muitas vezes pega o condutor de surpresa,porque vc não consegue ver aquela lamina de água que a chuva deixa no asfalto.Para evitar tragédias,a receita são duas coisas:pneus em perfeito estado e diminução da velocidade principalmente em curvas para o automovel não rodar.ou seja CAUTELA,PRECAUÇÃO"MELHOR CHEGAR ATRASADO NA TERRA DO QUE ADIANTADO NO CÉU'
 
Carlos Camargo de Campos em 17/01/2011 09:06:16
O nome disto é "IRRESPONSABILIDADE". Ao que eu saiba, a exceção de um pequeno trecho na saída para Cuiaba, em todas todas as demais rodovias "que cortam o MS", a velocidade máxima permitida é de 80 KM/H. Porém, com pista molhada a velocidade deve ser reduzida e a atenção redobrada. Esse aprendizado, dentre outros, também é dado em Centros de formação e Auto Escolas, mas, infelizmente muitos condutores, assim que recebem do DETRAN sua "Permissão" para conduzirem veículos, parece que simplesmente "sofrem de amnésia", pois esquecem grande parte dos ensinamentos. O resultado final então são os acidentes com lesões graves e mortes. Respeito, mas repudio as infelizes declarações do leitor João Ferraz. Desde quando ter boa pista de rodagem é problema? Quando o asfalto da MS 080 era ruim, e com grande freqüência aconteciam acidentes e quebras de veículos, todo mundo reclamava. Ate bloqueio da via era feito. Com o devido respeito caros leitores/condutores, o problema não é a pista, mas a falta de responsabilidade de grande parte dos condutores.
 
Fernando Silva em 16/01/2011 11:02:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions