A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

17/03/2014 20:01

Asfalto "afunda" em avenida e carros correm risco de ficar desgovernados

Zana Zaidan
Na curva, motoristas perdem controle da direção ao passar pelo declive (Foto: Cleber Gellio)Na curva, motoristas perdem controle da direção ao passar pelo declive (Foto: Cleber Gellio)

Um declive causado pelo afundamento do asfalto na rua Paulo Coelho Machado, a antiga Furnas, tem pegado de surpresa motoristas que passam pela via. Embalados, na descida, sentido Afonso Pena, os carros perdem o controle da direção, e chegam ao semáforo que dá acesso à avenida Afonso Pena desgovernados. É preciso redobrar o cuidado.

Veja Mais
Motociclista que seguia no acostamento escapa por pouco de acidente
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular

Em alguns minutos no local, a reportagem flagrou motoristas mais atentos, que conseguem perceber o declive e freiam os carros bruscamente. Quem não conta com “obstáculo”, chega assustado ao semáforo. “Ainda bem que eu estava na velocidade permitida. Se alguém passar aqui um pouco mais rápido, com certeza chegará desgovernado à Afonso Pena. É um perigo”, comenta o policial civil Cleomar Vale, 45 anos.

Até motoristas de veículos mais altos, com tração, apontam o problema no trecho. “É um risco enorme, desestabiliza a direção”, comenta a autônoma Kalye Alves, 32 anos, que dirigia uma caminhonete 4x4.

Fora o risco de acidentes, os prejuízos financeiros causados por erros na pavimentação pública também são alvo de reclamações. “Hoje mesmo fui desempenar os pneus do carro. Problema não tem só aqui, é na cidade toda. E ficamos na mão, porque a prefeitura dificilmente vai arcar com algum dano”, opina outra motorista de 26 anos que passava pelo local e preferiu se identificar apenas como Juliana.

 

Afundamento é desgaste natural, explica secretário. Processo de reparos deve começar amanhã (Foto: Cleber Gellio)Afundamento é "desgaste natural", explica secretário. Processo de reparos deve começar amanhã (Foto: Cleber Gellio)

Solução – Conforme o secretário municipal de Obras, Semy Ferraz, o problema foi detectado no último fim de semana, enquanto ele passava de carro. O diagnóstico da via, aponta o secretário que também é engenheiro, será feito a partir de amanhã. “Vamos abrir o asfalto para verificar o que causou o afundamento do asfalto”, garante.

A suspeita é que tem havido alguma infiltração na base da galeria construída para drenar a água do Córrego Prosa, que passa pela região. “É um fenômeno normal, depois de algum tempo de obra”, explica. Segundo Ferraz, apenas uma pista da via deve ser interditada para o trabalho de verificação, portanto, a passagem de veículos não ficará totalmente impedida.

Obra – A última obra de pavimentação asfáltica na região foi concluída em 2011, como parte do pacote de contenção de enchentes na Afonso Pena. O trabalho incluiu o recapeamento do asfalto de vias danificadas, drenagem de águas pluviais e construção de galerias para passagem do curso do Córrego Prosa.

O Campo Grande News entrou em contato com a empreiteira responsável pelo trecho específico da Paulo Coelho Machado, mas, até o fechamento da reportagem, não obteve retorno.

Motociclista que seguia no acostamento escapa por pouco de acidente
O flagrante na BR-163 foi enviado por uma leitora através do canal Direto das Ruas. A TV News esteve no local e constatou diversas irregularidades....
Adolescente que colidiu em caminhão estava com moto irregular
Rapaz de 16 anos ficou ferido ao furar um sinal vermelho e bater em um caminhão na manhã desta terça-feira....



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions