A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

23/05/2012 16:35

Até o fim do ano, ciclovias vão somar 80 km em Campo Grande

Fabiano Arruda
Ciclista trafega por ciclovia na saída para Cuiabá, que tem quase 5 quilômetros. (Foto: Minamar Junior)Ciclista trafega por ciclovia na saída para Cuiabá, que tem quase 5 quilômetros. (Foto: Minamar Junior)

O traçado de ciclovias em Campo Grande deve passar, ao todo, de 80 quilômetros até o final do ano levando em conta as faixas já existentes e que estão em construção.

Veja Mais
Prefeitura quer concluir este ano viaduto na saída para São Paulo
Diretor da Agetran apresenta o PAC da Mobilidade a vereadores

A extensão existente, segundo informações da Prefeitura de Campo Grande, soma 60,11 quilômetros. Em construção são mais 7,20 quilômetros.

Além disso, a administração municipal prevê, em dois projetos, a criação de um trajeto exclusivo para bicicletas ligando a região do Indubrasil ao Parque dos Poderes.

Para isso, será implantada uma ciclovia que liga a região do Indubrasil até a Vila Popular, nas proximidades do Aeroporto Internacional da Capital, e outra do que segue a continuidade da Duque de Caxias até a região da Rua Alagoas.

Ali, o ciclista continuará o percurso na ciclovia já existente na avenida Afonso Pena, que hoje é mais utilizada para caminhada e corrida.

As informações foram divulgadas nesta quarta-feira durante reunião técnica da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) com vereadores no plenarinho da Câmara Municipal.

O diretor-presidente do órgão, Rudel Trindade, foi à Casa de Leis para prestar informações sobre o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade Urbana, que prevê investimento de R$ 180 milhões em obras que contemplam a construção de três corredores exclusivos para o tráfego dos ônibus, além de quatro novos terminais, incluindo a reforma do Terminal Morenão.

O projeto inicial, informou Rudel, previa a construção de 50 quilômetros de ciclovias, intervenções que foram vetadas pelo Ministério das Cidades. Desta forma, as ciclovias serão construídas por iniciativa e recursos da Prefeitura.

Dentro do PAC Mobilidade Urbana, os novos corredores de ônibus também devem contemplar os ciclistas com a criação de bicicletários para que a população tenha condição de se deslocar de bicicleta até o corredor, deixá-la no local e utilizar o transporte coletivo urbano.

Também presente na audiência nesta quarta, a diretora-presidente do Planurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano), Marta Martinez, admitiu que a extensão das ciclovias ainda é insuficiente frente aos mais de 3 mil quilômetros de vias pelo trânsito da Capital. "Com o passar do tempo vamos avançar. O instituto está atento à integração da cidade", comentou.

Ciclovias existentes e em construção em Campo Grande, segundo divulgado pela Prefeitura:

- Orla I: 2,30 km - Da avenida Júlio de Castilho até a rua Plutão.

- Avenida Coronel Antonino (saída para Cuiabá): 4,93 km - Da avenida Rodoviária até a rotatória do anel rodoviário.

- Sóter: 4,44 km - Da avenida Mato Grosso até o Parque Sóter.

- Avenida Dom Antônio Barbosa: 2,14 km - Da avenida Tamandaré até a avenida Presidente Vargas.

- Avenida Afonso Pena: 5,68 km - Da rua Alagoas até a entrada do Parque dos Poderes.

- Rua Petrópolis: 0,94 km - Da rua Melvin Jones até a rua José Garcia Lopes Filho.

- Via Morena (avenida Fábio Zahran): 4,02 km - Da rua 26 de Agosto até a rua Duartina.

- Segredo: 5,53 km - Da rua Ovideo Serra até a rua Pintassilgo.

- Cabaça I: 1,35 km - Da rua São Miguel até a rua Spipe Calarge * OBS: Cabaça II não tem ciclovia.

- Avenida dos Cafezais: 2,41 km - Da avenida Gury marques até a rua Patrocínio.

- Via Morena: 4,50 km - Da avenida Júlio de Castilho até a avenida Tiradentes.

- Imbirussu/Serradinho: 8,30 km - Da avenida Duque de Caxias até a rua Dr. Euler de Azevedo.

- Lagoa: 11,37 km - Da avenida Duque de Caxias até o anel rodoviário.

- Orla Morena II: 2,20 km - Da rua Plutão até a rua Eça de Queiroz.

Total: 60,11 km

Obras em andamento:

- Orla Ferroviária: 0,90 km - Da avenida Mato Grosso até a avenida Afonso Pena.

- Ciclovia saída para São Paulo: 6,30 Km

Total: 7,20 Km

Total geral: 67,31 km

Diretor da Agetran apresenta o PAC da Mobilidade a vereadores
O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Rudel Trindade, participa de uma reunião as 9 horas da manhã desta quarta-feira (23)...
Motociclista sofre várias fraturas após colidir moto em poste
O motociclista Rolson Ribeiro, 34 anos, sofreu várias fraturas após colidir a motocicleta que pilotava contra um poste, por volta das 4h deste doming...



do que adianta tantos inesvtimentos se a propria populção não a utiliza, aqui na ciclovia da popular as pessoas circulam de bicicleta na rua , passo todos os dias por lá e vejo de criança a adultos não utilizando a ciclovia
 
gislaine de araujo em 24/05/2012 10:50:17
É uma pena que essas pessoas nunca andaram de bicicleta, ou melhor dependeram por uma semana da bicicleta e só vivendo a situação para saber implantar corretamente; há mais propaganda do que eficiência nas execuções. Precisa inserir nos projetos a manutensão de tudo o que se faz, uma vez que há dinheiro sobrando cobrado de taxas e impostos absurdos sobre a população.
 
luiz alves em 24/05/2012 07:47:06
Parabéns aos nossos administradores,pois a importancia da ciclovia salva vidas que são o principal objetivo,sou policial de trânsito há mais de 20 anos e sempre usei da bike,e digo para todos que é saúde pura estar pedalando e fazendo novas amizades.Numca dirigi um carro ou moto que não fosse na auto escola e agora com aumento das ciclovias ai sim que vou andar mais ainda de bike.
 
luiz carlos santos messias em 23/05/2012 06:49:26
Esta no caminho certo, mas ainda tem muito a fazer: para começar providenciar saidas das ciclovias para as ruas laterais. E em seguida: educar a população. O foto mostra um ciclista na contramão (lado esquerda) que nas ciclovias atrapalha, mas nas demais ruas é simplesmente perigoso (motoristas de carro olhem para outro lado e não percebem o ciclista). E pedestres insistem em andar na ciclovia...
 
Marcos da Silva em 23/05/2012 05:31:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions