A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

29/12/2015 08:34

BRs têm menos acidentes, mas número de mortes sobe 200%

Viviane Oliveira
O carro em que estava a família ficou totalmente destruído. (Foto: Coxim Agora) O carro em que estava a família ficou totalmente destruído. (Foto: Coxim Agora)

O número de acidentes diminuiu 35%, mas o de mortes aumentou em 200% nas rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul, em comparação com o mesmo período de 2014. Os dados são de ocorrências registradas entre 21 e 27 de dezembro.

Veja Mais
Seis pessoas já morreram durante feriadão de Natal nas rodovias federais
Ciclista morre após ser atropelado por caminhonete na BR-060

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), em 2015 foram 26 acidentes com vítimas, o que significa redução de 35%, se comparado ao ano passado, quando foram 40 registros. Já acidentes graves foram contabilizados 11 e no ano passado 14 casos, redução de 21%. Porém, a quantidade de mortes saltou de duas para seis neste ano. Em apenas um acidente, morreram quatro pessoas da mesma família.

Casos - Nas primeiras horas do dia 24, o motorista Ildomar Lisboa, 33 anos, a esposa, Franciele Beatriz Fontana, 30 anos, as duas filhas gêmeas, Isadora Rita Fontana Lisboa e Isabella Kassia Fontana Lisboa, 10 anos, morreram depois de o veículo onde estavam, um GM Cruze, de cor branca, colidir de frente com uma carreta Scania carregada com 32 toneladas de milho. O acidente foi no Km 789 da BR-163, entre os municípios de Coxim e Sonora. Eles seguiam para Nortelândia (MT) para passar a ceia de Natal com os familiares.

O motorista da carreta, Vagner Valter, 42 anos, contou que saiu apenas com ferimentos leves, seguia no sentido Sonora/Coxim, quando o condutor do Cruze invadiu a pista contrária e bateu de frente com a carreta. O carro ficou destruído e o motor foi parar no banco traseiro. Tudo indica que o motorista veículo de passeio cochilou ao volante. Com o choque, a carreta saiu da pista para o lado direito, tombou e explodiu minutos depois.

Na noite do dia 24, o ciclista Teófilo Ferreira, 56 anos, morreu após ser atropelado por uma caminhonete na BR-060, no Centro de Guia Lopes da Laguna. À polícia, Lucas Menezes Noia Schultz, 24, contou que seguia em uma caminhonete Toyota Hilux, de cor preta, quando colidiu com o ciclista que estava no meio da pista.

Por volta das 23h50, o motociclista Robson Vera Rios, 28 anos, morreu após colidir a moto que conduzia contra um cavalo que atravessava a pista, na BR-463, no sentido Sanga Puitã, em frente ao Motel Moulin Rouge, em Ponta Porã. A vítima seguia em moto Honda CG/160 e tinha como passageiro Luis Fernando Figueiredo Zaracho, quando atingiu um cavalo que atravessava a pista. Robson morreu no local do acidente. Luis teve ferimentos leves e foi levado à uma unidade de saúde.

Em todo Brasil, 2.355 pessoas ficaram feridas e 200 morreram nas BRs durante a semana do Natal. No ano passado, foram 1.348 acidentes com vítimas, 489 acidentes graves, 2.251 feridos e 211 mortos. Embora os registros indiquem aumento no número de acidentes, 7% superior à semana de Natal de 2014, houve diminuição nos acidentes graves e no número de mortes.

Ciclista morre após ser atropelado por caminhonete na BR-060
O ciclista Teófilo Ferreira, 56 anos, morreu após ser atropelado por uma caminhonete na BR-060, na noite de ontem (24), no Centro de Guia Lopes da La...
Motociclista de 28 anos morre após colidir com cavalo na BR-463
O motociclista Robson Vera Rios, 28 anos, morreu após colidir a moto que conduzia contra um cavalo na pista, por volta das 23h50 de ontem (24), na BR...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions