A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

19/02/2015 17:05

Bueiro aberto causa acidentes e vídeo mostra voo de carro em avenida

Alan Diógenes
Imagem mostra carro decolando no meio da Salgado Filho. (Foto: Reprodução/WhatsApp)Imagem mostra carro decolando no meio da Salgado Filho. (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Um bueiro com a tampa solta está causando transtornos a motoristas e comerciantes no cruzamento da Avenida Salgado Filho com a Rua dos Barbosas, em Campo Grande. Veículos que passam pelo local estão “voando”, o que aumenta o risco de acidentes de trânsito, sem falar nos prejuízos com pneus furados e rodas empenadas.

Veja Mais
Leitor vê bueiro aberto e fica em dúvida sobre como denunciar; saiba você também
Bueiro aberto causa prejuízo no bairro Lagoa Dourada

Um vídeo gravado pelas câmeras de segurança de uma loja de materiais de construção em frente ao local mostra um Fiat Uno, de cor cinza “voando” quando passa pelo bueiro aberto. O veículo colide com um VW Fox, que estava estacionado e o alarme dispara.

O gerente da loja onde o sistema de monitoramento grava a ação, Patrick Maciel, 39 anos, disse que os funcionários do lugar já tomaram algumas medidas paliativas para resolver o problema. “Nós colocamos galhos de árvores para sinalizar o local, mas caminhões acabam levando tudo. A gente tem que recolar a tampa direto, por que veículos de grande porte passam pelo bueiro e acaba retirando ela”, explicou.

Patrick ressaltou ainda que a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) já foi informada sobre a situação, mas até agora nada foi feito. “Eles falam que a responsabilidade de fazer o reparo é da prefeitura. Nossa preocupação é de algum cliente nossa ter algum prejuízo nesse boeiro”, comentou.

Já o vendedor Alessandro Nogueira Bogado, 36 anos, que trabalha em uma distribuidora de acessórios automotivos falou que todos os dias escuta sons de carros caindo no bueiro. “É aquele estrondo. Motociclistas sempre levam queda e se machucam por aqui. Quando chove é pior ainda por que o pessoal não consegue enxergar o bueiro”, destacou.

O comerciante José Guilherme, 50 anos, afirmou que um carro já foi parar dentro da fábrica de móveis, onde ele trabalha. “Foi um susto muito grande, mas ainda bem que ninguém saiu ferido. Mas se o problema não for resolvido o quanto antes, o pior vai acontecer”, finalizou.

O Campo Grande News entrou em contato com a Agetran, na tarde desta quinta-feira (19), para saber qual medida será tomada, mas não teve retorno até a publicação desta matéria.




Claro que eles não vão dar nenhum retorno. O que mais esse pessoal da prefeitura faz a não ser se omitir? São um bando de incompetentes e incapacitados, estão apenas ocupando o lugar por causa do salário. Eles nunca tem respostas pra nada, ficam apenas nesse jogo de empurra, apontando as falhas dos outros.
 
Mariana Carvalho em 19/02/2015 17:23:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions