A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

25/08/2011 17:42

C4 Pallas invade oficina após colisão com Parati e bate em carro da PF

Nadyenka Castro e Ana Paula Carvalho

Caminhonete dos Correios também está envolvida no acidente que aconteceu após motorista não respeitar sinalização

C4 derrubou portão e invadiu oficina. (Foto: Simão Nogueira)C4 derrubou portão e invadiu oficina. (Foto: Simão Nogueira)

Condutor de um veículo Parati, o funcionário público estadual Mário de Queiroz Quadros, 51 anos, não respeitou a sinalização e causou um acidente com mais três veículos, na tarde desta quinta-feira, na avenida Marechal Deodoro, em Campo Grande.

Mário conta que seguia pela avenida Tiradentes e após não obedecer a placa de parada obrigatória, cruzou a Marechal Deododo em baixa velocidade para entrar na rua Constantinopla. No entanto, quando atravessava a avenida, houve a colisão com o C4 Pallas.

O carro de luxo era conduzido pelo empresário Josimar Maia Fernandes, 39 anos. Ele seguia pela rua Brilhante, a qual é preferencial, e quando chegou na avenida houve o acidente.

Josimar diz que viu a Parati passando, buzinou, mas não teve tempo de frear e evitar a batida. Ele só conseguiu desviar de tocos da calçada da Manutenção Automotiva Sennauto e em seguida bateu e derrubou o portão da oficina, colidindo em duas caminhonetes que lá estavam para conserto: uma dos Correios e outra Blazer descaracterizada da PF (Polícia Federal).

Metade do C4 Pallas ficou na oficina. O motorista só teve queimaduras leves na mão direita. O air bag abriu e evitou que ele tivesse ferimentos graves. A Parati ficou na calçada e o condutor, único ocupante, saiu ileso. O lado do motorista ficou completamente destruído. As duas caminhonetes oficiais tiveram danos leves.

Policiais federais estiveram no local para perícia nos veículos envolvidos. Eles disseram que será aberto procedimento administrativo e, em caso de culpa de terceiros, cabe a eles arcar com os danos.

Sorte??- Um mecânico da oficina por pouco não foi atropelado pelo C4. Ele trabalhava embaixo da caminhonete da PF e um minuto antes do acidente saiu para fumar. Se ainda estivesse trabalhando, seria atingido.

Os tocos que o condutor do C4 desviou foram colocados na calçada justamente para impedir que veículos invadissem o estabelecimento.

C4 Pallas ficou metade dentro da oficina. (Foto: Simão Nogueira)C4 Pallas ficou metade dentro da oficina. (Foto: Simão Nogueira)
Frente do C4 ficou destruída. (Foto: Simão Nogueira)Frente do C4 ficou destruída. (Foto: Simão Nogueira)



Primeira vez na vida, que vejo cigarro salvar a vida de alguém, rs,rs,rs...
Que ótimo que essa vida foi poupada, menos um nas estatísticas de trânsito.
Ontem quando retornava do Pque dos Poderes, fiquei horrorizada com uma verdadeira Perua, falando ao celular em alta velocidade(um sedan prata da Audi), fechou minha amiga na rotatória. Mais adiante, tbém em alta velocidade quase bateu na minha lateral, próximo a Assembléia. Já bem abaixo, próximo à Discautol, passou a dirigir em baixíssima velocidade fazendo uso de duas faixas. O povo em longa fila atrás dela, estava enlouquecido com a Madame.
Não filmei, pq minha bolsa estava atrás, poderia também fazer besteira.
Ah, se todos os veículos tivessem uma câmera no painel,rs,rs,rs...
 
neyde de oliveira em 26/08/2011 10:22:13
Placa PARE Parati é pra parar.
C4 assim como quase todo mundo naquele trecho deve andar mais devagar ....
E nosso trânsito .....
 
Ricardo Lopes em 25/08/2011 08:06:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions