A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

26/09/2012 19:30

Caminhão cruza preferencial e provoca acidente no bairro Buriti

Nyelder Rodrigues e Viviane Oliveira
Carro ficou com a frente amassada, e motorista precisou ser levado pelos Bombeiros para o posto de saúde da Vila Almeida (Foto: Rodrigo Pazinato)Carro ficou com a frente amassada, e motorista precisou ser levado pelos Bombeiros para o posto de saúde da Vila Almeida (Foto: Rodrigo Pazinato)

Duas pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo um veículo Uno, da cor preta, e um caminhão pequeno no bairro Buriti, em Campo Grande, no final da tarde desta quarta-feira (26).

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

O acidente ocorreu no cruzamento da rua Antônio Bandeira com a rua das Camélias, que é a via preferencial. Segundo testemunhas, o Uno, conduzido por Marcelo da Silva Alves, de 33 anos, ia atravessar o cruzamento quando acabou colidindo com o caminhão, que não respeitou a sinalização.

Marcelo foi levado para o posto de saúde da Vila Almeida com ferimentos e dores no tórax, junto a um passageiro do caminhão, que também ficou ferido e não teve o nome revelado. Já o motorista do caminhão não sofreu lesões. Ele não quis conversar com a reportagem. A frente do Uno ficou danificada, e parte do óleo diesel do caminhão vazou e ficou espalhado na via.

De acordo com moradores e comerciantes do local, há pelo menos um acidente por dia na esquina. Alessandra Lopes, comerciante de 26 anos, crê que o local deveria ter semáforo e ainda opina que a sinalização do local é confusa. “Quem não é do bairro acha que a rua Antônio Bandeira é preferencial. Se fosse um motociclista, tinha morrido”, conta.

Já Lenira Barbosa Dantas, de 62 anos, e proprietária de uma loja no cruzamento e moradora do bairro há 30 anos, atribui os acidentes a falta de sinalização horizontal na via. No local, há placa de parada obrigatória, mas a sinalização no chão é antiga e está parcialmente apagada.




COMO ASSIM NÃO TEM SINALIZAÇÃO.É O QUEBRA MOLA E A PLACA DE PARE.O PROBLEMA É QUE NINGUÉM RESPEITA.!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Valquiria Estival em 27/09/2012 08:42:57
Quando será que o motorista de Campo Grande, vai aprender que a placa R-1 é PARE, não é "olhe e passe" é PARE não é "OLHE E PASSE".
Quanta falta de amor ao próximo por parte de alguns condutores...


DIREÇÃO DEFENSIVA SEMPRE!!!
 
Luciano Silgueiros em 26/09/2012 10:39:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions