A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

29/01/2014 14:14

Caminhão de leite tomba e mata motorista; estrada ruim atrasa perícia

Viviane Oliveira
Antes de acontencer o acidente, Elaine já tinha tirado foto da situação da estrada. (Foto: Elaine Montagna)Antes de acontencer o acidente, Elaine já tinha tirado foto da situação da estrada. (Foto: Elaine Montagna)

O motorista Luiz Paulo de Souza Marques, 25 anos, morreu após tombar o caminhão que dirigia carregado de leite em uma estrada vicinal por volta das 6h desta quarta-feira (29), em Bandeirantes, 70 quilômetros de Campo Grande.

Veja Mais
Mototaxistas e taxistas se juntam e percorrem Afonso Pena contra Uber
Homem que morreu atropelado tinha 51 anos e foi identificado pela mãe

Luiz havia ido buscar leite em uma propriedade rural quando o caminhão tombou e o caminhão caiu em uma ribanceira. Os parentes da vítima dizem que a situação precária da estrada contribuiu para que acontecesse o acidente. Eles afirmam ainda, que a Polícia demorou chegar ao local para realizar os trabalhos de perícia.

Hoje era o último dia de Luiz como motorista que transportava leite, pois amanhã começaria em outro emprego. No momento do acidente, Luiz mostrava o caminho para um colega que assumiria o serviço nesta quinta-feira.

O delegado Dmitri Erik Palermo, que é lotado em Campo Grande e está cobrindo férias na delegacia de Bandeirantes, disse que foi acionado por volta das 8h e o que demorou foi o tempo de deslocamento. “Em alguns trechos tivemos que parar por conta da manutenção na rodovia”, explica.

Ainda conforme Dmitri, o caminhão estava em baixa velocidade e a suspeita é de que o motorista tenha dormido ao volante. “O caminhão foi diminuindo a velocidade e acabou caindo em um barranco”, diz.

Luiz estava sem cinto de segurança e teve a cabeça atingida após o caminhão tombar. O passageiro estava com o dispositivo de segurança e não ficou ferido.

Estrada – Os moradores de Bandeirantes reclamam da situação precária das estradas vicinais do município, principalmente, as que dão acesso às propriedades rurais. “Não temos autoridade que resolvam o problema aqui, estamos pedindo socorro”, afirma a proprietária de um laticínio na região Elaine Montagna, 45 anos.

Luiz transportava 8 mil litros de leite em uma estrada cheia de buracos. “A estrada da acesso a várias propriedade rurais e não tem outra opção de caminho”, reclama Elaine.




Pesares a família de Luiz Paulo! Enquanto a presidente da Republica investe em porto e aeroporto em Cuba, o povo Brasileiro sofre com falta de estradas, hospitais, escolas e segurança. Nao se sabe ate quando nosso povo suportara isto. 2014, ano de os políticos pedirem votos, momento este de lembrar tristes tragedias como estas.Os impostos que somos obrigados a pagar são diluídos em obras milionárias e, com certeza as sobras deste dinheiro são investidas nos bolsos de imperdoáveis maus administradores do dinheiro do povo. O pior que sentem o direito de malversar o erário público. E, poucos políticos são investigados e repreendidos na forma da lei. Enquanto o povo não se unir e der um basta nisto, jamais teremos nossos direitos preservados. O DINHEIRO DOS IMPOSTOS NÃO E DOS GOVERNANTES!
 
LUIZ CARLOS ORMAY em 30/01/2014 19:13:00
Deus console a familia desse paz e o guarde na santa paz.. A situação é muito mais grave que isso, crianças correrão perigo na volta das aulas, ao passar sobre pontes com defeito, estradas sem condições alguma de trafego e sem falar nos prejuizos que os produtores tem. Cade prefeito, vereadores, secretarios que nunca visitam as bacias leiteiras? Quando é pedido ajuda para prefeitura, a desculpa é SEMPRE que a prioridade é soja, nada contra, mas nada é feito para as bacias leiteiras dessas regiões de furnas e etc.. vamos chamar a imprensa para ver a situação de perto, ai quem sabe a coisa começa a aparecer de verdade.
 
Roberto Azevedo em 30/01/2014 08:51:18
Não é só Bandeirantes, São Gabriel D'Oeste também esta uma lástima, eu pergunto e o dinheiro arrecadado pelo FUNDERSUL vai pra onde, para as nossas estradas tenho certeza que não.
 
edna pompeu frança em 30/01/2014 05:54:07
A realidade das estradas rurais de Bandeirantes são muito precárias, abandono total. Não há interesse público em melhorar as estradas, onde os produtores precisam fazer milagres para trafegar e fazer a produção chegar até a cidade onde as supostas autoridades não tem conhecimento da grande dificuldade dos produtores fazer chegar o alimento produzido até a cidade. Agora uma fatalidade dessa, onde tira a vida de um jovem trabalhador. Meus sentimento a essa família que sofre a dor da perda.
Acorda classe política, vocês só estão aí porque o povo os colocou.
 
Paulo Rogério em 29/01/2014 21:07:38
Revoltante, faz tempo que vejo essa situação das estradas, dos acessos as bacias leiteiras, precisava morrer alguem? porque não mantem as estradas conservadas? o risco que os leiteiros, produtores rurais, alunos (CRIANÇAS) e quem usa as estradas vicinais de bandeirante é imenso. Prezado Prefeito e secretários de obras e agricultura, se movam! vão olhar de perto essas regiões esquecidas pelas autoridades! barreirão, barreirinho, boa fortuna, vale do mimoso, região do café e congonhas estão ESQUECIDAS! PONTES CAINDO, SEM PONTES, TENDO QUE PASSAR EM VAL, ESTRADAS BURACADAS E POR AI VAI. ta passando da hora de os produtores e moradores dessas regiões começarem mostrar a imprensa a verdade, é contraditorio ver noticias da prefeitura recebendo maquinas e dinheiro para investir e nada fazem...
 
Sonia Souza em 29/01/2014 19:48:43
Triste muito triste, perdemos um amigo, meus sentimentos aos familiares, só DEUS para conforta-los, precisamos rever os problemas das nossas estradas rurais, pois começa as aulas, temos que pensar em nossas crianças, pais, professores, motorista dos ônibus também, os leiteiros sofrem tanto quanto um motorista de ônibus escolar, e aí pergunto...O que vamos fazer para ajudar??? SOCORRO....AUTORIDADES VAMOS TRABALHAR JUNTOS PELO BEM DE TODOS. NÃO QUEREMOS MAIS TRISTEZA...
OBS; O CAMINHÃO DO ACIDENTE E BRANCO....
 
Elaine Montagna em 29/01/2014 19:40:03
É um sentimento de perca por ser um trabalhador... Não tem ser humano que não se arrebenta de cansado nestas estradas onde se fala em pecuária (exceto de assentamento e fazendeiros políticos) ESTRADAS DO MUNICÍPIO DE BANDEIRANTES É AS PIORES DO ESTADO SÓ QUEM ANDA SABE; lamentável o fato.
 
Ado Filho em 29/01/2014 18:49:46
Li as mensagens dos amigos do Luiz Paulo dizendo: descanse em paz! Como aceitar que um jovem de 25 anos, começando a vida, vá descansar? No tempo do movimento, na idade de criar, produzir, cooperar, crescer, amar, como dizer a ele: descanse em paz!!!??? Se o tempo é de VIVER em paz!!! Não o conheci, Luiz Paulo, mas peço perdão a você! Perdão, pelos nossos políticos incompetentes e incapazes de gerir os recursos públicos para assegurar uma vida de dignidade aos cidadãos! Perdão, Luiz Paulo, pela sua vida desperdiçada, trabalhando numa estrada, que na verdade é um arremedo de estrada, enquanto nossos dirigentes voam em aviões de primeira classe, se hospedam em hotéis caríssimos e se embebedam com as bebidas mais finas as nossas custas! Choro por você... e por todos nós, brasileiros...
 
Maria Diniz em 29/01/2014 18:31:11
cade secretario de obra deve estar lacando so pode kkkkkkk
 
amadeu borges em 29/01/2014 16:00:00
foi ligado na policia de bandeirantes 5 horas da manha eles nao atenderao foi ligado 3 vezes ,para falar sobre o acidente do luiz paulo, quando foi 6,40 da manha o policial retornou a ligação para saber oq era ... absurdo os policiais de bandeirantes;;.... e triste viu.
 
ana dias em 29/01/2014 15:43:22
meus sentimentos a família desse jovem, esses motorista de caminhão de leite fazem verdadeiros milagres para transportarem o leite, as estradas são super precárias, sem contar que muitas das vezes ate com sono cansados, arriscando a vida por que precisa do trabalho. o que mais nós deixa indignada e as nossas autoridades não fazer visitas na zona rural e ver que os produtores precisam de estradas. também estou muito triste com esse acidente pois deixou meu esposo que também e motorista de caminhão de leite, muito triste com a perda do companheiro de trabalho.
 
ILZA ALVES em 29/01/2014 14:47:58
Bandeirantes perde um grande jovem nesse momento, por uma triste fatalidade.
Descanse em paz Luiz Paulo, que o seu companheirismo, alegria, parceria e boas lembranças nunca saiam da vida de quem te conheceu.
 
Wilson Pires em 29/01/2014 14:46:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions