A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

16/09/2011 16:38

Caminhoneiro vai a júri popular em outubro por acidente com três mortes

Nadyenka Castro

Jaime Bertolino Beumer conduzia um caminhão em precário estado de conservação e ao fazer uma ultrapassagem em local proibido bateu no Fiat Uno onde estavam as vítimas. Caso aconteceu há 14 anos

O caminhoneiro Jaime Bertolino Beumer vai a júri popular a partir das 8 horas do dia 5 de outubro, em Campo Grande, por causar acidente com três mortes e dois feridos.

O acidente aconteceu no dia 25 de julho de 1997, por volta das 18 horas, na BR-163, saída para São Paulo, na Capital.

Jaime vai a júri popular, porque, segundo a acusação, ele assumiu o risco de matar ao trafegar com o Mercedes Benz em precário estado de conservação e fazer ultrapassagem em local proibido.

Conforme denúncia do MPE (Ministério Público Estadual), ao passar para a outra pista para fazer a ultrapassagem, o caminhoneiro ‘deu de cara’ com o Fiat Uno onde estavam as vítimas.

O motorista do carro de passeio ainda tentou evitar a colisão jogando o veículo para o acostamento, mesma manobra feita por Jaime. Com isso, os dois automóveis bateram de frente.

Morreram no local Márcia Eliane Higa Oshiro Ricardi, Mônica Benitez Ricardi e Larissa Oshiro Ricardi. O condutor do Fiat Uno Luiz Maidana Ricardi e Igor Luís Oshiro Ricardi ficaram feridos.

Além do triplo homicídio, Jaime responde por tentativa de homicídio contra Luiz Maidana e Igor Luís.

O caso só vai a júri popular agora devido aos diversos recursos impetrados pela defesa do réu, que só foi pronunciado em março do ano passado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions